Passos traduzido

Ainda há quem pense que, depois deste ínterim, o regabofe pode voltar. E que podemos, como era dantes, saciar as elites com dinheiro e o povo com promessas, mesmo aquelas que depois sabem a fel na nossa boca. Muitos pensam que é por aqui que passa o futuro. Enganam-se!

O futuro agora passa por saciar as elites com o desmantelamento do Estado e o povo com a austeridade necessária até esse mesmo povo aprender a lição e deixar de consumir, exigir e mandriar. Regabofe nunca mais, isso só na Madeira e para inglês ver.

O tempo dos privilégios acabou. É tempo de quem tem mérito mostrar o que vale.

Sem privilégios – entenda-se: sem qualquer apoio social, sem garantias, sem direitos – não há mesmo outro remédio senão cada um mostrar o que vale na selva social e tentar safar-se como puder, de preferência no estrangeiro.

Temos a ambição de poder vir a renovar o mandato, porque Portugal precisa de mudar, continuamente, para não voltar à cultura da facilidade e do endividamento.

Portugal é um doente crónico que sofre da cultura da facilidade e do endividamento. A terapêutica passa pela cultura da dificuldade e do empobrecimento, sendo para tal preciso mudar continuamente, mudar sem parar, mudar forever, ou a doença voltará se a diálise feita com estas laranjas podres for interrompida.

Não perco a esperança de que Portugal possa ter uma Constituição melhor.

A Constituição actual, como recentemente o Tribunal Constitucional teve ocasião de voltar a mostrar, é um empecilho para a visão de Passos e Relvas. Portugal não se pode dar ao luxo de desperdiçar o génio de Passos e Relvas só para manter uns direitos foleiros que impedem os saques à má-fila que tanto jeito dão às contas do laranjal.

Supúnhamos que a recessão de 2011 fosse mais forte do que foi. Esperávamos que a recessão em 2012 não fosse tão grave quanto está a ser.

Mentimos sem qualquer vergonha na cara a respeito de 2011 e voltámos a fazer o mesmo a respeito de 2012.

No que era importante não falhámos.

Reparem: retirámos malta fixe dos blogues e demos-lhe remunerações condignas com o seu esforço recente, fomos ao bolso da classe média e dos pobres e apanhámos o que havia e o que não havia, e temos feito magníficos negócios com as jóias do Estado. Falhámos? Talvez aqui ou ali, mas no que era realmente importante o sucesso não podia ser maior.

36 thoughts on “Passos traduzido”

  1. um sermão desarticulado feito por um aldrabão que empapa o discurso para não estragar o arroz. nem a anedota do santana conseguiu ser tão má, oh cavaco! isto não é má moeda, é cheque sem cobertura. tás à espera de quê para puxar o tóclismo parlamentar? impossível descer mais baixo, qualquer merdas que venha será necessáriamente melhor que este palerma moralista, já não há paciência para tanta bacouquice e mentira descarada.

  2. A reacção deste assessor da bancarrota prova o quão certeiro foi o discurso de Passos.
    Não deixa de ser engraçado que aqueles que forneciam ao agora aluno parisiense o argumentario que sustentava as suas sucessivas mentiras, vistam agora a pele de virgem ofendidas com as supostas mentiras deste governo. É um belo espectáculo a que vale a pena assistir. Viva o dia 5de Junho de 2011

  3. tirando o anúncio da candidatura às próximas eleições, as recorrentes mentiras e o descartar responsabilidades, o galã de massamá não disse mais nada, os assessores andam pouco imaginativos ou foram de férias. poderia ter falado da queda de cabelo, dos sustos da filha ou do aumento de peso da laura cachupa, pelo menos satisfazia o umbigo, contentava a pasquinada e poupáva-nos a moral balofa da homília desconexa.

  4. Todo este choradinho sobre o endividamento do estado,(os privados podem ter dividas à vontade que o povo paga),tem que ser carimbado com uma regra de ouro na constituição.qual o objectivo desta medida? impedir malvado endividamento? não meus amigos.isto é uma monobra pensada para nos por ao nivel da Albania de antigamente.Como se pode impor uma medida deste tipo, a um estado,quando esse mesmo estado tem, como é a sua obrigação ao seu cuidado: escolas, sns, estradas, apoios a varios sectores desfavorecidos da sociedade civil e economia, e, que tudo isto é pago com a receita dos impostos que a economia possa gerar,principalmente nas exportaçoes que dependem de terceiros. a direita esconde que uma boa parte do deficit encontrado no estado (a meio do mandato, do governo anterior, eleito democraticamente. convem não esqueçer nunca…) foi por força de uma brutal baixa de receitas de impostos,de um substancial aumento de apoios a desempregados e a instituiçoes de solidariedade social,do roubo do BPN da cratera na Madeira e ao apoio da direita às greves nomeadamente dos transportes que geraram um agravamento do defict nesse sector, em varios milhoes de euros.que virtuosa é a nossa direita!até promoveu greves dos camionistas como no chile. perante esta realidade economica, quem vai pagar a regra de ouro? os trabalhadores com a baixa nos salarios e pensoes para tornar as empresas mais competitivas para poder competir com a guiné,pois a china nessa altura já deve ter salarios mais altos em toda a populaçao.Obs: ouvi agora na radio uma parte do discurso pausado de Passos Coelho,parecia que estava a ouvir Salazar,tal era a semelhança nos argumentos e no som.

  5. Refere-se á mesma pele de virgens ofendidas que estes bandalhos que lá estão agora vestiam antes de lá estarem? O discurso é o mesmo.
    Arranjem argumentário novo que coincida com os numeros : mais 3% de desemprego só num ano, – 3.3% do PIB no segundo semestre com perspectiva de continuar a cair, justifique lá estes numeros com a pessoa que está a passar férias em Paris e que já não é PM há mais de um ano, se for capaz…

  6. @ antiabrantes: larga a droga, pá!
    A única coisa em que o Passos acertou foi que o arroz (e a mente dele também) ficou em papa.

  7. “qualquer merdas que venha será necessáriamente melhor que este palerma moralista, já não há paciência para tanta bacouquice e mentira descarada”

    Acho que já ouvi isto antes. Mas este comparar pilas de caciques, dá jeito a certo pessoal, evita por exemplo que se fale de quem é que assinou e apoia o memorando da troika.

  8. quem assinou o memorando foi um socras demissionário num acto de patriotismo enquanto que os caramelos que encomendaram o serviço se recusaram a fazê-lo num acto de cobardia e calculismo político para agora apergoarem o que tu papagueias. se bem me lembro a cavacada mais os psdês andavam ufanos e gabavam-se de liderar o processo das negociações com a troika, o cadroga até fazia publicidade ao blackberry e a esquerda contribuinte para o bota abaixo tomou a habitual atitude irresponsável de ignorar as negociações para mais tarde dizer mal à vontade. se calhar tamém já ouviste isto antes, mas fazes por esquecer.

  9. Que mania certas pessoas têm em confundir o assinar com o executar…
    Nunca ouviram dizer que há vários caminhos para se chegar ao mesmo resultado?
    Ou gostam mesmo é do pensamento de via única em que outros mandam e vocês executam sem terem de se preocupar com o estarem a seguir um caminho correcto?
    É mais fácil obedecer do que pensar não é?
    De resto, foi o vosso querido lider PPC que debitou a seguinte máxima : só os estupidos é que não mudam.
    Obviamente nem ele percebeu o que disse, a avaliar pelo caminho errado que insiste em fazer-nos percorrer.Há sempre estupidos que teimam em não perceber que são estupidos…

  10. Não! Não acredito que esta «tradução» tenha sido feita pelo Valupetas. O «nosso» conhecido «especialista» em descobrir e em denunciar imbecis e/ou ranhosos nunca poderia escrever um texto como este, cheio de imbecilidades e ranhosices. Mais: o «nosso» conhecido «especialista» em descobrir e em apoiar governantes «centristas» e «reformistas» nunca poderia fazer uma «tradução» tão deturpada de um discurso tão moderno e reformista, como o que é citado.
    A primeira imbecilidade do Valupetas é acusar o Passos de querer desmantelar o Estado, quando este PM, que é um «centrista» e um «social-democrata» (como o «nosso» saudoso Pinto de Sousa), apenas pretende «reformar» o Estado, isto é, reformar a Educação, a Saúde e a Segurança Social. Porque fechar escolas ou centros de saúde, aumentar taxas moderadoras ou a idade da reforma, e fazer cortes em subsídios não é desmantelar nenhum Estado, mas sim torna-lo mais eficiente, mais racionalizado, ou, em suma, mais «moderno» – processo que foi iniciado pelo «nosso» saudoso, e de que a imitação Passista quer agora apropriar-se. Mas «nós» sabemos distinguir o que é uma cópia e o que é original.
    A segunda imbecilidade do Valupetas é acusar o Passos de querer dar uma lição ao povo mandrião, mal habituado e que anda sempre a exigir ou a protestar. O Passos é um governante «responsável» (como o «nosso» saudoso), e por isso sabe que todas as suas medidas de austeridade têm o apoio da maioria do povo, pois os portugueses entendem a necessidade dos sacrifícios e sabem que só umas finanças equilibradas permitem um desenvolvimento sustentável. O povo português é sereno, não se confunde com esses arruaceiros irresponsáveis da «esquerda imbecil», que passam a vida a exigir e a mandriar. A propaganda do «nosso» saudoso já «nos» tinha explicado a natureza e finalidade das suas medidas «reformistas», assim como a natureza e as finalidades dos mandriões «imbecis». Mas «nós» sabemos distinguir a imitação passista da originalidade sousista.
    A terceira imbecilidade do Valupetas é considerar como direitos sociais aquilo que são, de facto, «privilégios», ser contra a «meritocracia», e consequentemente ser contra qualquer tipo de avaliação que separe bons e maus e produtivos de improdutivos. Como o «nosso» saudoso já nos tinha alertado, este tipo de discurso «imbecil» é utilizado pelas corporações, pelos funcionários do Estado, e pelos conservadores que estão contra o «reformismo» e o «modernismo». O Passos está contra a mediocridade e a favor da excelência, o que só se alcança com mais flexibilidade laboral e com um mercado mais «livre», e por isso só faz bem em seguir a visão social socretina. Mas, mais uma vez, «nós» sabemos distinguir a imitação passista da originalidade sousista.
    A quarta imbecilidade do Valupetas é atacar a mudança contínua defendida pelo Passos, quando o «nosso» saudoso também defendia um «reformismo» contínuo. Só a esquerda «imbecil», «sectária», «conservadora» e «reaccionária» está contra um programa deste género. Aliás, sendo o Valupetas um tipo que está ligado à publicidade, devia saber que estes slogans, por mais vazios de conteúdo que sejam, e por mais desfasados que estejam da realidade, até costumam lavar (cabeças) mais branco. Se funcionaram com os socretinos, não há razão para não funcionarem com a imitação passista. Mas, claro, «nós» sabemos distinguir a imitação passista da originalidade sousista.
    A quinta imbecilidade do Valupetas é considerar que temos uma Constituição adequada aos tempos e desafios modernos. Ainda que o «nosso» saudoso não tenha exigido que ela fosse revista, é evidente que ele percebeu que temos uma Constituição arcaica e anacrónica, a começar pelo seu preâmbulo. Porque só a recusa desse arcaísmo explica a necessidade do Pinto de Sousa em considerar-se a si mesmo como um representante da «esquerda moderna», e como um admirador da terceira via do Blair, e não como um socialista (ou mesmo social-democrata). Temos uma constituição demasiadamente esquerdista, quando uma constituição moderna deve ser «neutra» (entenda-se: liberal). O Passos faz bem em reclamar a revisão da Constituição, já que o nosso saudoso Pinto de Sousa não teria qualquer problema em reconhecer a necessidade da sua «modernização», nem teria qualquer problema em entender-se com um seu semelhante «neutro» e «centrista». Mas, como sempre, o Passos chega atrasado, e «nós» sabemos distinguir a imitação passista da originalidade sousista.
    A sexta imbecilidade do Valupetas é chamar mentiroso ao Passos, quando, até no que a isto diz respeito, o «nosso» saudoso Pinto de Sousa, ou Pinóquio, começou e terminou a sua governação a aldrabar, omitir e a manipular. Portanto, nem neste domínio o Passos consegue ser original, mas é uma imitação do «nosso» saudoso. Mas «nós» sabemos fazer a distinção.
    Finalmente, a ranhosice (e não imbecilidade) do Valupetas é acusar o Passos de oferecer tachos à malta fixe dos blogues, quando o «nosso» saudoso Pinto de Sousa fez o mesmo. Dir-me-ão: mas o Valupetas não tem qualquer tacho! Se não o tem, então é caso para dizer que o Passos conseguiu, por uma vez, ser original (e não apenas uma imitação), pois ao contrário do Pinto de Sousa não deixou o seu maior propagandista de mãos a abanar. Conclui-se, por isso, que o Valupetas escolheu mal o seu cliente, e que não soube distinguir a cópia do original…

  11. Ontem ,na sic noticias,pedro adao e silva, disse uma coisa muito interessante a respeito dos comentarios da Troika, quando termina a auditoria às contas.diz ele: a troika diz que portugal está cumprir muito bem,porque nao querem admitir publicamente que a sua receita é um fracasso,identico ao da Grecia, e pelo qual foram criticados.

  12. A declaraçao com pompa e circunstancia, de que passos coelho é um social democrata, só pode vir de um refinado imbecil.Mentiroso,e homem sem escrúpulos é quem para ir ao pote vem à televisao dizer que José Socrates lhe transmitiu resumidamente o conteudo do Pec4 pelo telefone,quando na verdade, esteve reunido com ele 4 horas em S.Bento. Só perco tempo com gente seria, por isso fico-me por aqui..

  13. É melhor ficares por aí, é…
    Se tens tanta dificuldade em perceber a minha declaração de que o Passos é um «social-democrata» (com aspas), provavelmente ainda terás mais dificuldades em perceber a minha declaração de que o Pinto de Sousa também é um «social-democrata» (com aspas), e ainda mais dificuldades terás em perceber o resto do texto.
    A verdade é que tens de começar a perder mais tempo com gente imbecil, pois essa tua indiferença para contigo mesmo só prejudica o teu «desenvolvimento cognitivo»*…

    *com aspas, percebes?

  14. Não é tanto a dificuldade de se perceber a declaração do DS mas a manifesta incapacidade do mesmo para fazer passar um texto como ironia.
    Que fail, meu deus…

  15. Olha que não… Olha que não… A minha «incapacidade» para fazer passar um texto como ironia deve-se apenas ao bloqueio mental que caracteriza os socretinos, e que os impossibilita de compreender tudo aquilo que não está de acordo com o discurso directo e «transparente» dos Pintos de Sousas. Mas ainda bem que tu desbloqueaste, né?

  16. Sei o que valho ,sei o que fiz na vida do qual me orgulho. o meu tempo de estudante foi no fascismo.Fui impedido de ir mais longe em termos academicos por dificuldades de varia ordem. só para vir para o secundario fazia 180 km por dia de comboio. Passei um pouco.perseguição politica que começou no secundario e perseguição politica na tropa e por isso fui punido por não gostar do regime e da pide cuja visita ao nosso quartel era frequente.Não é um ds qualquer que me ofende. A sua resposta a valupi que não conheço,foi taõ insultuosa, e tão pouco pouco consistente e mentirosa que fico muito triste se ele não refutar as imbecilidades de que foi acusado e foram seis salvo erro.Confesso que o seu artigo está escrito num portugues que não está ao meu alcance,mas destila tanto ódio e ressentimento que nem pelas aspas dei conta.Agradeço a sua explicação e os seus conselhos.espero que os valores que mostrou neste texto nunca os transmita aos seus filhos pois eles não o merecem.Sobre a mentira colosssal sobre o desconhecimento do pec 4 por parte do seu passos coelho (é que há outro…) a sua” honestidade” impediu-o de a ele se referir.registei para memoria futura. Quando tiver tempo elenque dez mentiras em oito anos de socrates,que eu faço o mesmo só num mes de passos coelho.

  17. tenham dó do rapaz, quando chega a casa e encontra a mulher na cama com o vizinho agarra-se ao teclado e desata a insultar o socras.

  18. Caro Ds,se quer saber quem é Socrates,compre o livro escrito pelo pai de Passos Coelho e verá que o homem que tanto o desgosta, tambem contribuiu para a felicidade das gentes do distrito de vila real,com as obras da polis iniciada no tempo de guterres, reiniciadas por socrates que as tirou do congelador onde a Dra. Manuela F.Leite as meteu.O homem que insulta despudoradamente, para defender a politicas de passos coelho ,deixou um portugal moderno e competitivo.A cidade onde vivo hoje,nada tem a ver com a cidade de há dez anos.A polis tambem lhe deu completamente a volta tornando-a mais bela e competitiva.hoje mesmo em tempo de crise somo visitados por muitos estrangeiros nomeadamente espanhois.O senhor como deve viver na capital, que suga uma boa parte dos nossos impostos e tem tudo já feito,não deu pela volta que portugal levou .Teve custos concerteza,seriam pagos sem sobressaltos em muitos anos só que os homens do capital financeiro pregou-nos a partida que todos sentimos na pele. compare pf. o pais de hoje, com o pais que cavaco silva nos deixou?e veja a diferença.para terminar, dizer que passos e socrates são a mesma coisa,é um insulto à inteligencia dos portugueses.O saudoso, sem aspas ainda ha-de fazer muito por este pais.todos sabemos isso.está escrito na pedra,e nao precisa inventar escutas ou mentir aos portugueses.É por essa razão que pasquins como o correio da manha seguem a estrategia do DS para consumarem o assassinato politico de jose socrates . Vão pagar muito caro essa ousadia.

  19. Lá anda a cabecinha do ignoratz a despejar sentenças «assassinas» que deixam qualquer um sem palavras….
    Mas vá lá, ao contrário de outros, o seu intelecto primário conseguiu ir para além do significado literal das palavras e descobriu insultos em expressões como «original», «saudoso», «reformista» ou «moderno».
    Nada melhor que um ignoratz para tornar compreensivel quem é o Pinto de Sousa…

    —————–

    O da camara é outro que tal: agora acusa-me de ter escrito um texto insultuoso. Deve estar a referir-se a expressões como «esquerda imbecil», «ranhosos», «mandriões» ou «mentiroso». Ó pá, não sei se reparaste mas estas expressões têm «direitos de autor», e por isso a tua reclamação tem que ser dirigida ao dono da tasca, que foi quem as «inventou» ou quem começou por utilizar. E não sei se reparaste mas os teus comentários também estão recheados de insultos. Portanto, deixa-te lá de vitimizações, porque para isso já temos o Pinto de Sousa.
    «Meu» Passos Coelho?! A imitação do Pinto de Sousa?! «Pensas» mesmo isso, pá?

    —————–

    E a Maria Rita acompanha… Agora já estamos no domínio do delírio, e mesmo do ridículo! Segundo a Maria Rita, o pai da imitação do Pinto de Sousa escreveu um livro a elogiar o idolo da socretinada, o messias que trouxe a felicidade às gentes transmontanas. ehehehehhehehe. Isto recorda-me aquele outro PSD, ligado ao BPN, que durante a apresentação de um livro biográfico fez rasgados elogios ao «menino de oiro». Mas depois os pintos e os coelhos não são bem a mesmo coisa…
    Diz-nos ainda a Rita que o Pinto de Sousa deixou-nos um país «moderno» e «competitivo». Como o ignoratz já explicou, isso são insultos gratuitos e sem fundamento, até porque a bancarrota grega está mais avançada e desenvolvida do que a nossa. Depois responsabiliza os vampiros da capital pelo esquecimento do interior, daquele interior onde o Pinto de Sousa começou a fechar escolas e centros de saúde. Isto só visto!
    Mas não desesperemos: a segunda vinda do messias está para breve, «está escrito na pedra» (alucinogénica, com certeza) que ele vai voltar ainda mais forte, e pronto para fazer muito, e se sacrificar, pelo nosso país. Desde que haja um rebanho disponivel, a sua coroação está assegurada.

  20. O pais que socrates deixou,nada tem a ver com o antes de abril e depois de cavaco.O polis teve essa virtude.As cidades intervencionadas estão hoje mais competivivas do que antes em termos turisticos.V Real ,Bragança,Viana do Castelo,Porto,Guimaraes e outras que desconheço.As infraestruras rodoviarias que nos permitem percorrer o pais em menos tempo,são optimas para a economia dessas cidades nomeadamente as do interior como bragança v.real e outras que podem ser confirmadas por outros intervenientes neste blogue.e tambem para a maior mobilidade das exportaçoes pela maior facilidade e rapidez do transporte.não se pode negar essa evidencia.o deficit publico, o privado (o dobro) a falta de competividade das empresas,cabe a passos coelho resolver,pois foi isso que ele quiz quando foi ao pote, com a ajuda sempre prestimosa, dos social fascistas do pcp e dos bloquistas a caminho da social democracia.as a exportação dos pasteis de nata, a baixa dos do salarios e reformas foi para já a unica ideia que que saiu da cabeça dos governantes. tem sido desviado dinheiro da europa e dos nossos impostos para a capital. pergunte aos autarcas nomeadamente do norte.em vez de perder tempo com infantil eheheheh… fale do conluio do pec4 coma a extrema esquerda e da mentira de Passos coelho sobre o desconhecimento do seu conteudo.As dividas à semelhança de muitos paises da europa como frança espanha portugal italia irlanda grecia e outros que infelizmente vão surgir ,vão ser pagas, mas a obra que socrates fez fica em beneficio da qualidade de vida dos portugueses.o dinheiro que gastamos com os camaradas de partido de passos coelho no bpn,esse é que nunca mais o vamos ver.

  21. Pronto, já está encontrado um cognome para o rei: Pinto de Sousa, «O Obrador»!
    Afinal a grande virtude do «Obrador» foi dar seguimento à política de betão iniciada pelo Cavaco, «O tipo-que-só-fez-cagada» segundo os seguidores do primeiro.
    No tempo do tipo-que-só-fez-cagada (assim como nos dias de hoje) o dinheiro da Europa foi desperdiçado e desviado para Lisboa; já no tempo do Obrador o dinheiro foi bem utilizado e ia ser dirigido para coisas fora da capital como o TGV ou o novo aeroporto.
    O Ferreira do Amaral é um ladrão que esteve ao serviço de interesses privados; já o Jorge Coelho é um tipo de grande dignidade que até se demitiu, e que agora trabalha honestamente para a Mota-Engil. O Dias Loureiro enriqueceu com o BPN; já o menino de oiro nada tem que ver com a nacionalização do BPN. Enfim, uns cagam e outros obram, eis a diferença entre os dois grupos.

  22. sabe qual é o seu problema é ser lisboeta.Eu para fazer 60 Km de porto/ viana sabe quanto tempo chegava a demorar 3 horas.passavamos por tudo que era localidade,era um trajecto praticamente com casas de um lado e do outro.não podiamos ultrapassar os 50 km.as multas eram uma constante. e irmos a lisboa? só com 20 km de auto-estrada em vila franca? e fazer Porto/viseu não chegava a 200 km e demorava mais de 5 horas pergunto resolver estes estrangulamentos com consequencias economicas gravissimas é politica de betão?não ponha na minha boca coisas que eu não disse.eu critico todos aqueles que se servem da politica para trepar.seja de que partido for.não sou militante de nenhum partido andei pela extrema esquerda, já abandonei a militancia há mais anos que voçe de vida.ando na internet para me distrair e discutir as coisas de uma forma civilizada.continua sem responder ao conluio dos social fascista do pcp e bloquistas para derrubar socrates,e da mentira de passos coelho sobre o conhecimento do pec 4.

  23. Ouça lá seu cretino, que regime é que voçe defende para portugal,alem das canalhices que debita? Assuma-se, diga o que defende para o nosso pais, para podermos refutar a sua demagogia,canalhice e tudo terminado em ice como filho da putice. Tenha tomates e diga eu sou isto,voto nisto e quero isto para portugal.Avance .O ignatz é que tem razão. Mandou-lhe o telegrama e não quiz conversa.

  24. Eu farto-me de rir aqui com a claque do Pinto de Sousa.

    Mais acerrimos que estes so mesmo os supporters do Vale e Azevedo, quando ele se recandidatava para as eleicoes do “maior cluble do mundo”.

    O Maria Rita, fazer obra e construir um pais moderno como o Pinto de Sousa e facil, desde que esteja no negocio da fraude claro esta.
    Eu tambem estou sinceramente a pensar seguir nas mesmas pisadas e deixar um legado semelhante aos meus dois filhos. O meu plano e o seguinte, e veja se concorda porque duas cabecas a pensar sempre serao melhores do que uma so.
    Bom, o primeiro passo do meu plano e falsificar a minha liquidacao de IRS e aumentar os meus rendimentos +- 10x, tipo, declarar rendimentos de 200,000 euros. O segundo passo e pedir uns emprestimos na cofidis e afins, tipo uns 20,000 euros. De seguida, e juntando mais uns dinheirinhos que saco a familiares com promessas de repagamento rapido, vou ter com uns contrutores daqueles que garantem financiamento.
    Compro, a credito claro, 4 apartamentos modernacos, 2 para cada um dos meus filhos.
    Como se nao bastasse, pego na dita declaracao de irs, e vou ali a umas lojas de moveis e de electrodomesticos e equipo-lhes as casas com o mais de moderno houver.
    Finalizo com um leasing para que cada um tenha um BMW, nao convem fazer por menos.

    Bom, resultado, terei os meus filhos a viver como sempre mereceram viver, high standing, VIP lifestyle.

    Quando os cobradores vierem tentar receber as prestacoes, bom, ai teremos de renegociar a divida.

    Ta a perceber o paralelo? Fazer obra com o dinheiro dos outros ou com contas falseadas e facil…

  25. Está a falar dos privados.é que as contas que jose socrates recebeu do governo da direita sem crise foi um deficit de 6.8%. com crise socrates e com o mandato a meio sai com um deficit à volta de 9%. com bpn e afins incluido.Ds /basico,não percebo o seu discurso perante estes numeros.A nossa divida publica não andava longe da de uns paises e mais baixa do que outros. que quer saber.mais? Socrates tem razão as dividas publicas são para se ir gerindo. dito pelo o reitor da Universidade de lisboa,que não é nenhum tótó no expresso da meia-noite da sic noticias.Olhe meu amigo há muitos anos que me deixei de esquerdices e passei a ser uma social democrata que vota no partido socialista.Considero o psd à direita do cds nas questões sociais.A sua conversa, é de ricos e pseudo ricos que compram e não pagam.Eu andei a pagar 20 anos a minha casa honradamente.Os governos sempre pagaram as suas contas.Deixem o socrates em paz,que ele daqui a uns tempos terá muito para dizer.Olhe agora está em paris com o filho a ser educado num ambiente normal,o que em portugal era impossivel com tantos energumenos.seja feliz com o seu PPD/PSD.repare que até Portas se distancia destas politicas e está no governo,e eu que nunca fui de direita havia de comungar do mesmo ideal.Voçe tem um bando de ladroes no partido.teve um secretario de estado da saude Costa freire que foi preso no exercicio de funçoes. A ministra da saude foi julgada por crime e negligencia no caso dos hemofilicos,teve que ir um socialista abonar a sua conduta que na opinião de muita gente o crime não existiu pois não quiz matar ninguem, mas a negligencia sim pois foi avisada varias vezes que o plasma, vindo da alemanha estava infetado com se veio a constatar.Não temos valentim loureiros, os vigaros da madeira isaltinos até o macario que era tão serio, não falando dos ex. governantes que estão no bpn, e bem me falar de problemas governaçao numa altura de crise nunca vista desde 1929 e sempre rejeitada pela direita quando na oposição. Um abalozinho dizia a d.ra ferreira leite.Se as aguas estivessem separadas se calhar a nossa conversa era outra.O psd é o partido das associaçoes patronais seus filiados e familiares o ps o partido dos trabalhadores por conta de outrem.infelizmente temos desgraçados a votar nos partidos de direita com claros interesse antagonicos. este pais assim não tem conserto.quer um conselho se é empregado por conta de outrem e é mesmo social democrata fuja da direita.deixe os traumas da descolonizaçao pois essa factura já está paga.estão quase todos bem graças aos apoios que receberam de todos nos.mude meu amigo.converse com gente de outros extratos sociais para ver o que é a realidade do pais.boa sorte para si e para o seus.Como o basico é inteligente vou-lhe por esta questão.Se socrates estivesse no negocio da fraude,com o verdete que os juizes lhe têm,já estava preso há muito tempo não acha? como não têm por onde lhe pegar mantêm-no no limbo há anos. Entre nós dois há muitas diferenças que eu compreendo e respeito,mas há uma que não posso deixar de lhe dizer a si e a todos os seus companheiros de viagem: eu fundamento em factos reais a minha argumentação voçê e a direita que o acolhe baseiam-se na calunia na intriga.Boa noite

  26. Ó Maria Rita de onde é que você tirou a ideia de que eu tenho que justificar as mentiras do Passos Coelho? Mas que é que eu tenho que ver com isso?! Quanto às conspirações dos «sociais-fascistas» para derrubar o adorado Pinto de Sousa, isso é uma alucinação própria de quem pensa que os «sociais-fascistas» tinham uma qualquer obrigação politica em relação a um impostor que sempre preferiu alianças com a direita. O Pinto de Sousa estava à espera (como sempre) de um apoio do PSD, que este recusou, e a seguir demitiu-se e perdeu as eleições. Dizer que os «sociais-fascistas» são os responsáveis por esta sucessão de acontecimentos é apenas uma manifestação do egocêntrismo socretino paranoico, que o Pinto de Sousa tanto alimentou.
    Lisboeta, eu?! Errado! «Lesboeta» é o Valupetas, que, como já nos confessou várias vezes, é do «sportem», gosta de «tôradas», andou a estudar num colégio privado de jesuitas, ali para a zona do «Lumear», e terminou os seus estudos numa faculdade católica «lesboeta». Quem sabe se o menino não é também monárquico? È que só lhe falta isso para ser um exemplo perfeito daqueles individuos que a Rita considera terem um problema: os meninos da classe alta que reflectem no seu pensamento a sua vida de privilegiados, e que desconhecem as dificuldades da vida. A sua propaganda a favor do Pinto de Sousa não é nenhum acidente…

  27. Zézinho, o ignoratz não «quiz» conversa, porque, como bom ignorante que é, acabou por revelar, aos socretinos como «voçê», que o «modernismo», «reformismo» e «originalidade» do Pinto de Sousa são apenas palavras que escondem um embuste e a impostura daquele. Já tu queres conversa, mas do que precisas mesmo é de voltar à escolinha para aprenderes a ler e a escrever, se é que pretendes refutar alguma coisa que alguém diga.

  28. Agora sei quem é o ds.Só vales 8% levas-te com o muro em cima da cabeça e pelos vistos não foi suficiente e queres mais.. e as pessoas que te aturem.desculpa Ds,mas para discutir politica contigo temos que falar de muitas,mortes muitos assasinatos um regime desposta e cheio de ai sim de impostores.Só para ficares a saber,tenho um familiar meu que tem varias dezenas de anos e só à meia duzia é que tem mais anos de portugal do que de um pais do leste.sei tudo e ele melhor do que eu.Filho de ex militantes do pcp.quando quizeres saber alguma coisa eu pergunto-lhe mas es capaz de saber mais tu do socialismo real…. do que ele que la viveu logo a partir dos oito anos.Ds,muda de nome pois mordes-te o isco que te atirei,és um social fascista da zona industrial de lisboa,carregado de odio contra os socialistas que vos tiraram as hipoteses de nos oferecer os amanhas que cantam.aconselho-te a ler o triunfo dos porcos de george orweel ou martim amis em o “koba o terrivel”. se quizeres envio-te: obras escolhidas de enver hoxha para matares saudades: diz ele o nosso partido (parece o “saudoso” social fascista do cunhal)inspirado no marxismo leninismo,atendo-se firmemente aos insinamentos,imortais de marx,engels,lenine e staline,vinculou decidida e estreitamente a sua luta e a do povo albanes à luta que libertou os povos da união sovietica.Ds isto é poesia do mais alto quilate. o que eles perderam ao deitarem o muro abaixo e aderirem à democracia em crise diga-se de passagem na união europeia… agora vem a realidade:acabava de começar este livro quando encontrei,num relato da “revoluçao” hungara de exportação sovietica de 1919, o seguinte : Com uns vinte “rapazes de lenine”( a ala do Conselho Revolucionario do terror),Tibor Szamuely…executou varios autoctones acusados de colaboração com os romenos …Um miudo judeu que tentou interceder pela vida do seu pai foi morto por ter chamado a Szamuely “fera”. Szamuely tinha requisitado um comboio e andava pelo pais a enforcar camponeses adversos á colectivização. fim de citação. Adeus ds.és um tipo esperto e manhoso mas infelizmente para o teu futuro, estás a por a esperteza ao serviço do social fascismo à portuguesa. BYE BYE Lenine, como no filme que já deves ter visto.

  29. Ó Maria Rita, os teus dons adivinhatórios vão de mal a pior. Primeiro «descobriste» que eu era um passista; depois «descobriste» que eu era lisboeta (e continuas a insistir nessa «tese»); e agora «descobriste» que eu sou um hoxhaista. És demorada a compreender as coisas, e quando as «compreendes» compreendes tudo mal. Portanto, agora é a minha vez de te dizer qual é o teu problema.
    O teu maior problema é essa tua propensão para vomitares cassetes, reveladora de uma falta de postura critica em relação aos rebanhos a que foste e vais pertencendo. Quando eras mais novinha vomitavas a cassete estalinista sem teres qualquer consciência do que era o marxismo; agora que já és mais «madura» e «sabida» vomitas a cassete socretina e anti-marxista sem teres qualquer consciência das raízes ideológicas e históricas da social-democracia. As duas faltas de consciência estão intimamente ligadas, e por isso nada tem de estranho teres substituído o teu fanatismo estalinista passado pelo fundamentalismo socretino presente, e um culto da personalidade por outro culto da personalidade. Porque, como já nos disseste, «está escrito na pedra» que o «messias» vai voltar, e mais forte do que nunca.
    Aconselhas-me a ler alguns livros, mas, «não sei» bem porquê, duvido que tu própria os tenhas lido ou que tenhas conseguido assimilar alguma coisa. É que não é normal uma pessoa tão dada à leitura e à reflexão filosófica, como tu, dar tantos erros ortográficos básicos.

  30. o gajo quer é conversa para ver se lhe vão ao cu enquanto a mulher se diverte com o vizinho e o resto é treta. não acertas uma oh rita!

  31. Ds,és social fascista impostor e elitista.quantos aos erros ortograficos (foi a ponta que agarraste para desvalorizar o que disse.) há uns erros que só acontecem por estar a escrever num computador e nem sequer estar a olhar para o que escrevo.outros são normais para quem fez praticamente a sua vida sem precisar de escrever,era uma comercial bem paga mas com o antigo nono ano.mesmo que quizesse ir mais longe, universidade à beira da porta de casa não havia.eu e as minhas amigas, para andar de bicicleta tinhamos que as alugar por 1/ 4 de hora, tal era a nossa realidade no tempo do fascismo que tu não viveste. o mundo onde cresci era de gente com solida formação moral mas com 7 filhos . eu não aprendi informatica,só sei navegar na net e fazer consultas quando necessarias.confesso que leituras sobre o social fascismo sovietico,deixei de as fazer antes da queda do muro de berlim,pois como democrata já a previa,só tu e os teus camaradas é que não. (mas tenho livros guardados). como descobri quem tu és reages, de uma forma ordinaria e violenta,tique normal de quem está a ser atacado no seu amago. De direita não podes ser,pois era preciso uma grande dose de falta de vergonha para falar com essa arrogancia.No bloco gente com a tua falta de honestidade intelectual e fraqueza de caracter não deve ser bem vista, portanto tive que andar a advinhar porque tu não tens coragem para assumires o que defendes e vens para os blogues atacar todos os que sem rodeios, se assumem para defender o regime em que acreditam.para não seres criticado actuas de uma forma clandestina o que é desonesto. troca de impressões contigo terminaram.ficas a falar sozinho,como te deixou o val e ignatz. não defendo o culto da personalidade,só que a minha reaçaõ a tanta sacanice é confundida com socratismo.tenho preocupaçoes sociais defendo os mais desfavorecidos.outro dia, fui numa imergencia a um mini- mercado do pingo doce situado muito proximo de um bairro social.do que vi, não gostei e por isso chamei o gerente para lhe pedir o livro de reclamaçoes ,para lá escrever, que aquela loja não resistia a uma visita da asae, tal era o aspecto e a disposição dos produtos, e que os pobres têm o direito de ser tratados com dignidade. termino,fazendo a minha declaração de interesses: defendo a liberdade da cultura,liberdade de organização social,liberdade economica mas que nenhum homem seja explorado por outro homem. Nota:desculpa os erros de ortografia e a falta de pontuação,a minha destreza informatica e o meu secundario (há palavras que hoje se escrevem de forma diferente desse tempo) não me permite o cumprimento dessas regras que tanto te incomodou.

  32. Maria Rita o teu problema principal não são os teus constantes erros ortográficos; o teu problema principal é falares sem reflectires no que dizes. E por isso só vomitas cassetes.
    Tu és uma espécie de Zita Seabra socretina que olha para os outros em função da sua maneira de ser e pensar (presente ou passada). As tuas «descobertas» mais não são do que um retorno do recalcado e por isso pensas que estás a falar dos outros mas só estás a falar de ti própria. Por exemplo, essa tua afirmação de que eu não assumo o que defendo, só podia vir de alguém que confunde ter convicções com prestar vassalagem a um lider ou a um partido qualquer. É porque és lenta a compreender as coisas que depois tens que andar a adivinhar (e mal) o que os outros são ou pensam. E é porque és uma tipica vomitadora de cassetes que a tua «declaração de interesses» revela uma mistura de princípios neoliberais com princípios «sociais-fascistas». O que só mostra uma vez mais que não pensas nem reflectes no que dizes…

  33. Este Ignoratz acorda sempre a pensar em cus. A reprodução e massificação do pensamento do Pinto de Sousa é uma coisa impressionante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.