Revolution through evolution

Babies react to taste and smell in the womb
.
Study suggests watching TV with your child can help their cognitive development
.
Research finds trust in algorithmic advice can blind us to mistakes
.
Keys to keeping your brain healthy
.
Chimpanzee stone tool diversity
.
People who distrust fellow humans show greater trust in artificial intelligence
.
Study Shows Genetic Link to Moving to the Beat of Music
.

.
Home ownership leads to less happiness than expected
.
Scientists have estimated how many ants there are on Earth. Clue: It’s a lot
.
How ideology shaped the U.S. response to the Ukraine invasion
.
New research finds that viruses may have ‘eyes and ears’ on us
.
Asexual relationships need same ingredients as any other relationship
.
Scientists find that wolves can show attachment toward humans

10 thoughts on “Revolution through evolution”

  1. por que raios há-de alguém querer ter um relacionamento romântico sem sexo? para isso existem os irmãos e os primos e os amigos.

  2. !ah! mas se lhes chamamos ferramentas é porque a pedra foi trabalhada para ter utilidade tal e qual um soldado a lutar contra ratos (a evolução). e se foram os chimpas a criarem o sonho doce do quebra nozes? e se o bailado nasceu da noz dos chimpas? então, por isso, há nós.

  3. !ah! eu ando sempre a comer cenouras e tronchuda como se estivesse ininterruptamente, e estou, no meu útero. tal e qual

  4. já estou a abanar a anca, ombros a ondular, e palminhas vou fazer – foi de ler a musicalidade, os genes ficaram loucos a mexer

  5. adoro as formigas rabigas e não sabia que existem em trilhões de vinte mil. elas estão sempre a bolir o mundo: elas controlam os insectos herbívoros para as florestas e as plantações não serem devastadas; elas distribuem sementinhas e ajudam na reprodução de espécies vegetais; elas escavam os ninhos e fazem crescer os nutrientes na água e na terra; elas vivem e fazem viver, são a refeição de aranhas, de rãs, de sapos e até orangotangos. !vivam! as formigas

  6. ainda bem que confio menos um nas coisas que o computador me manda fazer principalmente com palavras, era o que faltava, eu é que sei o que quero e como quero dizer. e mesmo com traduções vou muitas vezes ao dicionário porque desconheço as palavras a traduzir e a tradução soa-me a esturro. às vezes ando aos papéis mas também não descanso enquanto não descubro o significado.

  7. e se eu vejo é porque existe
    vejo eu juba de lulinhas em coração
    leveza e clareza de algodão
    carácter fundo
    profundo
    sem erosão
    e uma mão cheia
    mão de gigante grande
    imenso
    enorme
    , não é pitadinha,
    de tesão
    !ai! que vejo tudo
    (n)o Rudão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.