Sabedoria do laranjal

Jorge Nuno de Sá diz que “estranha a coincidência da data da acusação com o calendário eleitoral” e afirma que vai requerer a abertura da instrução do processo nos prazos legais. “Nessa altura provarei a minha inocência. Quanto ao resto, já estou habituado a estas coisas em períodos eleitorais: atiram-se pedras às árvores que dão fruto.”

Candidato do PSD a Alcântara acusado pelo MP de se ter apoderado de dinheiro da junta

2 thoughts on “Sabedoria do laranjal”

  1. parece que se divorciou do marido,como tal anda desonrientado.louvo-lhe a coragem,pois o seu casamento até teve cerimonia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.