Para além do ódio e do ridículo

A terceira característica que une os foliões nesta quinta-feira é o facto de serem incapazes de nomear um único caso em que a liberdade de expressão, ou a de imprensa, tenha sido diminuída, anulada, suspendida ou ameaçada por Sócrates ou algum dos seus Ministros. Um único.

53 thoughts on “Para além do ódio e do ridículo”

  1. LOL!
    Onde a coisa já vai. Se o ridículo matasse……….

    Aprende a nadar companheiro
    aprende a nadar companheiro
    ………
    ………
    Que a liberdade está a passar por aqui

  2. Ibn, isto é que é um argumento com substância? Só se for a parte do ‘LOL!’.

    Isto é mentira? Conhece algum caso, se conhece está à espera de quê para o denunciar?

  3. Então nada do que se está a passar faz sentido… Somos todos impolutos e a Democracia em Portugal é um exemplo para o mundo tal é a sua transparência!
    Existe liberdade a rodos para todos e vivemos felizes com a nossa existência (ah…e um salário mínimo de 475 euros, que ainda não consegui perceber como se vive com “tanto” dinheiro!)
    Só a suspeição de envolvimento no caso TVI, Crespo, JMF público, ainda se lembram do Professor Fernando Charrua, afastado depois de ter tecido críticas acerca de uma certa Licenciatura duvidosa… Enfim!
    O pior cego é aquele que não quer ver… que a suspeita foi lançada e tem que ser resolvida para restauro da confiança, que anda pelas ruas da amargura!
    O ódio pode ser elevado, mas o ridículo de “tapar o sol com a peneira” é inigualável…

  4. O Tiago, sim, tem argumentos com substância…
    Mas não traga para aqui a questão do salário mínimo, se alguém se lembra de puxar o tema lá na manifestação, ainda se pegam todos à chapada.

  5. Se eu começasse a chamar filhos da puta a todos os que escrevem imprecisões também entrava para o panteão dos mártires da liberdade de expressão?

  6. Tiago,

    o Val pediu “um único caso em que a liberdade de expressão, ou a de imprensa, tenha sido diminuida, anulada, suspendida ou ameaçada por Sócrates ou algum dos seus Ministros”.

    Não pediu o enunciado de suspeições criadas à volta dos mesmos. Pediu factos, factozinhos provados. O ordenado mínimo (aumentado pelo governo contra a vontade do psd asfixiado) não conta como atentado à liberdade de expressão. Concordas comigo pelo menos nisto?

  7. edie

    O ordenado mínimo, foi um à parte, desenquadrado do assunto mas que contribui para o descontentamento geral…
    O PS cumpriu a promessa e esteve á altura, relativamente a essa matéria.
    Quem recebe o salário mínimo não se pode “dar ao luxo” de se manifestar pela liberdade, à hora do almoço de uma 5ª feira… Condiciona a liberdade de expressão indirectamente, mas não por responsabilidade do PS…
    Mas concordo contigo, neste aspecto!
    Existem indícios fortes de condicionamento (engloba as expressões diminuída, anulada suspendida ou ameaçada!), que devem ser investigados exaustivamente.
    Os factos a serem provados, só agravam a nossa situação politico económica e ainda teremos cidadãos a atirar réplicas dos Jerónimos a Sócrates, “à la Berlusconi”…
    É preciso confiança nas pessoas e nas instituições e neste momento os Portugueses não acreditam que exista tanto alarido em torno de coisa nenhuma… São indicios demais!!!
    E como diz o povo: “Não há fumo sem fogo…”

  8. AMIGOS, acho que chegada está a hora em que é preciso percebermos que não vale mais a pena argumentar racionalmente com quem se move, na política como na Sociedade, apenas por ódio a José Sócrates. Há muito que fecharam o seu entendimento e estão cegos, ceguinhos de todo, pela raiva e pelo ódio. É de lamentar, sinceramente, mas isso não basta: temos de fazer algo! Se não podemos continuar a argumentar com eles, podemos ao menos acreditar na sua cura, fazer algo pela sua regeneração. Temos, urgentemente, que os ajudar a salvarem-se (deles próprios…)!

    Portugal é um recipiente demasiado exíguo para nele poder continuar a caber e a medrar tanto e tão profundo ódio. STOP!

  9. edie

    Lembro-me quando “carinhosamente” me chamou a atenção para a minha falha (grave…) de masculinizar o seu nick…
    Não queira V.Excª “estropiar” o meu nome… Taigo???
    Não gosto muito de pirómanos e os fumos também me intoxicam um pouco, além de reduzirem substancialmente a visibilidade…
    Acredito que nos desviamos politicamente do que verdadeiramente importa: Portugal e os Portugueses (já pelos cabelos com este circo…)!!!
    Quando a crise política estalar a sério, a quem é que o cidadão agradece o aumento da prestação da casa???

  10. Não há fumo sem fogo é daquelas expressões verdadeiramente incendiárias e cobardes que no caso em apreço é usado como se de algum argumento ou facto se tratasse.
    Penso que fica demonstrado que quem acusa e aponta o dedo não é capaz de enumerar um único caso, antes alimentam a suspeição sem nada que a sustente ou consubstancie!
    Veja-se a situação Freeport, que já quase todos percebemos se ter tratado de um embuste precisamente destinado a levantar o esse manto diáfano da suspeição.

  11. Pingback: Diz-se e bem
  12. Portanto segundo o Nuno eu sou o cobarde?
    Aquele que assina todas as suas opiniões com o seu nome próprio, que possui um blog identificado, aberto a todos sem excepção…
    Você que assina o nome “genérico” de Nuno é o quê???
    A expressão é de origem popular e mostra que quando à sinais de desconfiança deve-se perceber a origem destes sinais, o tal “investigar”…
    No Freeport não há ilegalidades, a área protegida foi desafectada antes do inicio da construcção…
    Às vezes esquecem-se, que a política “torna legal”, as coisas mais incríveis que se possam imaginar!

  13. É por demais evidente a limitação da liberdade de imprensa.
    Infelizmete os casos multiplicam-se e não vejo maneira de se alterar este estado de coisas. Vejamos:
    A Olivedesportos é ou não é um ramo do PS?
    A Impresa, e todos os canais por cabo são ou não são propriedade do Sócrates?
    A TVI, criada, financiada e promovida como o canal da Igreja, e vendida com lucro aos espanhois, não passa de uma ramificação da intenacional Socialista?
    A maioria dos programas de televisão, mais ou menos “sérios e professorais” não são todos comandados pelo Largo do Rato?
    O mais vendido jornal diário não combate a direita populista enquanto espalha as verdades socialistas?
    A Sonae e o seu blog, o chamado Público, é outra coisa do que o diário íntimo do Sócrates?
    Por isso acho bem que se manifestem. Este afunilamento das liberdades é insuportável!

  14. Tiago,

    Mas eu não te troquei o género :)

    esta foi só uma gralhita, acontece a todos, por exemplo, “quando à sinais de desconfiança” ou então “antes do inicio da construcção”.

  15. Isto é um caso estudo de incompetência. Se a direita com a comunicação social magistrados partidos politicos Prepublica não consegue por meios ilicitos “derrubar” um governo como poderemos nos acreditar no Mal? Estou a começar a ficar desestruturado.

  16. tiago mouta, desafectação da área protegida? onde estava a fábrica da firestone e terrenos inquinados? pois é, não há fumo sem fogo é a única estratégia de quem não tem factos, só retórica balofa….

  17. Tiago, a sua argumentação é um pedacito… escorregadia.

    Diz o Tiago que quem recebe o salário mínimo não se pode ‘dar ao luxo’ de estar na manifestação. Acontece que nem todos os comunistas recebem o salário mínimo, apesar de defenderem o seu aumento, ao contrário da malta de direita que também lá vai estar.

    E foi de facto a contar com essa estória do ‘não há fumo sem fogo’ que se escreveu a tal carta anónima que deu origem ao caso Freeport que, para o caso de não se lembrar, acusava o primeiro-ministro de ter recebido ‘luvas’. Fumo nunca faltou neste caso, mas, passados vários anos de investigações, as autoridades de dois países não encontraram fogo nenhum. Quem sabe se não seria nevoeiro ou uma nuvem de pó, ou…. fumo não era.

    Fala do que os portugueses pensam destes ‘fortes indícios’, lembro-o que o tema da ‘asfixia democrática’ foi bandeira de campanha das últimas eleições, o resultado que essa campanha obteve diz bem o quanto os portugueses se sentem amordaçados e o que pensam acerca do assunto.

  18. Tiago, cito-o:
    “Só a suspeição de envolvimento no caso TVI, Crespo, JMF público, ainda se lembram do Professor Fernando Charrua, afastado depois de ter tecido críticas acerca de uma certa Licenciatura duvidosa… Enfim!”
    Deixo a TVI de parte, era uma discussão sem fim, daqui a uns meses talvez dê para falar disso com mais factos.
    Crespo? Quer publicar um artigo de opinião, o director do jornal não concorda com a forma, aliás com muita razão, falam sobre o assunto, Crespo demite-se. Ultrapassa-me o que Socrates terá a ver com isso. O artigo é publicado, divulgado, propalado até mais não poder ser em todo o lado. Ai que censura.
    JMF Público? O dono do Público, amante de Socrates, ou pior, afsta JMF por defeitos de JMF como director, foram todos ditos na entrevista que Belmiro Azevedo deu sobre o assunto, a sua saída foi divulgada pelo próprio com meses de antecedência, nunca houve o mais pequeno fumo de influencia do PS, depois de ele ter saído lambuzam-se com um atentados à liberdade??
    O Professor Charrua não criticou licenciaturas, chamou alto e bom-som filho da puta a José Sócrates, públicamente e alardeando grande alegria e satisfação ao fazê-lo. Foi afastado do lugar que desempenhava como requisitado na DREN, creio. Voltou ao seu lugar de professor, como milhares de outros professores e funcionários públicos quando acaba a sua requizição. Convenhamos que chamar filho da puta ao patrão não é boa política quando se querem manter certas regalias. Lembro que o citado prof. e mais uma série de gente apanhando a boleia, ameaçaram fazer tudo e mais alguma coisa porque a razão era toda deles, mas nada foi feito por manifesta legalidade do tal afastamento.
    Se o Tiago quizer andar a chamar publicamente filho da puta a este e aquele e depois dizer que há atentados à liberdade porque lhe chegaram a roupa ao pelo, é lá consigo.

  19. assis… Francisco???
    lololol… Realmente com a “retórica balofa”!!!
    Não foi desafectada área protegida para dar lugar à construcção do Freeport?
    Responda apenas com um simples sim ou não…
    Eu não tenho qualquer estratégia, opino simplesmente como cidadão livre, podia fazê-lo na minha zona de conforto… Mas gosto de ambientes mais antagónicos!!!

    guida

    Neste país o que há mais são escorregadios, escorregadelas e escorregas (não vivessemos nós num pântano vai para mais de 10 anos…)
    Eu falei em quem recebe o salário mínimo, não se poder dar ao luxo de faltar ao trabalho (bem pago…) para se manifestar, seja à esquerda ou à direita!!!
    A asfixia democrática foi um slogan bem pensado, mas muito mal personificado…
    Talvez o fumo sejam poeiras como diz, anda por aí tanta gente a “atirar areia aos olhos” de uns e outros…
    Se é nevoeiro, então: “dia de nevoeiro, dia de soalheiro”, mas o único sol que se tem visto com mais intensidade é o que trás as escutas na 1ª página!!!

    Zé dos Reis

    Deixando a TVI de parte, deixa também o indício fulcral da questão…
    Os outros casos que referi, são pessoas “avulsas”, não é o mesmo que um canal de televisão… São situações com gravidades distintas!!!
    Nos dias que correm, para muitos Portugueses (não todos…), chamar “filho da p**a” ao patrão é um exercício pleno de higiene e sanidade mental!!!

  20. tiago mouta, “Não foi desafectada área protegida para dar lugar à construcção do Freeport?”
    não, não foi: “Em declarações à SIC Noticias, Rui Gonçalves garantiu ainda que a Declaração de Impacte Ambiental favorável ao projecto «foi emitida antes da alteração» da delimitação da zona de protecção especial do estuário do Tejo, mas que, se não estivesse conforme com a que «estava em vigor nesse dia, era nula e não tinha validade».

    «Quer antes dela ser alterada, quer depois de ser alterada, o projecto Freeport continuava dentro da zona de delimitação especial», afirmou.”

  21. Tiago mas a desafectação foi ilegal?

    Tiago que empresa gasta 150 milhões para comprar outra somente para despedir uma jornalista? Até a contratação de assassinos seria muito mais barato e teria melhores resultados. Lembro-lhe ainda que a PT é uma sociedade cotada na Bolsa, pelo que tem a sua actividade regulada. E tem accionistas…

  22. Tiago, acha que o problema do ‘slogan’ da asfixia foi só ser mal personificado? Mas para hoje estava convocada uma manifestação com o mesmo ‘slogan’ tão bem personificada, o resultado foi o que se viu.

    Conheço é ‘manhã de nevoeiro, tarde de soalheiro’. Ilumine-se com as novidades que esse Sol traZ e depois queixe-se do pântano.

  23. assis

    Diga assim um nº (por alto!!!) de quantos estudos de impacte ambiental tiveram que fazer, para ter um parecer positivo???
    Além de que o freeport estava parcialmente em cima da área protegida desafectada… Mas tudo bem, já se fizeram asneiras maiores(em construcção…)e ninguém se queixou, aquilo cria empregos em alcochete, já se tinha feito a ponte o aeroporto vai a caminho(ou não!) e que se lixem os habitats…

    José Gil

    A desafectação foi legal, se atendermos que se pode criar uma lei de um dia para o outro…
    Depois de tudo o que referiu (nem acredito que mencionou assassinos…chiça!), em relação à PT, falta só acrescentar que é um monopólio, que rouba descaradamente o Português (com uma coisa chamada “assinatura mensal”) e que o estado possui uma “golden share”!
    150 milhões, não é assim tanto dinheiro nalguns cenários e não foi só para silenciar um jornalista… Foi para “alegadamente” controlar uma estação de televisão!

  24. Volto-lhe a perguntar… Acha razoável que uma empresa pague 150 milhões para controlar uma televisão como a TVI? Não acha que seria suspeito quando a estação mudasse de linha editorial de um dia para o outro, após a compra por parte da PT?

    Já agora e já que estamos numa de lançar fortes indícios… O Mário Crespo, ao que consta, também mudou de opinião sobre o Governo no dia em que soube que o Porta-voz da Embaixada em Washington seria o Jacinto Carneiro e não ele. Se assim foi, será que a opinião dele continua a ter a mesma credibilidade?

  25. guida

    Não deturpe, o slogan não era o mesmo…
    Sócrates vs Manela, é algo que dá vontade de rir! Não é preciso ser astrofísico para perceber qual dos dois iria ganhar as eleições com facilidade…
    Não sei se a manif foi bem personificada, nem sei “o que se viu”, mas é muito provável que vá de encontro às minhas previsões de que nada de maior se passou…
    As novidades que o sol traz (ou não! Parece que já anda aí uma providência cautelar metida pela PT…), não são para me iluminar mas trazem a público situações que muito me incomodam na manutenção da independência do pântano…
    Pode ser mau, mas ainda é Portugal (dos Portugueses…), e quando for de outro qualquer?

  26. José Gil

    Em termos de gestão empresarial de uma empresa normal, seria um erro tremendo… Falando da PT, não sendo uma empresa normal pelas razões que referi anteriormente pode ser outra coisa qualquer!!! A linha editorial foi alterada na mesma, o jornal de sexta extinguiu-se (agora para preencher as sextas vem o sol…As sextas são uma loucura, deve ser o “efeito fim de semana!”)!!!
    O que me interessa que Mário Crespo mude de opinião como muda de camisa???
    Tem a credibilidade que tem, visto ser um jornalista com exposição mediática suficiente para ter opinião incómoda!
    O mundo é feito de mudanças, dinâmico, ou o José tem a mesma opinião sobre tudo de há 10 anos a esta parte???
    O próprio Paulo Rangel disse não estar disponível para se candidatar e 3 meses depois confirmou o contrário…O mundo é feito destas mudanças e ajustes, aqui e ali!!!

  27. Tiago então é normal a PT tentar comprar a TVI. O Tiago é que lhe está a dar uma intenção, uma para as quais apoia-se na credibilidade de um jornal e dos seus jornalistas. O Tiago não põe sequer em causa que aquilo que vem no jornal é mentira. Da mesma forma que no caso FreePort os ingleses já estavam à porta da casa de Sócrates para o apanhar e depois não aconteceu rigorosamente nada, ou seja as notícias da TVI eram falsas.

    Relativamente ao Crespo, oh Tiago então não interessa porque é que o Mário Crespo muda de Opinião? Então se as opiniões dele forem baseadas no rancor, continua a justificar a credibilidade?

  28. José Gil

    Continua a “inquinar”… Não é normal este processo de aquisição, contudo seria fácil para uma empresa como a PT comprar a Media Capital, como seria fácil sofrer pressões pela “golden share”, são suspeitas a investigar… Não me estou a apoiar em nada e jornalismo de qualquer espécie!!!
    Quanto à trapalhada do Freeport, acho que teremos notícias fresquinhas em breve…Está a “apurar” como o refogado…
    Como deve imaginar não sou eu que credibilizo ou descredibilizo pessoas como o Mário Crespo, eu sou apenas um humilde cidadão igual a tantos outros…
    Se é o rancor que o move então quem o legitima à frente de programas televisivos é que é o responsável… As vezes que muda de opinião, não me interessa!!!
    Eu não sou movido pelo ódio, apenas pela injustiça… Não me parece ser crime escrever revoltado com as injustiças do nosso País!!!
    Não sofro de asfixias, nem condicionamentos de qualquer espécie, gosto apenas de “circular” e argumentar com mentes antagónicas!

  29. Tiago, tem razão, estou a deturpar. Os slogans ‘Asfixia democrática’ e ‘Todos pela liberdade’ transmitem-nos mensagens muito diferentes. São tantas as diferenças que nem lhe peço para me dizer quais.

  30. Amigos… Gostei muito desta amena cavaqueira, mas terei que me ausentar.
    Responderei a todos vós quando regressar!
    E não se exaltem… A Democracia é mesmo assim!
    Saudações para todos

  31. Ok então vamos investigar todas as compras de empresas em Portugal, porque em todas conseguiremos levantar o nível de suspeita. Será que revoltado com as injustiças do país ou com a “injustiça” que lhe foi feita? Presumo que o Tiago saiba que o caso foi arquivado em Londres certo?

    Já agora… parece que a Sábado de apresta a publicar, na sua edição de Sábado, uma quantidade de lama para cima de Paços Coelho: http://www.sabado.pt/Actualidade/Portugal/Passos-Coelhos-empresas-escandalos.aspx

    Quem com ferros mata…

  32. Isto é um país de lama, pelo que leio por aqui, lama de que é feito o PSD e todos os seus actuais seguidores, directos e indirectos, e argumentistas políticos e não só, lamacentos até dizer basta – claro que isto é democracia, mas uma democracia que não possui um sistema de justiça de jeito, dá nisto, num lamaçal democrático !!!

  33. Guida, deixo-lhe um pergunta se quizer responder. Porque havia o meu comentário (não argumento) de ter substância?

    Fala em argumento porquê? Eu não argumentei nada, fiz um comentário à laia de interjeição. Qual é o problema disso?

    A guida compreende a diferença não compreende?

  34. a judite encrespada de sousa acaba de ser ridicularizada pelo presidente do supremo.
    A inês serra lopes acaba de dizer que não vê qual o problema de divulgar partes de documentos em segredo de justiça, porque mais cedo ou mais tarde, eles acabam por ser públicos… E que o governo devia entrar na chicana (palavara minha), porque os tribunais demoram muito tempo a resolver os casos e assim tratava-se do assunto, de forma expedita, nos jornais.

    Não era o Val a gozar, esta é a (o)posição oficial da maior parte da comunicação social: “Esqueçam os tribunais, nós publicamos as nossas truncagens, se os “suspeitos” não se pronunciarem, é porque são culpados. Se interpuserem providências cautelares, é porque não são democratas.”

    Em que pocilga nos meteram?

  35. Ibn, respondo sim senhor, mas não me deixou uma pergunta, deixou quatro. E uma delas faz todo o sentido. Falo em argumento porquê tratando-se de um comentário seu? Foi mesmo lapso. Mas tem uma explicação, eu vinha embalada ali de uma outra caixa onde o Ibn fazia referência à falta de argumentos com substância.
    Espero que não volte a acontecer confundir os seus comentários com argumentos, e muito menos com substância à mistura.

  36. Guida,
    Eu sei que para pessoas como Vexa. substância só pode provir de coisas com às quais concorda. Lamento.
    Mas deixo-lhe outra pergunta, houve no seu comentário a tentativa talhada de ironia?

  37. Voltei…Bom dia:

    Guida

    São coisas bem diferentes os slogans “asfixia democrática” e “liberdade de expressão”, embora ambos visem direitos fundamentais…
    A 1ª, bem utilizada na minha opinião por Ferreira Leite, visva o clima de condicionamento que os Portugueses viviam, que, apesar de viverem em democracia, seriam penalizados nas suas vidas de uma forma ou outra pela emissão de opinião “inconveniente” com quem manda, (não apenas aplicável ao PS)…
    O que Manuela se esqueceu foi da Madeira… Quando remeteu a ilha para o “exemplo democrático”, afundou o slogan…lololol, mas foi bonito de se ver!
    A liberdade de expressão é algo saído da classe jornalística, não se aplica a todos, mas apenas a um nº limitado de cidadãos cuja função é produzir e difundir informação do interesse público! Esclarecida? Ou continua a achar tudo igual…?

    José Gil

    A injustiça que me foi feita??? Não percebi… objective, por favor!
    O que me interessa que tenha sido arquivado em Londres… Eu vivo em Portugal!!!
    A investigar empresas por esse Portugal fora, muitas seriam as irregularidades…
    “O segredo é a alma do negócio…”, mas comparar qualquer empresa nacional à PT (ou otros monopólios como a EDP…), não faz sentido.
    Acerca de Passos Coelho o artigo é bem explícito e vinca a intenção clara com que este senhor se apresenta a eleições, a unica coisa que pretende mudar é os valores do capital social das empresas que representa e o da sua própria conta bancária, mudar sim, mas os clientelismos!!! Nada de novo…

    Edie

    Ainda não tive a oportunidade de visionar o video da entrevista ao Ministro Silva Pereira… Quando o fizer, terá a minha opinião sore o assunto!

  38. Ibn, se sabe tanto acerca de pessoas como eu, não sei porque me faz tanta pergunta. Tal como não sabia e continuo a não saber o que quis dizer no seu primeiro comentário a este post. (sem ironia)

  39. Bom dia também para si, Tiago. :)

    Não fiquei nada esclarecida. A liberdade de expressão não é para todos?! Está a confundir liberdade de imprensa com liberdade de expressão. Mas diga-me lá nesta manifestação reclamava-se de quê ao certo? Não se esqueça que alguns bloggers para além de cidadãos comuns que escrevem em blogues também opinam em jornais e televisões, amordaçados, coitadinhos, mas opinam.

    A Manuela esqueceu-se da Madeira e o Tiago esqueceu-se que em ambos os slogans o objectivo é o mesmo, acusar o Governo e, sobretudo, Sócrates de nos condicionar, asfixiar, enfim, de nos privar de liberdades várias. E o segundo slogan não é, como escreveu o Tiago, ‘liberdade de expressão’, mas sim ‘liberdade para todos’, lá está, de uma maneira ou de outra, estamos todos asfixiados, como dizia a Manuela e o Pacheco e o Rangel… Têm ainda outra coisa em comum, tanto num caso como noutro, a reacção dos portugueses foi a mesma.

  40. Guida

    Esta “minifestação” (o “mini” é propositado!) de bloggers é irrelevante (e já agora, ridícula!!!), por ser tremendamente parcial, pelos instigadores serem pessoas longe da isenção que se precisa na análise deste assunto…
    Como disse a guida e bem, bloggers que opinam em jornais e televisões, logo uma iniciativa de jornalistas e quejandos, nunca do cidadão comum de livre e espontânea vontade…
    O objectivo é o mesmo, a abrangência é que faz a diferença entre estes dois conceitos, um estende-se a todos os Portugueses, o outro é “coisinha” de “jornaleiros”… Veja as declarações de Moura Guedes e perceberá o paradoxo de ao existir censura, a própria não poderia emitir tais comentários!
    No entanto existe um poder de asfixia tremendo sobre os cidadãos, o qual talvez Sócrates não seja o directo responsável, mas sim sucessivas formas de governação que culminam em Sócrates e que temo continuarem no futuro com outro qualquer…
    Não estaremos todos asfixiados, adjectivação que resulta na morte do indivíduo, mas a verdade é que escrever e opinar assertivamente incomoda muitas vezes pessoas que pelas suas vastas influências podem produzir danos na vida privada de quem escreve…

    Está se a “empolar” uma questão, porque muitos tiram dividendos disso!!!
    A fragilidade deste governo e de José Socrates é óbvia… E se há altura para ele soltar o “animal feroz” é agora, ter uma postura de força e coragem política ou então abandonar… Caso contrário a podridão atingirá níveis nunca antes vistos neste País!

  41. Tiago Mouta:

    A podridão atingiu já níveis nunca antes vistos neste País e Sócrates disso não tem culpa nenhuma, nem nada do que ele possa fazer ou deixar de fazer contribuirá para remediar esse mal: SOMOS NÓS QUE DEVEMOS ESTAR ALERTA A DEFENDER O QUE NOS É CARO!

    Mais, Sócrates está PROIBIDO de abandonar o cargo e de se equivaler assim, rebaixando-se, aos medrosos merdosos que já deram esse triste espectáculo à Nação: 1º Pinto Balsemão (1982), 2º Cavaco Silva (1995), 3º Ant.º Guterres (2001) e 4º Durão Barroso (2004). O Santana nem chegou a ter tempo para dar esse passo, porque alguém de bom senso o empurrou antes.

    “Ter uma postura de força e coragem política”? Mas isso é o que ele mais tem feito de há cinco anos a esta parte! O “animal feroz” não é aquele que se exibe e ladra muito à sua presa, mas o que espera tranquila e silenciosamente que ela se ponha a jeito. E no momento certo: ZÁS!

  42. Tiago, se eu concordasse com a tese da asfixia da Ferreira Leite, e dissesse como o Tiago que “existe um poder de asfixia tremendo sobre os cidadãos” estava muito preocupada e não diria que a manifestação foi ridícula, vejo aqui alguma contradição. Aliás, se tivesse sido um êxito não faltariam vozes a dar razão à Ferreira Leite. Para mim, foi ridícula, e muito, porque discordo de si e não acho que haja asfixia nenhuma. E o principal motivo pelo qual ela foi um total fiasco, apesar de também ter sido bastante publicitada na televisão e na rádio, é o mesmo que deu a tremenda derrota ao PSD, é o facto das pessoas não se reverem nestas teses asfixiantes. Têm de mudar de assunto se querem ser ouvidos…

  43. guida que me lembre ainda não ele fiz nenhuma pergunta acerca de si, certo? Aliás porque haveria de querer saber alguma coisa acerca de si? Por muito interessante que Vexa seja, eu não tenho o menor interesse. Aliás, sou casado e muito bem casado.

    Quanto à sua duvida, conhece, seguramente, o poema coloquei no meu primeiro comentário, assim como o que ele representou e representa. O resto é puxar pela cabeça, não sou paternalista e como tal no gosto de fazer a papinha toda.

  44. Ibn, não fez nenhuma pergunta acerca de mim, e pelo vistos não precisa.
    Escreveu assim: “Eu sei que para pessoas como Vexa…”
    Ora, isto pressupõe que sabe alguma coisa a meu respeito, o suficiente para me incluir num grupo de pessoas com determinadas características. Perspicácia, certo?

  45. guida, guidinha, permita que a trate desta forma carinhosa já pelos visto somos, embora eu não o soubesse, íntimos.

    O grupo em que incluo Vexa, limita-se ao conhecimento público resultante das ideias que vai por aqui colando.
    E dessas facilmente se constata que são de pessoas que usam do argumento irracional para defender o mestre contra tudo e contra todos, como se a defesa do mestre fosse um fim em si próprio.

    Não se esqueça que todos as figuras sinistras da história tiveram turbas acríticas de seguidores.

    Guidinha, não se melindre com aqueles que ousam criticar o mestre, são pessoas tal como vexa inteligentes, a diferença é que não sentem as dores pelo mestre.

  46. Ibn, não é que eu me melindre, mas ou me trata por guidinha ou por Vexa, os dois tratamentos, simultaneamente, não me parecem compatíveis. :)

    E fique descansado que não me esqueço das turbas acríticas de seguidores, seja de quem for.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.