Revolution through evolution

Domestic violence victims may also face chronic health conditions
.
Reading this in a meeting? Women twice as likely as men to be offended by smartphone use
.
Learning new skills keeps aging minds sharp
.
Spatial, Written Language Skills Predict Math Competence
.
Time Is Ripe for Fire Detection Satellite, Say Scientists
.
Wind Power Proves Effective CO2 Saver
.
Internet Users More Likely to Engage in Cancer-Preventive Behaviors
.
Anxiety Increases With Online Health Searches
.
Participation in Mindfulness-Based Program Improves Teacher Well-Being
.
Why gender equality is not just about equal rights

7 thoughts on “Revolution through evolution”

  1. isto da igualdade de género mexe-me um bocado com as tripas porque a individualidade existe e deverá ser dela, sempre dela, que terá de partir o acesso ao que quer que seja. de outra forma é estar a alimentar a injustiça. além disso já está prevista na constituição – logo todo o frenesim à volta disso é teatro: nunca na vida um dono de obra que se preze vai contratar uma mulher para servente e pagar-lhe o mesmo ordenado se pode optar por um homem. neste caso estamos perante a individualidade biológica – uma mulher não produz com eficiência e eficácia as mesmas tarefas físicas que um homem e a ergonomia prova-nos isso -mas podia ser a do talento ou de capacidades intelectuais ou físicas. o progresso havia de caminhar sempre no sentido do bom senso e da responsabilidade individual para depois alargar – e não o contrário.

  2. ” neste caso estamos perante a individualidade biológica – uma mulher não produz com eficiência e eficácia as mesmas tarefas físicas que um homem e a ergonomia prova-nos isso -mas podia ser a do talento ou de capacidades intelectuais ou físicas.”

    um primor de raciocínio e uma pérola de expressão. não admira que, nem a lavar escadas, não arranjes emprego.

  3. que imagem interessante de tão triste: tu e o governo a fazerem pilas com os dedos a mim e ao milhão. vai ganhar vergonha e trabalhar – merecer o que te pagam ao fim do mês, que deves estar em hora de expediente.

  4. triste és tu, oh burra! a ergonomia prova que tens a cabeça quadrada e como te achas talentosa, inteligente e com físico, nem reparas na merda que espalhas no passeio matinal. aprende a fazer ragú e desampara a tasca.

  5. podes sempre continuar a andar em círculo mas mudando de passeio e deixando, assim, de perseguir a minha falta de talento e de inteligências e de beleza física. vá, tu consegues deixar de teres sonhos selvagens comigo.

  6. não era bem disso que estavamos a falar, apresentas umas insinuações bacoco-ò-intelectuais, mas o que verdadeiramente queres discutir é ragú e o apuramento dos tomates.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.