Oscar da hipocrisia, Nobel da sonsice

No seu discurso no Instituto Politécnico de Tomar, por ocasião dos 75 anos da IBM em Portugal, Cavaco Silva elogiou a empresa como “um exemplo para o país” de que é possível alcançar “consenso” entre as principais forças políticas, que se colocaram de acordo sobre o projecto da IBM.

“Surpreende-me que Portugal seja um pouco a excepção, porque me chegam notícias frequentes, até da nossa vizinha Espanha, de diálogo frutuoso entre as diferentes forças políticas”, disse, para concluir que “os partidos em Portugal têm que se habituar a trabalhar também em conjunto principalmente nas grandes orientações para o futuro”.

Fonte

14 thoughts on “Oscar da hipocrisia, Nobel da sonsice”

  1. um diálogo frutuoso era com a judiciária para esclarecer o bpn, coelha, inventona & sucedâneos com sabor a vanilla, seguido do consequente impessegamento presidencial. este cabrão não tem pingo de vergonha e não há imprensa que o encoste à parede, só fretes para fazer a mona da claques direitola e táxista-leninista.

  2. Depois de tudo o que urdiu contra o anterior Governo numa negação total da tão apregoada solidariedade institucional,que nunca praticou, das duas uma,encetou uma fuga para a frente perante o descrédito em que caiu-não há memória de um presidente com tão baixos índices na opinião pública-ou está a ser objecto de um qualquer mal degenerativo irrecuperável.Aliás se estivesse bem da “bola”já teria ido para outras paragens livrando-nos de uma figura para esquecer e depressa.

  3. Não era preciso ir tão longe a Tomar, aqui tão perto em Loures já
    aconteceu um entendimento partidário, só que o Pilatos de Belém
    que, não é político antes um mísero professor de finanças, parece
    não ter entendido que a maioria que nos des-governa, não tem um
    pingo de credibilidade e, no PSD é o descalabro completo!
    Falar dos países da Europa como exemplo deve ter sido uma gaffe,
    nalgum dos países europeus os ministro mentiam no Parlamento
    e ficavam a arrastar-se como o relvas, a marilu dos tóxicos com os
    swaps já não teria andado já agora o manchete era de ficar?
    O problema não será dos partidos mas, das pessoas sem preparação
    que foram alçados para o Pote, não respeitam a Constituição repeti-
    damente, atacam outros Orgãos de Soberania, mostrando uma fal-
    ta de ética e respeito pelos eleitores, a começar pelo próprio!
    A cereja em cima do bolo, dizer que o borrão do irrevogável vice é
    uma boa base de partida para a Reforma do Estado … só por gozo!!!

  4. Desde 3 de Agosto de 1968 que os portugueses não nos entendemos.

    Pela alma de quem nos íamos entender agora?

  5. Ó Reaça, tens razão, porra, até esse dia todos nos entendíamos muito bem: estávamos todos a torcer pela cadeira patriótica que mandou o múmia paralítica ao chão, coa tola para baixo

  6. Este cavaco padece muito da doença da direita portuguesa. Nem se interessa em colocar um pingo de verdade nas suas declarações.

  7. Pimenta na língua é o que a criatura está a pedir de cada vez que falar de entendimento entre partidos! Entendimento?! Qual entendimento?! Palhaço. Cada dia tem mais cara de palhaço rico. Sempre que o vejo vejo-o com o chapéu em cone 3 botões felpudos no chapéu e gola à camões! Palhaço digo e repito!

  8. Grande aldrabão! Ou então anda muito mal informado.
    Em Espanha os “consensos” partidários só existem ao nível regional. Cavaco não vai além de Badajoz… Consensos? E que dizer da Catalunha ou do País Basco?

  9. GRANDE ALDRABÃO, sem dúvida nenhuma, SEMPRE O FOI!

    Mas também muito mal informado.

    Um porcalhão inútil.

    Mas a grande DESINFECÇÃO vem aí a caminho…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.