Organizem-se, comecem por ir almoçar juntos

3033839527_6648e05eca

A oposição reclama a maioria dos deputados e dos votos. Logo, o PS tem de se afastar e deixar a oposição fazer o que lhe apetecer. É lógico. Por agora, e só enquanto a oposição não tiver a equipa governativa pronta para apresentar ao Presidente da República, aquele Governo que foi empossado continuará com os seus actos de boa gestão. Por exemplo, mantendo a avaliação dos professores. Que é para ver se todos aprendem.

9 thoughts on “Organizem-se, comecem por ir almoçar juntos”

  1. “aquele Governo que foi empossado continuará com os seus actos de boa gestão.” se tu o dizes então é porquê é mesmo boa gestão. Mas quem raio avaliza a tua opinião? O governo.
    Já agora, governo é nome próprio?

    Eh pá larga os barbitúricos!

  2. Esta agitação politica está a dar uma grande desculpa para os casais que precisam de terapia! A população talvez não saiba o segredo que quando os casais começam a usar a vida para justificar que não se conseguem amar como imaginal que deveriam a relação ou nunca existiu ou está a morrer… :)

  3. É evidente que a oposição quer suspender a avalição, mas não quer ser ela a suspender a avaliação. Ganhará o apoio dos professores, mas não do resto da população… e, para ser pior, serão professores a dividir por 4 partidos (5 com os verdes e se calhar uns outros pelos ‘meios’).

    Haverá sempre muito a discutir sobre este assunto, mas, o que me parece, é que não há uma vontade real de nenhuma parte em criar um consenso (seja o governo, os professores, os sindicatos e as oposição). Ficamos todos a perder. Começando pelos alunos e pelos professores.

    EM

  4. Os partidos da oposição vão querer dar um “doce” aos SENHORES (AS) PROFESSORES(AS) e estes(as) vão ficar com glicemia em excesso. Vão continuar a “meter” o Artigo número não sei quê, para irem ao Médico; vão “meter” o artigo número tal, porque lhe morreu uma tia da tia, na aldeia; vão “baldar-se”, à socapa, porque o(a) Colega “safa-lhe” as costas – por troca de uma anterior “fuguinha”, etc., etc.
    Irão ser todos(as) “abençoadas” pelo Colega (ou Camarada?) Mário Nogueira, que vai, ufanamente, cantar vitória e catapultá-lo para mais altos voos… A ver vamos… E tendo em conta que essa oposição “vai formar Governo”, apresentá-lo-á como Novo Ministro, tendo o da FNE, como Secretário de Estado e o Paulo Rangel como Primeiro Ministro…

  5. Claro que os professores farão tudo, como o fizeram até aqui, para não serem verdadeiramente avaliados. É uma fobia à avaliação porque muito deles sabem perfeitamente que não estão minimamente «habilitados»e que é um crime público a sua forma de ensinar. Eu como pai constatei ao longo de anos coisas incríveis de mediocridade e de iresponsabilidade inconcebíveis e penso que para os bons e óptimos que felizmente os há, é uma enorme injustiça serem ultrapassados nas suas carreiras por gente que nem deviam estar a exercer esta profissão.
    Uma das causas da degradação do ensino reside precisamente no impedimento das reformas, ao longo dos tempos, por parte dos sindicatos e na irresponsabilidade das oposições,que tal qual como agora se passa, os dão cobertura com o único objectivo de tirarem dividendos políticos.

  6. Vamos avaliar toda a gente, para ver onde vamos parar.Só os professores É que não.Esses não.Esses são intocáveis, a começar pelo Mário Nogueira.Como é que ele iria saltar para a Inter ou para secretário geral do P.C. se tivesse uma má avaliação.Vejam bem o que os outros iriam dizer:o secretário geral chumbou-buu buu.Não serve, está despedido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.