O triunfo da ausência de marketing

Amorosa, e deliciosa, realização da RTP: Sapataria Cassiano vende sapatos com mais de 40 anos

Fui lá hoje. Os sapatos à venda são horríveis (ou não), caríssimos (sei lá) e a loja é inenarrável na sua falta de conforto e de sentido comercial. O próprio Cassiano comunga da inefabilidade própria àquilo que aquilo é, soltando resmungos avulsos se obrigado a falar. Só uma coisa é certa, a de o desolador registo das vendas que se vê na peça estar agora completamente desactualizado depois da divulgação da RTP, a que se seguiu a da SIC.

A sapataria do Cassiano não é um museu nem uma viagem ao passado. Trata-se de uma singularidade onde o espaço e o tempo deixam de fazer sentido. É altíssima a probabilidade de sairmos de lá descalços.

5 thoughts on “O triunfo da ausência de marketing”

  1. 5′ de publicidade à borliú em 2 canais são marketanga suficiente para cumprir o desidério do cassiano, aviar o stock e pôr-se ao fresco para gozar a reforma. tudo isto foi possível até hoje porque não tem telefone, não paga ordenados, não tem contabilidade e o filho da puta do senhorio cobrava € 17,50, se bem retive, o bom gosto e o charme do senhor fizeram o resto.

  2. sexta zero, sábado zero.diz ele: a renda era de 17euros .a camara passou-a para 120 euros,um descalabro absoluto! acho que este homem é feliz.deve ter rejeitado boas proposta de trespasse.se o mira amaral fosse como ele, o pais estava menos pobre e nós tambem.a ganãncia meus amigos e camaradas a ganância!

  3. marktungas à séria, era vender s. josé como carnaby st dos pintas que lambusam as vitrines da carolina herrera

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.