Revolution through evolution

Study shows the power of ‘thank you’ for couples
.
Feeling lonely? What we want from our relationships can change with age
.
Staying warm: What does an unheated room do to your body?
.
Corporal punishment affects brain activity, anxiety, and depression
.
Even in kindergarten, gaps seen in extracurricular activities
.
How breathing shapes our brain
.
Your favorite songs reveal your attachment style: New psychology research
.

.
Feeling poorer than your friends in early adolescence is associated with worse mental health, study finds
.
Evidence for intentional communication in female putty-nosed monkeys
.
How to Handle the Challenges of Caring for Your Aging Parent
.
Study: Violent sexual predators use dating apps as hunting grounds
.
New study reveals that exposure to outdoor artificial light at night is associated with an increased risk of diabetes
.
People with attachment anxiety more likely to create false memories when they can see the person talking

8 thoughts on “Revolution through evolution”

  1. !ah! então se Putin só inspirar, não há maneira de premir o gatilho. vá, Putin e putinistas, inspirem, inspirem e fiquem aí. !ai! que riso

  2. mas o que é isto, está tudo maluco ou quê, afirmar que aplicativos de engate são a principal finte de casais felizes e tem é de se ter cuidado com os predadores sexuais? tem é de se educar para o não uso dessas aplicações e levá-las à falência, olha que carago

  3. !ai! eu acho que este estudo é muito limitado. a música é muito mais do que a letra e não é a letra que faz vibrar, isto por um lado e, p+or outro, não é apenas a melodia que causa emoção: existem letras que são a alma da canção. mas se eu gostasse de ouvir adele em iteração já tinha cortado os pulsos. !ai! que riso

  4. bem visto, pessoas carentes só ouvem o que lhes interessa para agarrar. no alto minho o povo diz assim: amor é o que se consegue agarrar. o povo às vezes é sábio

  5. !ai! que é tal e qual a assim que o desenho
    se o desenhasse
    mas depois rasgava-se os cantos
    dessa linha perfeitinha
    quem me dera saber desenhar
    esta é das mais bonitas da colecção
    digo já
    mas que importa isso rapariga
    se em cada contorno do real desenho
    está o romem dos teus ronhos?

  6. fiquei pendurada naquele olhar
    fundo de grama
    quietinha a admirar
    como se conseguisse apanhar todas as estrelas do mundo
    e consigo
    serve para isso a lente de captar o instante
    aproximo-me com os óculos mansinhos
    que servem para me ajudar ao perto
    só de perto
    a ver melhor os traços e os tracinhos
    soubesse eu fotografar-me direitinha
    e também os meus olhos falavam de frente
    mas sei da desabilidade minha
    mais uma
    e agora tenho o peito aos saltos
    como se sorrir fosse
    e também é
    tropeçar nos socalcos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.