Passos Coelho, o beto

O que precisávamos em termos estruturais de ganhar em matéria de consolidação da despesa primária, não iremos fazer. Como o Governo continua com a percepção de que daqui a meio ano a oito meses vai poder lançar os concursos todos, voltar à travessia do Tejo, a mais TGV, a mais estradas e por aí e fora, eu julgo que a partir de 2014 ninguém quererá ser Governo em Portugal.

Passos Coelho

*

Esta ideia de que não teremos quem nos queira governar, seja em que tempo e circunstância for, não é só uma pateta boutade, é também uma exibição de mundividência. Passos concebe-se oligarca, e transmite os maus fígados dos oligarcas com quem almoça e discute os negócios. Como eles têm de seu, em bastança e fartança, sabem que podem fazer como os dignitários do anterior regime: exilarem-se se a coisa ameaçar os seus privilégios. Afinal, o seu dinheiro já está guardadinho no estrangeiro, é só uma questão de escolherem o poiso.

O PSD de Passos, o beto, demorou menos de 2 meses a ficar igual ao PSD de Menezes, o tonto. Com o visionário da ciência de Gaia, dois meses foi igualmente o período de espera até os sociais-democratas perceberem em que berbicacho estavam metidos. Em Dezembro de 2007, os disparates já eram mais do que muitos, desde o aproveitamento dos crimes no Porto para atacar o Governo até à canhestra intervenção no processo de escolha do presidente da Caixa Geral de Depósitos, passando pelas ameaças de quebrar o Pacto de Justiça e similares espaventos.

Agora, e de rajada, vimos Miguel Relvas fazer declarações a respeito de expressões idiomáticas usadas em discurso espontâneo, entrevista do líder ameaçando moção de censura com base em espionagem política, declaração de ausência estratégica face à realidade e anúncio de futura desistência caso não lhe entreguem o País nas condições que julgar aceitáveis.

É obra; isto é, falta dela. O costume nos betos.

14 thoughts on “Passos Coelho, o beto”

  1. Se é para te levarem a sério desiste porque o PM está de saída. Não sei já o que defendes ou então tomas toda a gente por estúpida

  2. O Beto do teu amigo

    . ” ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO ALENTEJO, I. P.
    – Aquisição de 1 armário persiana; 2 mesas de computador; 3 cadeiras c/rodízios, braços e costas altas: 97.560,00€
    Eu não sei a quanto está o metro cúbico de material de escritório mas ou estes armários/mesas/cadeiras são de ouro sólido ou então não estou a ver onde é que 6 peças de mobiliário de escritório custam quase 100 000€.
    Alguém me elucida sobre esta questão?

    2. MATOSINHOS HABIT – MH
    – Reparação de porta de entrada do edifício: 142.320,00 €
    Alguém sabe de que é feita esta porta que custa mais do que uma casa?

    3. UNIVERSIDADE DO ALGARVE – ESC. SUP. TECNOLOGIA – PROJECTO TEMPUS
    – Viagem aérea Faro/Zagreb e regresso a Faro, para 1 pessoa no período de 3 a 6 de Dezembro de 2008: 33.745,00 €
    Segundo o site da TAP a viagem mais cara que se encontra entre Faro-Zagreb-Faro em classe executiva é de cerca de 1700€. Dá uma pequena diferença de 32 000 €. Como é que é possível???

    4. MUNICÍPIO DE LAGOA
    – 6 Kit de mala Piaggio Fly para as motorizadas do sector de águas: 106.596,00 €
    Pelo vistos fazer um “Pimp My Ride” nas motorizadas do Município de Lagoa fica carote!!!

    5. MUNICÍPIO DE ÍLHAVO
    – Fornecimento de 3 Computadores, 1 impressora de talões, 9 fones, 2 leitores ópticos: 380.666,00 €
    Estes computadores devem ser mesmo especiais para terem custado cerca de 100 000€ cada….Já para não falar nos restantes acessórios.

    6. MUNICÍPIO DE LAGOA
    – Aquisição de fardamento para a fiscalização municipal: 391.970,00€
    Eu não sei o que a Polícia Municipal de Lagoa veste, mas pelos vistos deve ser Haute-Couture.

    7. CÂMARA MUNICIPAL DE LOURES
    – VINHO TINTO E BRANCO: 652.300,00 €
    Alguém me explica porque é que a Câmara Municipal de Loures precisa de mais de meio milhão de Euros em Vinho Tinto e Branco????

    8. MUNICIPIO DE VALE DE CAMBRA
    – AQUISIÇÃO DE VIATURA LIGEIRO DE MERCADORIAS: 1.236.000,00 €
    Neste contrato ficamos a saber que uma viatura ligeira de mercadorias da Renault custa cerca de 1 milhão de Euros. Impressionante…

    9. CÂMARA MUNICIPAL DE SINES
    – Aluguer de tenda para inauguração do Museu do Castelo de Sines: 1.236.500,00 €
    É interessante perceber que uma tenda custa mais ou menos o mesmo que um ligeiro de mercadorias da Renault e muito mais que uma boa casa… E eu que estava a ser tão injusto com o município de Vale de Cambra…

    10. MUNICIPIO DE VALE DE CAMBRA
    – AQUISIÇÃO DE VIATURA DE 16 LUGARES PARA TRANSPORTE DE CRIANÇAS: 2.922.000,00 €
    E mais uma pérola do Município de Vale de Cambra: uma viatura de 16 lugares para transportar crianças custa cerca de 3 milhões de Euros. Upsss, outra vez o município de Vale de Cambra…

    11. MUNICÍPIO DE BEJA
    – Fornecimento de 1 fotocopiadora, “Multifuncional do tipo IRC3080I”, para a Divisão de Obras Municipais: 6.572.983,00 €
    Este contrato público é um dos mais vergonhosos que se encontra neste site. Uma fotocopiadora que custa normalmente 7,698.42€ foi comprada por mais de 6,5 milhões de Euros. E ninguém vai preso por porcarias como esta?

    COMO É POSSÍVEL NÃO ESTARMOS EM CRISE?
    COMO DIZ SÓCRATES, É DIFÍCIL CORTAR NAS DESPESAS PÚBLICAS…
    NOTA-SE…
    ACABÁMOS DE VER ALGUNS EXEMPLOS…”

  3. Sem dúvida que, dizer-se que em 2014 ninguém quererá ser Governo em Portugal, mais do que uma boutade é uma bacorada.
    Mas, mesmo que Coelho não tenha tido isso em conta, isso só não acontece porque a regra é que os governos existam sobretudo para se governarem. Logo não faltará gente candidata ao próprio governo. Quanto ao povo e à nação valente, que se f…!

  4. Depois de um inicio prometedor começa a ceder ao peso dos lobbies internos e externos. A ver bem o Pacheco é que manda no partido. Aquele beija mão ao Balsemão marcou-lhe o destino. Queres apoio mediatico? Estas são as regras.
    Pusilânime e demagogo.

  5. Eu acho que Sócrates e este Governo merecem descanso ! Está na hora de o PSD mostrar o que vale : mostrar que sabe governar em tempo de vacas ‘magrérrimas’ e sem maioria absoluta. Está na hora de sabermos se a Justiça e os ‘justiceiros’ recomeçam a trabalhar para o País e não contra ele. Parece , de facto, uma inconsciência , esta minha sugestão mas, sinceramente , o ar está irrespirável ( não por culpa do Vulcão islandês) e a ‘lava’ alastra . Se o governo é tão censurável assim , como apregoam os restantes partidos, então , encham-se de coragem e deitem-no abaixo. Não é altura?? Pois então, não percam tempo com críticas inúteis , inquirições inquinadas , suspeições , suspeições e mais suspeições. Estou farta e , se calhar, posso dizer: estamos fartos. Ou se propõe ajudar construtivamente ou então , basta!

  6. Caro Afonso,
    Folgo antes de mais em saber q de trombas nao fica. Mas lá está, voltou a cair no comentário inútil. Está complicado subir esse degrau…
    Se quiser ser construtivo terá de explicar o porque da sua critica. Por exemplo, porque utiliza a expressao “dono” na sua ultima participacao. Desenvolva por favor o conceito de “dono”. Confesso-me curioso.

  7. Não tenho muito jeito para o desenho, senão fazia-lhe um … eu sei, mais um comentário inútil, mas este é um espaço ideal para a inutilidade …

  8. Caro Adolfo, olhe que, pela sua reacção, se não ficou de trombas quer-me parecer que pelo menos fez beicinho.
    É melhor desenhar de facto. Expressar-se não é a sua melhor virtude.
    Folgo por fim em saber que encontrou um espaço adequado ao perfil das opiniões que aqui tem partilhado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.