Quando a televisão nos trata muito bem

Aconteceu-me o mesmo que ao João Lopes: vi por acaso, achei que estava muito bem esgalhada e emocionei-me. Aliás, o próprio arco narrativo está construído num crescendo emocional duplamente perfeito, por corresponder à gradação do ciclo das idades e da gravidade dos casos. Ele dá conta do seu pensamento aqui: Uma reportagem realmente televisiva

A reportagem, em versão enriquecida pelo acrescento de explicações que podem ser consultadas em contexto durante o visionamento, está aqui: Os Tratadores

2 thoughts on “Quando a televisão nos trata muito bem”

  1. ainda mais maravilhoso é reflectirmos, há quem nunca nisso tenha reflectido, nisso de outros animais além de nós, animais que o Homem tem como inferiores, nascerem incondicionalmente para amar.

  2. Infelizmente a maior parte das vezes trata todos muito mal. Parece que o novo director de informação da RTP – o Dentinho que descobriu o palácio de luxo de Sócrates em Paris – está na mira do PS por causa do próximo Prós e Contras. Que em termos gerais parece que visa discutir o que até uma criatura como o Paulo Rangel já tentou trazer para a Campanha.

    Logo na altura tive oportunidade de ouvir comentar o tema na televisão. A bastonária da OA – Fraga (novamente convidada) – e a também muito jovem presidente da ASJP – Costeira. E não vi ou ouvi alguma coisa que tenha efectivamente beneficiado a Coligação PAF. Pelo contrário, ouvi com muita atenção desmontar muita propaganda PAF. Se a Justiça deve ser discutida durante a Campanha. Absolutamente!

    Já se o director do CM também devia participar neste debate em particular. Nem neste nem noutro qualquer. Como dizia o Manuel Machado, um vintém é um vintém e um FdP é um… O Manuel Fernandes, hoje um dos maiores malucos do défice, também conseguiu a proeza de dirigir o Público – anos a fio – sempre no vermelho. Se calhar também não gosta do Sócrates.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.