12 thoughts on “Pub”

  1. O pub do centrão.
    Não é bem bem a quadratura do círculo, é mais o arredondamento do quadrado.

  2. Vejo na RTP 1 a noticia da absolvição de um puto ( menor ) preso em preventiva ,por abuso sexual de outros menores, havia quase um ano. Ouve-se falar em erros grosseiros no processo. Como vai o dito puto refazer a sua vida? Nada consta ! Alguns que costumam estar de serviço ao comentário por estas bandas, dirão que é a justiça a funcionar, tudo na normal legalidade , portanto! Rabelais já tinha alertado para o perigo civilizacional da proliferação “des agélastes”.

  3. Ó JRODRIGUES, a absolvição NADA tem que ver com a PP. Uma coisa é a investigação onde é possível aplicar medidas de coação graves, desde que verificados os requisitos para tal. A investigação termina-se com uma acusação, que pode – eventualmente – ser confirmada por um despacho instrutório. Em qualquer dos casos, são maiores as possibilidades de condenação do que absolvição em julgamento, onde se faz a PROVA. Porém, nada diz que há, por certo, uma CONDENAÇÃO.

    Qual é a sua dúvida? Há lesados, há erro judiciário? Então indemnize-se!

  4. Mas é evidente, ó JRODRIGUES, se os ilustres como você souberem mais e comportarem a solução, porque razão não a apresentam ao País? Criticar é fácil, mas, ainda assim, pede algum conhecimento do que se critica.

  5. O Santinho do sindicato estará a pensar ir para a Easyjet ? É que o único beneficiado com esta greve foi a companhia inglesa.

  6. Ó ignatz, mas replicar para quê? O comentário do respondente fala por si ! Eu resumo para não ficares com dúvidas: Eu escrevo uma carta anónima a dizer que és pedófilo. A policia vai buscar-te e depois de um enxerto de porrada tu assinas voluntáriamente uma confissão sem sequer teres um advogado por perto. Vais dentro em preventiva. Quando a tiver tempo, és julgado. Estavas inocente e ficaste com a vida toda fodida ? Azar, pá ! Se quiseres, pedes uma indemenização e fica tudo resolvido ! Brilhante! Como diz a outra, é a “liberdade de expressão”! E ainda há quem diga que confia na justiça sem se rir ……

  7. Ó IGNORANTEZES, estão a ver como vocês perfilam todas as hipóteses possíveis? Vocês são jurisconsultos em potência. Façam um favor à Sociedade, canalizem esse douto saber para o 44, tirem o homem da cadeia , requeiram, requeiram, vocês têm a resposta. Avante.

  8. Qualquer tipo que pretenda transformar questões elementares de direitos, liberdades e garantias, num mero formalismo burocrático, é um nazi em potência !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.