Portuguesa de lei

"Era uma profissional de excelência, nas múltiplas e ricas funções que desempenhou, serviu o País com inteligência, lealdade, e profundo sentido do dever de bem servir", começa por dizer a nota assinada pela Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, e publicada no site da DGS:

"A Catarina era a ação e a energia, a resistência e a luta, qualidades, aliás, que se viam na passada larga, na impaciência criativa, no pensamento, nos cálculos, na escrita, nos projetos, nos planos e nos empreendimentos. Era uma força na nossa casa", refere ainda o comunicado, que dá conta de como era ainda "uma profissional brilhante e incansável, mesmo doente, foi sempre brilhante e incansável".

"Levou a vida a dizer mal dos gatos e no fim foi adotada por um, de quem se tornou cúmplice. Ofereceu-me uma oliveira, chorou comigo e por mim, trabalhou comigo, ajudou-me muito, mas muito, uma companheira perfeita. Fazes-me uma falta incalculável. Espero ter estado à tua altura", escreve Graça Freitas numa nota mais pessoal, manifestando a toda a família de Catarina Sena o pesar de toda a equipa da DGS.

Morreu Catarina Sena, Subdiretora-Geral da Saúde

One thought on “Portuguesa de lei”

  1. Pelo currículo descrito na comunicação social, creio que o elogio está de acordo
    com a carreira profissional da falecida que, como muitos portugueses não tive
    oportunidade de conhecer antes da sua passagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.