14 thoughts on “Pergunta muito importante”

  1. Só nos meus lados, mas tem de ser por baixo da mesa que eles andam aí, a Asae e os coisos. Isto de semear abóboras, tratá-las e retirar as pevides à moda antiga já leva batatadas com os impostos e então, tem de ser às escondidas é? Amendoins já pode encontrar no El Corte Inglês e não são made in China.

  2. Há dias disfarcei-me de turista e entrei numa dessas lojas de recuerdos e souvenirs que por aí abundam. Prenderam-me a atenção umas embalagens de figos secos com amêndoas, que logo presumi, erradamente, serem das poucas coisas portuguesas existentes na loja. Os figos mailas amêndoas estavam acondicionados em bandejas de esferovite branca cobertas com película aderente, como aquelas em que se vendem coxas de frango nos supermercados. No verso das bandejas havia uma etiqueta colada que indicava a proveniência do produto. Os figos eram da Turquia, as amêndoas dos EUA. Suponho que a bandeja, a película e a etiqueta seriam chinesas. A própria loja era indiana ou paquistanesa. Só o falso turista é que era português…

  3. Pevides e amendoins? Val, prepara-te que daqui a pouco nem o bacalhau escapa a sair da China. Daqui a muito pouco mais de metade do salário dos portugueses será transferido em remessas para a China, seja em produtos que nos vende seja em dividendos dos negócios chorudos que os actuais iluminados das Lusíadas lhes ofereceram.

  4. Amendoins encontra facilmente na região de Aljezur. No final do verão pode comprar às sacas e depois torra-os no forno aí de casa à medida do seu consumo. Se comprar na cooperativa local fica-lhe mais em conta.

  5. . olinda se tudo vier da china com que dinheiro lhes pagas? o pasquim o diabo,já visualiza socrates como candidato a belem.

  6. mesmo coincidência boa – e só para ti, viste. :-) até fiquei com vontade de rilhar amendoins que ainda por cima, está visto, só fazem engordar as receitas. :-)

  7. Precisamos de mais jornais de direita. Sem dúvida. Há que educar povo, senão este não passa da sardinha assada no pão e paga-a como se fosse pitéu em jeito de faisão servido em 1ª categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.