Pedro e a hermenêutica

Passos Coelho negou hoje o convite para salvar Portugal através desta fórmula:

Gostaria de dizer que tal convite nunca me foi dirigido.

Em ordem a conseguirmos descodificar o que pretende dizer, aqui vai outro exemplo da sua capacidade de expressão:

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, reafirmou ontem em Viana do Castelo que não irá “viabilizar as medidas do Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC)” anunciadas sexta-feira e acusou o Governo de não “passar cartão a ninguém”.

“A oposição, reunida na véspera a discutir uma moção de censura no parlamento, não soube de nada. Eu próprio recebi um telefonema apenas na véspera a avisar que iam ser apresentas novas medidas de restrições. Os parceiros sociais que estiveram reunidos em concertação social com o Governo foram também surpreendidos”.

Para Pedro Passos Coelho “não é normal em democracia o desprezo pelas instituições e pelas pessoas” que o Governo tem demonstrado neste processo. “É uma falta de cultura democrática que temos que ultrapassar no futuro”, afirmou Passos Coelho.

“Nós honramos a nossa palavra”, garantiu Passos Coelho.

10 thoughts on “Pedro e a hermenêutica”

  1. Obrigado Val,Por Me Ajudar A Ter A s Meninges Estimuladas.

    A Propósito Do Personagem Em Apreço,Apenas Isto:Quem Contribui De Forma Decisiva Para O Derrube De Um Governo Mentindo,É Um Mentiroso Com Falta De Sentido De Responsabilidade E De Estado.Quem Concorre A Umas Eleições Legislativas E As Vence Na Base Da Mentira E Da Falsidade,É,Objetivamente,Um Ser Desprovido De São Carácter,Na Justa Medida De Que Não Olhou A Meios Para Atingir Os Fins Pretendidos;Ser Primeiro Ministro.

    Na Minha Terra,A Sabedoria Ancestral De Um Povo Com Base Numa Cultura De Muito Conhecimento Adquirido,Ensina-nos Através De Um Processo Geracional,Entre Muitas Outras Coisas, O Seguinte:UM MENTIROSO É SEMPRE UM MENTIROSO E UM PULHA É SEMPRE UM PULHA!

    Aguardarei,Sereno Mas Expectante,Que O Que Falta Ser Dito Sobre Esta Tropa Fandanga E Seus Mentores Espirituais E Outros,Com Ou Sem Pintelhos,Aconteça E Consequentemente Varramos Do Poder O Lixo Que Neste Momento Nos Conspurca Enquanto Povo E País,Com Quase Um Século De Existência.

  2. o angelus anúnciou ao parvus, mas este não s’alembra du cu patrão disse.

    “A certa altura, recebi um telefonema de uma pessoa muito importante do Governo do PS que queria inteirar-se se eu estava disponível para saber se o dr. Passos Coelho estava receptivo a apoiar um Governo de unidade nacional ou a poder vir a entrar num Governo formado com o PS”

    http://www.publico.pt/pedro-passos-coelho/jornal/socrates-sondou-passos-coelho-para-ser-seu-viceprimeiroministro-27289183

  3. Acho que a pergunta foi mal feita e o fdp aproveitou a ocasião para dizer que não tinha sido convidado. Parece que lhe perguntaram qualquer coisa como se o tinham convidado para vice dum qualquer governo e ele, naturalmente, respondeu não. Ora a pergunta deveria ter sido formulada pelo jornalista de outro modo. Se o tinham convidado para um governo de unidade central. Aqui se ele respondesse não era o velho e relho mentiroso que todos conhecemos.

  4. TOBIAS
    Tens razão. O pseudo jornalista fez-lhe a per-
    gunta de tal forma, que permitiu que o pedrinho de massamá podesse dizer não,sem
    mentir. Houve uma reunião entre o eclipse
    Lomba e o jornaleiro, para encontrar a forma
    “científica” de formular a pergunta

  5. Marcos 14

    Estando Pedro embaixo, no pátio, uma das criadas do sumo sacerdote passou por ali.
    Vendo Pedro a aquecer-se, olhou bem para ele e disse:
    “Você também estava com Jesus, o Nazareno”. Contudo ele o negou, dizendo: “Não o conheço, nem sei do que você está falando”. E saiu para o alpendre.
    Quando a criada o viu lá, disse novamente aos que estavam por perto: “Esse aí é um deles”. De novo ele negou. Pouco tempo depois, os que estavam sentados ali perto disseram a Pedro: “Certamente você é um deles. Você é galileu!” Ele começou a se amaldiçoar e a jurar: “Não conheço o homem de quem vocês estão falando!” E logo o galo cantou pela segunda vez. Então Pedro se lembrou da palavra que Jesus lhe tinha dito: “Antes que duas vezes cante o galo, você me negará três vezes”. E se pôs a chorar

  6. “Pedro e a hermenêutica” Porra Val, e logo a hermenêutica. O desgraçado do coelho sabe lá o que isso é.
    Mauzinho Val… não se faz, não se faz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.