Os comunas vão dar cabo da Operação Marquês, alerta a socrática mais doente no circo que é esta direita

Percebe-se muito bem porque Costa, os seus novos aliados e a tralha socrática que se lhes colocou na esperança de que esse pacto ajude a abortar a Operação Marquês querem eliminar essa étapa: ela terá custos políticos imensos para o PS.


Helena Matos

38 thoughts on “Os comunas vão dar cabo da Operação Marquês, alerta a socrática mais doente no circo que é esta direita”

  1. Estava a estranhar duas crónicas seguidas de Helena Matos sem falar em Sócrates. Tem ar de ser uma espécie de comprimido que toma para a tensão.

  2. O guião da criatura está aqui, clarinho como água, em apenas duas linhas:

    “Em primeiro lugar porque António Costa não ganhou as eleições. Logo o governo de Passos e Portas tem de cair na Assembleia da República e só em seguida Costa deverá apresentar a sua plataforma de governo.”

    Ou seja, os pafiosos apostam tudo num arrastado processo de apodrecimento que conduza inevitavelmente a eleições antecipadas, que como é sabido só podem acontecer após a eleição de novo presidente da República. O guião é este: o boliquento encarrega o aldrabão de Massamá, chefe da quadrilha do pote, de formar governo, o governo vai ao Parlamento apenas para levar porrada da maioria dos eleitos, não consegue sequer aprovar o Orçamento, começa a choramingar que ganhou as eleições e não o deixam governar, os pafiosos merdiáticos avençados colaboram prestimosamente na difusão e consolidação da ideia de que os esquerdelhos eleitos não deixam o governo ainda mais eleito (porque “ganhou”) governar e que isso empurra de novo o país para a beira do abismo e por aí fora.

    É claro que “ganhou” porra nenhuma, já que os 38% que enganou significam uma claríssima derrota face aos 62% que não os querem lá, mas enfim, é para nos fazer engolir aldrabices que eles há muito apostaram no domínio de tudo quanto é merdia falada, visualizada e escrita, sem descurar os comentadores encartados, constituídos em coutada de exclusiva propriedade da quadrilha do pote, que guincham afinadamente a mesma mensagem.

    Cereja em cima do bolo, o clima assim gerado contribuirá decisivamente para a suprema vergonha que será acabarmos com o Cata-Vento Rebelo de Sousa, Chevalier de la Vichyssoise e pai de todos os aldrabilhas, levado ao colo a substituir o boliquento ao lado dos pastéis de Belém. Mais uma maravilhosa sinergia para nos inseminar o coirão!

    Entraríamos assim num período de indefinição e instabilidade que, com a prestimosa e activíssima colaboração de Santo Ambrosinho dos Santíssimos Mercados e Nossa Senhora dos Imaculados Ratings, em encantadoras “malabarices” com taxas de juro e afins, degradaria (esperam eles e tudo farão para isso) todos os índices de confiança nas finanças e na economia, assustando as pessoas ao ponto de as levar de novo a entregar-lhes o pote em eleições antecipadas, que dramatizariam até ao paroxismo com o know-how aprendido nas últimas. Sem esquecer o afinamento e refinamento de métodos e canais de comunicação merdiáticos e sinergias com o sistema de justiça que vêm apurando há muitos anos.

    Tentar empurrar de novo o país para a beira do abismo, apenas para poderem continuar grudados ao vasilhame e não perderem mordomias e sinecuras, não está nada mal, não senhor, para estes autoproclamados campeões do patriotismo. Bardachiça para eles!

  3. Trata-se de opinião publicada.
    Também Rui Ramos vai no mesmo sentido.
    Não lí os restantes mas talvez afinem pelo mesmo diapasão.

  4. Noto que há muita gente na comunicação social escrita ( em especial, no Observador ) e falada, preocupada com o futuro do Partido Socialista, coitado .
    Que se está a aproximar da esquerda e que com essa opção pode vir a desaparecer e coisa e tal .
    Curiosamente, não vejo ninguém exprimir o receio de que a direita se possa radicalizar mais à direita nem tampouco vejo alguém alegrar-se por uma eventual aproximação da esquerda-esquerda ao centro-esquerda .
    Falam do PS como tradicional partido charneira ou partido dobradiça mas eu julgo que muita dessa gente está mas é mais interessada num partido género torneira, uma torneira específica e sui generis, que aperte para a esquerda e desaperte para a direita .
    Anteontem, ouvi na SIC Notícias um comentador residente dizer algo como o seguinte, uma coligação PS com o Bloco e o PC teria toda a legitimidade para governar e poderia ser perfeitamente aceite pelo Presidente, desde que … fosse para prosseguir a política do actual governo !
    Ora tendo uma esmagadora maioria – e sem contar com os abstencionistas – manifestado uma oposição à governação actual, se isto não é uma tentativa de esvazionamento de conteúdo do resultado das eleições, então não sei que tal coisa seja .
    Também ouvi na RTP 1, um indignado alegado eleitor PS, manifestar em termos detalhados e veementes, o seu desagrado e repúdio por uma solução que envolva o PS coligado à esquerda . Afirmava que não tinha sido votado nesse pressuposto . A questão é que uma andorinha não faz a primavera e assim sendo deveria ter sido inquirido, pelo menos, um outro eleitor PS, – nem que fosse para confirmar a posição do outro inquirido .
    Assim como se fez, acho um mau serviço de informação .
    Passa a mensagem de que ( uma única pessoa inquirida ) representa a opinião de um todo ou de um universo amplo de eleitores ; é conforme a sensibilidade de cada um, a percepção do receptor da mensagem . Isto perspassa, acho, a manipulação informativa . Pode ser sido puro desleixo e não ter existido intenção manipulativa, mas que é péssimo, é !

  5. TODA a comunicação está ao ataque. Desde comentadeiros, não comentadeiros, populares, escamoteamento de noticias, empolamento, imprensa económica ( TODA, também) não falha uma….
    Mas para mim o grande perigo virá de dentro do PS na AR. Bastam só seis ou sete belezas brilhantes virarem a casaca “em nome do país” para tudo dar uma volta..
    Se A Costa não estiver atento vai tudo por água abaixo !

  6. “Infelizmente Portugal não tem autoridade moral para pressionar o Governo de Angola a libertar presos políticos enquanto não fizer o mesmo: liberdade para Sócrates já!”

    Como disse a Mª José Morgado, um político preso não é o mesmo que um preso político!
    Aliás o cavalheiro em questão de político não tem nada, se há tipo desprovido de qualquer ideologia política, é mesmo o preso 44!

  7. PS pede a PCP e BE que assinem documento com mínimos orçamentais
    http://economico.sapo.pt/noticias/ps-pede-a-pcp-e-be-que-assinem-documento-com-minimos-orcamentais_231735.html

    “Ontem, o “Público” também avançava que terá de ficar registado o compromisso de bloquistas e comunistas com a solução para a TAP e que pode passar por despedimentos. ”
    Isto para o PCP (CGTP) vai ser fácil de apoiar.

    “Também no sector bancário, a fusão de instituições como Novo Banco, BCP, Banif e Montepio, que poderá igualmente implicar despedimentos, também terá de ser previamente discutida. ”
    Idem.

    É bom que António Costa se lembre agora de todas (mesmo todas) as situações que poderão originar despedimentos (isso é possível num governo PS? Não é considerada “austeridade”?) porque se elas não estiverem previstas no acordo, mais tarde não serão possíveis.

  8. comparar costa o hitler é vergonhoso. ver minuto 46- 47 discurso direto na tvi24 da tarde 14-10-2015 discursohttps://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1101013699923819&id=100000455974031.

  9. Eu votei no PS… se apoiar os pafioso na próxima eleição voto bloco. `e simples… pafiosos nunca mais. Que vão para a pqp!

  10. aos socialistas,recordo que a direita que ainda nos governa,tomou o poder nas primeiras eleiçoes,depois de uma FRAUDE ELEITORAL.passos coelho mentiu despoduradamente aos portugueses.alinhar com essa gente estavamos a caucionar a mentira!cavaco,só dá posse ao governo da esquerda, depois de ser derrubado.eu compreendo-o,não quer ficar com zero de popularidade. aos deputados do ps um aviso.não aceitamos traidores dentro do partido em nome de coisas que possam acontecer,ou de imbecis argumentos.depois do chumbo do pec 4 , e das mentiras eleitorais,os canalhas perderam autoridade moral para reivindicar o que quer que seja.Nota: antes de ir para o poder o CDS era considerado um partido de extrema direita.

  11. a Helena tem razão em algumas coisas que diz: uma delas é que não foi Costa que ganhou as eleições – e se tivesse ganho não teria sido por mérito eleitoral. como não ganhou, que se contente em ser uma excelente oposição.

  12. “BE diz que PS não pode prometer o fim da austeridade sem romper com as imposições da União Europeia
    A porta-voz do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, afirmou hoje …”

    http://www.dn.pt/politica/interior/be_diz_que_ps_nao_pode_prometer_o_fim_da_austeridade_sem_romper_com_as_imposicoes_da_uniao_europeia_4523575.html

    Mau … começa bem.
    António Costa tem de preparar um acordo muito detalhado, sem deixar nada de fora, porque se não corre o risco de o seu governo cair logo na primeira semana. Para estabilidade estamos conversados.

  13. anonimo, das 13.58 és um filho da puta da pior espécie.essa declaração não é de hoje mas de 14 de abril de 2015,já estamos em outubro. (já lá vão seis meses)só os burros como tu é que não mudam,e o bloco mudou,por varias razões que me dispenso de comentar!

  14. Valupi, no meu vernáculo apelidar como parva a Helena Matos («é muito supor que os outros são parvos», diz a cabeleireira) nunca constaria nas minhas dez primeiras hipóteses.

  15. A prova de que António Costa é um “videirinho” espertalhuço mas boçal (talvez apenas um bocadinho menos do que aqueles que o apoiam), é que na pressa de chegar ao Poder ainda não se apercebeu de que NÃO vai ter um “GOVERNO MAIORITÁRIO DE ESQUERDA”, porque o BE e o PCP – MAIS ESPERTOS DO QUE ELE – não querem fazer PARTE DESSE GOVERNO.

    O que ele vai ter, se chegar a formar governo, é um GOVERNO – MAIS MINORITÁRIO do que o da Coligação – dependente dos apoios parlamentares do BE e do PCP – do MESMO MODO que um Governo da Coligação dependeria do apoio do PS (e/ou do Be ou do PCP, caso isso fosse uma possibilidade) para governar.

    Acontece que com ou sem “acordos de incidência parlamentar” entre o PS e a “esquerda”, as DIVERGÊNCIAS DE PROGRAMA entre o PS e o BE ou o PCP são muitissimo mais EVIDENTES E PROFUNDAS do que entre o PS e o PSD/CDS.

    CONCLUSÃO: um Governo PS seria obviamente o MAIS VULNERÁVEL, pois em qualquer votação dependeria sempre da aprovação de DOIS OUTROS partidos para obter a maioria.

    Já um governo da COLIGAÇÃO, poderia ter maioria de votos com o apoio de QUALQUER UM DOS OUTROS TRÊS PARTIDOS.

    CONCLUSÃO 2: se um governo da Coligação poderia ter apoios pontuais em função da matéria tratada e das propostas apresentadas; um governo PS ficaria sempre REFÉM DOS ACORDOS FEITOS COM O BE+PCP, ou seja, o PAÍS SERIA NA PRÁTICA GOVERNADO POR ESTES ÚLTIMOS.

  16. “(…)Quando no início dos anos 80, António Costa perdeu democraticamente as eleições para a Associação Académica de Lisboa, mas recusou a derrota e se negou a entregar as instalações à lista vencedora, justificando a intervenção das autoridades, o caso poderia explicar-se num eventual excesso pós-adolescente. ”
    Nuno Melo

  17. Puto, o Pedro Santos Guerreiro escreveu uma tese dessas no Expresso online sem a tua prosa arcaica mas com jogos de aritmética para crianças. Os tipos do jornal da Impresa gostaram muito, de certeza, tanto que o puseram logo integral e imediatamente (?) em sinal aberto… Concorrência e convergência com o Observador direitolas, vai por mim.

  18. putos e tripas,se é assim,não te preocupes.o psd e o cds vão gozar uns dias de férias e depois regressam. com energia renovada.ao portas aconselhava-lhe a lindissima “praia do redanho “em viana do castelo.só tem um problema.há lá muitos paneleiros e isso é a coisa que ele menos deseja.

  19. Helena Matos, deve ter um amor não correspondido a Sócrates, ou então mais grave sofre de algo muito mais grave, com difil diagnóstico.
    Se António Costa consegue formar governo, esta dama vai ter uma depressão muito grave.

  20. olinda, o psd perdeu a maioria,não foi por mérito do ps nem do costa, mas por demérito das suas politicas.o resultado não foi pior,porque infelizmente os media,nos periodos eleitorais, perdem a isenção.

  21. o que eu quis mesmo dizer, fifi, é que não houve mérito na campanha do ps. e entendo a vitória da coligação como isso mesmo: uma vitória. se tu ouvisses o que eu tenho ouvido de gente jovem e activa a apoiar a PAF passavas-te como eu me passo. para mim eles ganharam e a partilha do poder, logicamente, não pode ser equitativa. se se deixarem de merdas e pensarem em um país que precisa de respirar talvez a partilha se faça a gosto e a preceito. na verdade este é o meu desejo que vale nada de nada. :-(

  22. Já nos regimes fascistas os jovens adoravam lá estar e, eram
    muito activos na defesa da situação; Portugal do Minho a
    Timor, Deus, Pátria e Família !
    Desde que seja educada nesse sentido a juventude será sem-
    pre generosa e alienada, pelas tais fatalidades de verão onde
    chernes e cª lhes vão formatar a cabacinhas!!!

  23. A Operação Marquês vai falecer antes de o novo governo tomar posse !
    Alguém que explique isso à Dona Helena Matos !

  24. Anónimo das 9:32

    Desse link que refere aí, e para usar um , OXYMORON, consta uma NOTÁVEL LISTA DE MEDÍOCRES.

    VITOR RAMALHO ?
    Não conheço, não me diz nada.
    JOSÉ LELLO ?
    Não me interessa . É uma nulidade absoluta, e insanável.
    FRANCISCO ASSIS ?
    Durante a campanha eleitoral para o Parlamento Europeu foi um saco de pancada para Rangel, que o enxovalhou de todas as formas e feitios . Nunca se defendeu, e, vem agora armado em teórico da filosofia política, atacar o seu próprio partido .
    CARLOS ZORRINHO ?
    É euro deputado . Deve ensacar para aí entre 20.000 a 40.000 euros por mês . Deve estar sobretudo interessado na estabilidade e compreende-se que não veja com bons olhos a mudança.
    É que pode acalentar sonhos de um segundo mandato em Estrasburgo, e a mudança, pode gorar-lhe o desígnio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.