9 thoughts on “Parelhas”

  1. Olha, a Nanda Câncio está a ver agora que de pouco lhe serviu ter vindo, pronta e lesta, a terreiro, condenar “moralmente” o ex-namorado ! Pensava que com isso estava a comprar a paz eterna ? Não sabia, fica agora a saber .
    Lamentamos Nanda, mas quando vimos a público fazer certas coisas aos outros, para nos safarmos, estamos a permitir que os outros nos façam certas coisas a nós, darling !

    Isto foi tudo muito lindo quando a coisa meteu o Sócrates … o homem não tinha direito a NADA (reserva de vida quê ????) ! Aí toda a gente achou muito bem. Ah e tal, o gajo é político, é figura pública. Olha a Nanda namorou com ele e queria ter tido só os benefícios da coisa. Na hora dos prejuízos deixava o tipo a pagar a conta sozinho (como o deixava a pagar as férias), era isso ?

  2. :-) ai que riso! que mal tem a Fernanda andar a mostrar, a quem lá vai a casa, o kamasutra? :-) isso também não quererá dizer que mal tem, quem lá vai a casa, mostrar o kamasutra da Fernanda? :-)

    moral da história: a casa, a nossa, tem mesmo de ser um lugar íntimo e privado.

  3. “2. Sucede, porém, que nos últimos anos, como tenho denunciado várias vezes, se verifica uma desconsideração geral dos direitos de personalidade em prol da absolutização da liberdade de expressão e da liberdade de imprensa.”

    Fico contente que Valupi concorde (absolutamente?) com esta posição de anti-absolutização ele que, tantas vezes, se faz cabeçudo agarrando-se platonicamente a valores absolutos.

  4. Esta capitolina decisão é muito preocupante. Segundo esta juíza, nada impede que jornais/revista e tv’s nos “entrem” pela casa adentro, e publiquem tudo o que entenderem, seja verdade ou não.

    saludos.

  5. Ó J

    Mas não é isso que já fazem os órgãos oficiosos do MP, o CM e a CMTV ?
    Não é “esta decisão da Capitolina” é a omissão de decisões do MP que está de conluio com esta gente e se aproveita disso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.