7 thoughts on “Parabéns, esquerda (é que não é nada fácil, nestas desgraçadas circunstâncias, obter este resultado)”

  1. É, de facto, triste…mas o Público não disponibilizou a ficha técnica e pode a coisa não ser tão trágica.

  2. olha, cá pra mim, o povo anda baralhado e com razão. Então aumentam a confiança percentual nos partidos do governo, mas dão 14 graus negativos ao mesmo?Imaginarão que há um outro psd e cds somewhere over the rainbow??
    Mas de facto, face à desgraceira que tem sido este PS, baixar o vírgula não sei quantos não está mal.

  3. O povo intuiu que a esquerda é uma saco de gatos e a direita está mais unida que nunca. O pior que poderia acontecer, pensa o povo, era o PS voltar ao poder e ter de enfrentar além da esquerda unida do PCP e BE, a direita unida do CDS PSD. Nestas circunstancias o povo já sabe que nunca mais vai resultar e qualquer lider PS no governo seria para grelhar ou mesmo meter na prisão. A justiça já provou à saciedade de que lado está e o povo percebeu isso.
    Teria de acontecer algo parecido com um terramoto para alterar esta situação. O regime saído da revolução de Abril chegou ao fim.

  4. Não é preciso dar os parabéns, nem comprar prenda, nem comprar o bolo…
    Eles encarregam-se disso. Basta ver o caso BPN, para que é que querem um inquérito? Não seria melhor impugnar a venda?
    É por estas e por outras é que isto está como está. Anda tudo de volta do pote, e o Zé paga.
    Está tudo com o rabo preso, roubam a torto e a direito, é corrupção por todo o lado e o que é que faz o PS? Adia a comissão de inquérito para depois da venda do banco.
    Por favor…

  5. Porque será que certa gente se limita a reproduzir besteiras.

    A sondagem do Expresso diz , que o CDS e o PSD têm a maioria dos votos …..mas diz também:

    Que o apoio ao Governo PSD-CDS é miserável.

    Parece que os mesmos que não apoiam o governo PSD-CDS, vão votar no PSD-CDS.

    Como tudo isto parece contraditório, e não tem explicação plausivel, a palavra exacta só pode ser uma MANIPULAÇÃO

  6. Mário: Estás um bocado pessimista… A única conclusão que há a retirar destas sondagens é que o atual líder do PS, apesar de se apresentar como distante de Sócrates (no mínimo), ou, quem sabe, por causa disso, não convence ninguém. Também está à vista que Seguro é, em si mesmo e não devido aos “socráticos”, um mau líder. Um líder carismático e com uma ideia clara do que quer fazer poderia começar a fazer toda a diferença, agora que já lá vai um ano. Por essa Europa fora, a política não morreu por se estar em crise. Há partidos, e líderes, já agora, que perderam e que regressam. Outras vezes, não. Mas não há fatalidades.
    Temos um governo de aldrabões e manipuladores, o que é muito fácil de demonstrar todos os dias. Só que nem tudo é controlável. E alguma comunicação social já começa a deixar-se de meiguices. Apesar de estarmos sujeitos a um duro programa de austeridade, penso que há toda a margem e recetividade para uma alternativa, como parecem dar a entender as opiniões desforáveis ao governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.