8 thoughts on “Perguntas simples”

  1. Não sei mas só é toureado quem quer. Eu diria que jà é um problema intrínseco do PSD. Veja-se Rio hoje em dia…

  2. «Não sei mas só é toureado quem quer. », aiiiiiii!

    Nota. Epá não te esqueças que são muitos anos a engolir as cenas do José Sócrates, para o Valulupi isso de sentir prazer ao ser toureado tornou-se num vício.

  3. Sócrates fez tantas coisas,lançou tantas pistas,rasgou tantos hotizontes, empurrou tanto inerte,acordou tantos comatosos que se percebe que tenha inimigos,não se percebe que sejam tão poucos !
    Um homem desta envergadura justifica um exército que o combata e jamais este grupelho de beatas bichanando aziumes requentados…

  4. Pronto!!! E o merda seca que não fosse buscar o Sócrates. Tens o gajo entalado na garganta, desgraçado.

  5. Lembram-se do slogan dos idiotas acerca das megalomanias socráticas, “gastaram o dinheiro nas autoestradas e agora estão às moscas, vão ter de as vender”.
    Pois hoje foi notícia que as autoestradas andam a abarrotar e batem recordes de transito.
    Terão percebido agora que matando a economia matam o país as pessoas empobrecem e até as pequenas estradas ficam às moscas?
    Como fez Passos e seus capangas Borges e Rabaça, com a sua velhaca teoria da “destruição construtiva” que depois impingiram ao povo o slogan das “autoestradas às moscas”; fazer o mal e a caramunha faz parte da teoria do filho da puta.

  6. Para os coitados que já não conseguem viver sem sonhar com Sócrates ainda hoje foi publicada mais uma prova de quem é o verdadeiro pai do processo Marquês. Tal e qual a inventona das escutas em Belém. Com a múmia mais uma vez tosquiada nas primeiras páginas dos jornais lembraram-se de desenterrar o motorista. Para ver se passa…

  7. o inteligente da corrida é o bolicoiso e a modalidade é de cernelha, manda cunhados, genro & gang para a arena, depois não se lembra , não passou nada, não foi essa a informação que tinha ou nem sabia que tinha acções do bpn, muito menos sobre a sisa da coelheira e quase nada (um simples: olhei-o nos olhos) do lóreiro conselheiro de estado que investigação do bpn não o conseguia notificar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.