Quanto pode custar um Nokia E 71?

Aconteceu com a Maria João Nogueira, que a própria explica enquanto Jonasnut, e Alda Telles fez uma excelente resenha do ponto de vista dos desafios para o marketing. É um caso cristalino do que uma empresa não deve fazer face ao novo paradigma comunicacional onde a Internet pode amplificar desmesuradamente qualquer conflito com os consumidores. E para além de ignorarem a influência social da pessoa que reclamava, os advogados e decisores da Ensitel cometeram o sacrilégio de querer censurar o conteúdo publicado num blogue. Obviamente, estavam chanfrados dos cornos.

Apenas acrescento – a partir da minha própria experiência profissional – que a conveniência da inclusão de competências da disciplina de relações públicas nos projectos para a Internet era uma evidência logo nos primórdios da sua utilização comercial frequente, antes da Web 2.0. Agora, no primado do utilizador-emissor servido por potentes plataformas de agregação, é uma questão de sobrevivência.

9 thoughts on “Quanto pode custar um Nokia E 71?”

  1. Mas…mas…mas…ó Val, os advogados disseram que era o melhor a fazer, pá…e os advogados têm sempre razão, eles é que percebem disto…até foram eles a escrever o comunicado, pá…não podíamos permitir aquilo no blog da gaja, aparecia no Google sempre que se punha “ensitel”, logo abaixo da nossa página, porra, estava a dar-nos cabo da imagem…tínhamos que reagir, pá, e os advogados disseram que aquilo era difamação. E o que os advogados dizem, nós fazemos, porra, pagamos para quê? O tribunal deu-nos razão, ninguém vê isso? Já ninguém respeita os tribunais? Tínhamos que ir atrás da gaja, obriga-la a tirar aquilo, pá. Ligaram-lhe e tudo, e ela não cedia, a teimosa, até levou a mal. Porra, mas quem é que não gosta de uma chamada de advogados? Agora isto? Porra, como é que vamos explicar isto aos franceses? Chanfrados? Chanfrada é ela, pá! Ela e o resto dessa malta.

    Bom, vamos estar quietos e esperar que passe, agora também não podemos fazer nada. Daqui a uns dias já ninguém se lembra. Se a coisa começar a cair a sério, mudamos o nome das loja para “starphone” ou assim, com um daqueles logótipos com um sorriso. Fica resolvido. E essa gaja que espere pela pancada, vai ver como elas mordem em tribunal, paga uma indemnização por danos à imagem que até anda de roda. Ela que espere.
    _____
    Clueless, este senhor Morais. Conheço-os tão bem…

  2. “…ignorarem a influência social da pessoa que reclamava…”

    ora voilá e se tiver pedigree much better, quem manda os granfos comprarem telelélés nas lojas da rafeiragem.

  3. Os advogados lateiros ao serviço dos comerciantes, de vários ramos de negócio (no meu caso foi uma Seguradora, a chamada “Fidelidade”), costumam ser treinados para atirar logo o barro à parede, sem olhar primeiro à rigidez do betão. E às vezes esborracham-se contra ele. Bem feito…

  4. Então e a farsa do julgamento? Já não bastava a consumidora ter de se debater com os empregados da ensitel, com os advogados da ensitel, e agora também com o juíz…da ensitel.

  5. Quem os manda ir a centros de arbitragem de consumo com “juízes”. Mesmo nos outros tribunais eles têm aspas, quanto mais naqueles.
    Os nossos Juízes têm muito respeito pelas grandes empresas, bancos, seguradores, edps, gases etc e tal, por muita viga…. e prepotências que cometam têm sempre quem olhe por eles. E ainda há Juízes como o Noronha que vem dizer que os tribunais servem para defender os mais fracos. Onde? Em Portugal não é!!!!!
    Só uma estória verídica. Uma vez nuns embargos a uma execução, acusei e provei com os cálculos que o banco estava e cobrar mais 300.000, ainda era escudos, num total de oitocentos mil, uma diferença de 40%. e pedi a sua condenação como litigantes de má-fé, que me parecia evidente dada a discrepância e a natureza da entidade que por obrigação tinha de saber contar juros. Sabem qual a resposta? Ó sr.Dr. é um banco!!!! Foi antes do BPN!!!!

  6. To our valued customers:

    As 2010 draws to a close, I would like to take a moment to thank each of you for your patience, understanding, and support during Skype’s recent outage.

    We know how important your Skype conversations are to you and we take any disruption to our service very seriously. We are pleased to confirm that Skype is back to normal allowing you to connect with friends, co-workers, family and loved ones.

    As a valued customer of Skype, we would like to offer you a sincere apology and offer you our gratitude with a credit voucher worth a call of more than 30 minutes to a landline in some of our most popular countries, such as USA, UK, Germany, China, Japan. Or spend it however you like on Skype.

    To redeem your voucher:

    1. Go to skype.com/go/voucher
    2. Enter your Skype username and password
    3. Enter your unique voucher code and click redeem

    Voucher code ZZZZZZZZZZZ

    Thank you for allowing us at Skype to be a part of your life. May your holidays and the New Year be a time of joy, peace, and health for you and your family.

    If you require any additional information please visit http://blogs.skype.com/en/2010/12/.

    Kind regards,

    Tony Bates
    CEO
    Skype

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.