10 thoughts on “Perguntas simples”

  1. O Genrónimo está desfasado do novo totalitarismo, é um Grande Avô que ainda gosta de muros e controle homem-a-homem, ora o que está a dar é a marcação à zona que dá uma sensação de total liberdade ao adversario atraves da admiravel conectividade. Para o totalitarismo moderno quanto mais pessoas se conhecerem melhor; não é apartar, nem prender, é sim juntar e dar a conhecer. Depois cada um arranja a sua própria prisão e vive-a como um paraíso. Para quê o sofrimento, camarada?
    Vai tudo dar mais ou menos ao mesmo só muda o modo de observação .
    https://retina.elpais.com/retina/2019/02/22/tendencias/1550819915_405396.html

  2. deve ser aquilo que existe em israel e respectivos territórios ocupados, certamente. pelo menos é o que se vai lendo sempre que matam umas centenas de crianças

  3. Se existe ou não no PCP, só escafandristas em combinação com alpinistas poderão,com muitíssima fiabilidade, asseverá-lo.
    Que sem PCs a democracia já estaria enterrada há muito,só a má fé cínica ou a imbecilidade córnea poderão negá-lo.

  4. E eu gostava de saber o que é que existe actualmente na UE: ainda é democracia?
    Realmente os países que constituem esta União ainda vão a votos para eleger os seus governos. Mas será que isso conta para alguma coisa? Os governos saídos desses eleições não governam todos da mesma maneira, independentemente das suas “ideologias”? Na actual UE qual a diferença entre um governo de direita ou de esquerda? Não me parece ser grande, pois estão todos subordinados a um controlo central, chamado Comissão, e aí quem manda não são eles nem os eleitores: é o grande capital financeiro.
    Devo acrescentar que, há anos atrás, também eu era um europeísta convicto: actualmente não sou mais que um euro-céptico, mas muito muito céptico.

  5. É graças à democracia que os países da Europa têm conseguido – tant bien que mal – sobreviver, tentando aplicar ao nível da sua “associação “, as regras dos seus Parlamentos Nacinais, com continua adaptação ….
    Os partidos comunistas que existiam na Europa, como o poderoso P. C F, ou o P. C. I., foram perdendo o discurso “estalinista”, por se enfraquecerem “democraticamente”, em competição com os outros partidos da dita esquerda….
    Curiosamente , o Partido Comunista Português , que só deixa de ser clandestino, após a Revolução Militar de Abril 1974, faz a sua adaptação ao “teatro parlamentar”, e consegue uma adesão popular , graças às características sociológicas e ao “momento histórico ” desses anos…. E porque esses factores ainda persistem, e porque estamos na periferia sudoeste da Europa , o Partido tem mantido o seu “perfil de Abril”!…
    E concordo com o comentário anterior ….e por ironia do destino…. Sem o PCP ” a Causa Pública” estaria muito pior….e a esquerda democrática não teria sobrevivido….

  6. Em pleno século XXI, onde os alimentos geneticamente modificados são uma realide, os drones matam de forma autonoma e onde os carros autonomos e a ediçao de genes são quase uma realidade, ainda damos voz a estes sidosos mentais congelados no tempo.

    Haverá povo mais original que este?

  7. A democracia existe e segundo Jerónimo de Sousa contém dois partidos: o PCP e o resto que são “todos farinha do mesmo saco?

  8. acho que uma vez vi passar a democracia montada num unicórnio, mas foi muito depressa e tinha acabado de acordar, deu-me ideia de ser também um animal mítico ainda que difundido como real por uns sacerdotes do Poder apodados de “representantes” para poderem chular o povo . sacam milhões com esta fábula, os sacanas.

  9. A democracia anda de facto muito abalada e irreconhecível.
    Mas, gostaria de comentar que ontem no prós-e contras de muito má qualidade de moderação.
    Mesmo já marreta aquela moderação, o único participante interessante foi o homem do PCP.
    Mostrou que se deve falar dos temas mais difíceis com tranquilidade acertiva.
    Francisco Assis já está estragado!
    O resto incluindo a rapaziada a quem pagamos para viajarem e trazerem o que por lá se passa foram vergonha encomendada!
    As tias com licenciaturas da peixeirada uma dó.
    Foi um exemplo de postura democrática o homem do PCP e aguentou os insultos pouco democráticos dos que dizem defender a democracia à lá amaricana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.