Relvas, o mais sumarento fruto da Política de Verdade

Se o único problema do Governo está na comunicação, tudo o resto sendo excelente ou estando nos mínimos aceitáveis, ouçamos o seu maior especialista vivo:

Estou convencido que Passos Coelho vai ser um primeiro-ministro que vai marcar a História do nosso país, nasceu para este lugar, tem um sentido de responsabilidade…

[…]

Sabe que em Portugal se criou a ideia de que boa comunicação política é iludir os portugueses, que má comunicação política é dizer a verdade. Não, nós seguimos o contrário. Os que comunicavam muito bem, que faziam uma grande coordenação política, que muitas vezes se fala… os da ilusão perderam as eleições, vão ser julgados pela História. Nós acreditamos que chegou a hora de um Governo chegar ao fim do seu mandato e dizer: nós prometemos isto e fizemos isto, nós prometemos fazer estas reformas e fizemos estas.

[…]

É muito importante que sejam apuradas as responsabilidades de cada um. A culpa em Portugal tem definitivamente de não poder morrer solteira na vida pública.

Relvas, Fevereiro de 2012

4 thoughts on “Relvas, o mais sumarento fruto da Política de Verdade”

  1. Por favor não batam mais no SR DR DOUTOR PayPal, já chega coitadinho. E mordam-se de inveja, vai ser contratado pelo Cirque du Soleil para um numero de equilibrismo

  2. O melhor é atribuir-lhe já um título de jurista à pressão e nomeá-lo acusador público e juíz no «julgamento das culpas».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.