12 thoughts on “Perguntas simples”

  1. Ora bem…
    estes sim, são questões importantes,
    a par de omnipresença dos srs. drs. juizes
    em clarissimo conubio com politicus do psd
    e destes, politicus do ppd,
    inspirando-se nas razões – posições (?) daqueles
    publiicamente assumidas
    em perfieto respeito da separação de poderes…
    é insustentavel que Venerandu não explique de vez
    o que esteve fazendo com seus ministros
    naquelas sinistras SLN/BPN
    e aquela compra e venda de acções fora de bolsa…
    que é feito do BPN….
    sim…
    rapidamente e em força
    que tais silencios e paralisias são in-sus-ten-ta-veis….

  2. Só pessoas de muito mau feitio e pior carácter, se aproveitam destes momentos tão risonhos para colocar questões de índole duvidosa!
    Onde está o BPN?
    Pois o BPN e a sua ditosa SLN estão onde devem estar:
    No remanso da sua tranquilidade depois de terem esgotado os seus neurónios a bem fazer e na protecção dos desfavorecidos.
    Que insinuações são essas de inside trading? Nem havia trading. Como podia haver inside?
    A única coisa que ainda me inquieta, mas eu sou um fulano que embora seja crente, tenho dias de menos confiança e assim, é onde pode estar o dinheiro?
    Que caminho levou?
    Por outro lado a minha confiança na justiça diz-me para estar tranquilo.
    No pasa nada!, como diria um amigo de Huelva que é um tipo curtido nestas questões financeiras…
    Abraços

  3. Está a marinar, juntamente com o caso do BCP, dois grandes cancros da actividade económica em Portugal, ilustrmente apadrinhados pelo ilustre Porf. Cavaco

  4. O que é feito de tudo o que lhe está associado? O que é feito do caso BPP? E do caso BCP? E do caso Pisa Flores ou Pousa Flores ou a p… que os pariu? E da inventona do Fernando Lima/Cavaco? E da idas ao Dubai, etc. etc.? E da falta de coragem dos mesmos de sempre? E quando é que o rapaz do Ângelo deixa cair a máscara? Sinceramente amigo Val, a oposição fede.

  5. Pergunta, Valupi, pergunta! Já que não podemos fazer nada contra os pulhas da justiça, pelo menos estas perguntas acordam-nos para a pulhice instalada ao mais alto nível do Estado, com o outro a dizer em Bruxelas que «de Direito já não é».
    Afinal de contas é tão fácil respeitar o segredo de justiça, quando os senhores magistrados querem mesmo! Este silencio absoluto sobre o BPN e os outros casos todos de uma gravidade extrema, envolvendo os barões do PSD, são a denuncia mais gritante de quem viola o segredo de justiça: os magistrados! Estamos bem entregues e fodidos, caralho!
    Só uma classe politica cumplice, por interesse, cobardia ou por natureza «filha da puta» se cala, da extrema esquerda à extrema direita. Estes senhores do BE e do PCP podem limpar as mãos à parede. Estão prontos a alinhar na mais execrável e descarada pulhice dos barões deste país, desde que isso lhes seja politicamente conveniente. O jogo sujo dos magistrados pelo menos prestou este inestimável serviço ao País: fez ver aos portugueses que os bloquistas e comunistas são farinha do mesmo saco, do saco dos barões. Só o discurso engana. E o PS também está cheio de merda.

  6. O BPN? Certamente é um processo apenso ao contrato de aquisição dos submarinos, anexado aos putativos ou desaparecidos documentos das contrapartidas …coisas menores, essas que metem milhões de euros….milhões de milhões.., e centenas de milhar para outros.
    Quando o Governo é PSD, tudo funciona e ninguém sabe porquê…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.