Perguntas simples

Depois de termos visto o Palácio de Belém transformado num centro conspirativo ao serviço do rancor do chefe da direita portuguesa, estaremos condenados a ver de seguida o Palácio de Belém transformado num circo ao serviço do palhaço do regime?

29 thoughts on “Perguntas simples”

  1. Amigo Val, penso que deves remeter a pergunta acima em correio expresso para o Largo do Rato, local onde muitos “socialistas” estão apostados em voltar a fazer MERDA. É a vida…
    Ontem um alegado jornalista da rtp, após o anúncio da candidatura, já se referia ao putativo candidato como “o presidente da república”. Daqui até à eleição nos “mirdia” vai ser um fartar vilanagem.

  2. Possivelmente isso vai acontecer. A gente do PS, “ao mais alto nível” tal como aconteceu na eleição e reeleição de Cavaco, vai fazer dispersar os votos da maioria de esquerda. Ontem foram Soares e Alegre, agora a Maria de Belém. Às vezes penso que na esquerda em geral existe uma ânsia de protagonismo individual que roça o puro narcisismo e a irresponsabilidade. Estes protagonistas, em contradição flagrante com tudo o que pregam, julgam-se messias salvadores e agem como tal. Julgam-se iluminados e não olham para as consequências dos seus actos. O país e os portugueses são, de facto, a última das suas preocupações, apesar de nos tentarem fazer pensar o contrário.
    Democraticamente tudo isto é muito lindo mas…Sim, acabamos em “cada cabeça sua sentença”, perdidos em discursos, quando a hora é de tomar decisões inadiáveis para construir a “cidade”.
    A alternância democrática entre progressistas e conservadores só será efectiva quando se apresentarem a votos essas duas forças em confronto claro. As divergências dentro de cada uma das forças devem ser debatidas interna e democraticamente, para fazer evoluir o “conjunto”.
    Levar a votos cada uma das tendências dos conservadores e dos progressistas tem conduzido ao descrédito das democracias.
    O problema são os “messias” e os iluminados, incapazes de um verdadeiro diálogo com os outros. Julgam-se sabedores da única verdade e do único rumo certo.
    Noto que a direita já percebeu que “cada um por si” não leva a lado nenhum e estão a unir-se “pragmaticamente”. Deve dar-lhes muito gozo assistir à emergência de inúmeros “messias” de esquerda e de como é fácil crucificá-los.
    Por este andar, qualquer trambiqueiro se pode tornar inquilino de Belém.

  3. A menos que … ocorra um milagre … e apareça à última hora aquele que Marcelo mais teme.
    Digamos que depois de ver António Costa transfigurar-se num político de mão cheia (e colocar-se na posição de quem verdadeiramente manda no pântano), eu já não descreio que esse milagre também possa acontecer.

  4. Chamemos então, com muita vontade e fé, a Lúcia, o Francisco e a Jacinta. Que os divinos beatos iluminem algumas cabecitas pensantes que habitam no Palácio Rosa.

  5. o silêncio do bloco é ensurdecedor.deve estar à espera que o ps lhe vá pedir a sua colaboraçao, para conseguir uma cada vez menos provavel soluçao governativa.eu compreendo-os.a sua gente alem de envelhecida na sua esmagadora maioria para um partido de extrema esquerda,é pessoal sem grandes preocupaçoes com o futuro,pois no mercado de trabalho,o estado não tem concorrencia.um governo ps,tem que voltar a pegar no simplex,para tornar este antro( cheio de gente, que acima de um determinado nivel ,tem emprego garantido para toda a vida,mesmo que não valha um caralho,)menos pesado e mais eficaz.

  6. Se a Ana Gomes, Álvaro Beleza, Manuel Alegre agradecido disseram que apoiavam a Maria de Belém, idílio que contou à partida com as ilustres presenças do Eurico Brilhante Dias, Luís Reto, Rita Ferro, Leonor Xavier, Marta Crawford, Joshua Ruah e António Rendas da UNL (a ordem vai desde o irrelevante absoluto para o civícamente sofrível), se a estes se juntarem o consultor Jorge Coelho e o desaparecido em combate nas trincheiras europeias Francisco Assis, até um cego e o Marcelo Rebelo de Sousa consegue perceber o peso político da sua presumível adversária na segunda volta. De que não se conhece um átomo do que se esconde por baixo daquela cabeleira, possuidora de uma carreirazinha ministerial nos longínquos governos do PS de António Guterres e, a partir daí, completamente vazia no plano político-partidário (de que ressalta no cadastro o ter sido presidenta com o secretário-geral António José Seguro, péssima).

    Desconfio que todos eles, secreta ou públicamente, votariam no candidato catavento logo à primeira volta. Contra o Sampaio da Nóvoa, o padre Edgar Silva ou o Carvalho da Silva que sabiamente se pôs ao fresco, seguramente que sim. Contra uma aventesma direitolas que fosse sinceramente apoiada pelas direcções do PSD e do CDS, fariam-no estrategicamente até que o vento mudasse por OG do ES daqui a + 8 anos se ainda cá andassem.

  7. Adenda, para esclarecer. Sobre a segunda volta, por muitos que sejam os votos, ou poucos, a sua dispersão por Sampaio da Nóvoa e Edgar Silva + candidato/a do BE resolvido o mistério da rua da Palma podem permitir uma segunda volta. O PCP é que parece ter ficado livre de votar à esquerda, pode aproveitar as eleições presidenciais para restaurar os seus bastiões eleitorais que foram abalados nestas legislativas (Setúbal bastante, grande parte de Évora e em Beja, por exemplo) e sair de mansinho porque o seu aparelho e os militantes têm uma paciência do chinês.

  8. Iguais nauseas à da coligação e ao PR atual, sinto por todos aqueles e aquelas que no PS tentam tramar A. Costa e pretendem 1 coligação à direita.

    Estamos fartos desta gente. Votámos, muitos, partindo deste princípio- em democracia, mandar a coligação dar 1 volta ao bilhar grande.

    Cavaco Silva, o pior PR de Portugal, ever!

    O professor MRS, um oportunista, demagogo, populista e tudólogo! Percebe de constituições mas nunca o vimos defender o TC . OE sempre inconstitucionais, mereciam sempre um “nim”.

    A ganhar, teremos 1 PR diferente do atual. O atual não participaria num reality show. Marcelo, sim. Sei lá, é mais “comunicativo”, dizem. E a populaça gosta, certo?

    Mª de Belém? Jamais!

  9. os velhinhos que militam no bloco,é gente de direita infiltrada,para compor o ramalhete na altura das eleiçoes. .os filhos como não têm emprego para toda a vida,votam ps,pois sabem que é o unico partido que lhes dá alguma esperança !

  10. «Jasmim
    10 DE OUTUBRO DE 2015 ÀS 10:58
    No Palácio Rosa não habita neste momento ninguém com cabeça!»

    Ai que hilário. Ai que hilário. E não é que a BURRA dizia antes que António Costa se transfigurou « num político de mão cheia (e colocar-se na posição de quem verdadeiramente manda no pântano)».

    Então o homem não mora no palácio dos ratos…? Hum?

    Ó pás, são estas petites choses que me fazem vir aqui. São importantes para o estudo da população….caramba.

  11. eu voto sampaio da nóvoa.maria de belem roseira,é uma politica que pelos vistos só consegue expressar-se por linguagem gestual!nunca a vi discursar,ou rebater a direita no parlamento.ela nem o ordenado de deputada justificou ao longo destes anos.agora dirijo-me a esta senhora,para lhe pedir um pingo que seja de vergonha para voltar atras na sua tresloucada candidatura.

  12. O Burro Cego não sabe que o Palácio Rosa é habitado pelo Cavaco ?
    De que cor é o cavalo branco de Napoleão ?
    Ou de que cor é o palácio cor de rosa de Belém ?

  13. BURRA, pois…mas olha o palácio rosa…é dos ratos…e até é rosinha de fachada…
    Quanto ao resto, ai és tão original…BURRA. ai como és original…hum…se calhar não queres falar do cavalo de napoléon….procura li para os lados da Praça da figueira, pá, Rossio, tás a bere?BURRA.

  14. Já agora o palácio de Belém …é laranja….e vai continuar a sê-lo….rosa mesmo…só o palácio do rato dos ratos.

  15. BURRA – tu estás certificada como BURRA neste espaço e, ou muito me engano ou deves ser considerada com tal no teu «espaço». Avaliando pelo que tu aqui vais debitando….Toma uma aspirina ou então enfrasca Victan, deve acalmar-te os coices….

  16. Maria de Belém na presidência da república obrigaria a que todas as cerimónias de estado tivessem que ser em espaço fechado. Já imaginaram a dita a passar revista às tropas em frente ao Jerónimos num dia de forte ventania. Ainda ia parar ao Cais das Colunas.

  17. Ó Adelino, ela é pequenina mas em contrapartida, quando se senta mostra bem a pernoca, e digo -lhe, tem uma bela coxa . Valha-nos ao menos isso, hehehe .

  18. Oh Pimpaumpum, não tás mesmo a ver nenhum. Boa coxa? Milhor pernoca? Ainda se fosse o Senhor Numbejonada, que de acordo com o niquineime , tem o olho avariado, a emitir essa opinião…
    A liliputiana continua presa à rigidez do seu cabelo… e das ideias que lhe chocalham na mona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.