32 thoughts on “O seu a seu dono”

  1. Qualquer pessoa com dois dedos de testa topa que o lampião Jacinto Lucas Pires nunca poderia ser o sportinguista Valupi. Mesmo a tese de que seria uma técnica de despiste cai por terra, visto que manter essa ilusão causaria sérias complicações de saúde, qualquer que fosse o lado “mentiroso”. :D

  2. Já para não falar no apoio a Manuel Alegre, de quem foi Mandatário de Juventude. Esquizofrenia tão grande nunca se teria visto neste planeta.

  3. De qualquer modo, como Portugal é um país de analfabetos, houve um miúdo que garantiu ao meu sobrinho Miguel que era assim mesmo. Valupi = Jacinto Lucas Pires. O boato tem muita força…

  4. Será que JLP poderá fazer a fineza de nos dizer tudo o que não é? Porque se assim não for e “isto” não ficar bem esclarecido ainda o podemos confundir, mesmo, com a voz-off da Ana Gomes. Só para exemplificar…

    PS- Oh FLP, perdão,Valupi o mano da mana candidatou-se aquela quermesse do SCP: Que concorra, perca e desapareça…

  5. E é filho de Francisco Lucas Pires?
    Pois, não parece, por que, aqueloutro, era um principe e, além do mais, sabia escrever. O que não é o caso vertido aqui no tal de JLP.
    Já agora: qual é o critério para se ter uma “entrada” na tal Wikipédia?

  6. Como é que o Jacinto renega de forma voluntária a tão lisonjeira comparação? Tiro-lhe o chapéu, não é para todos esse desapego a algo que tanto poderia favorecer-lhe a imagem pública.

  7. Gente, não batam mais no ceguinho! Deviam levar em conta que o JLP tem a grande virtude de ser lampião. Pelo menos esse mérito ninguém lhe tira.

  8. valupi, como foi que descobriste tão em cima da hora? tenho a impressão de que todos os dias metes “valupi” no google, tás sempre em cima. :p
    :D

  9. Bom, agora é que fiquei confuso.

    Durante anos, vivi convencido de que não era importante saber quem é o Valupi. Vejo agora que se considera importante saber quem ele não é. Assim sendo, embora não perceba muito bem o interesse, venho declarar que eu também não sou ele ou, melhor dizendo, seguindo o exemplo do Jacinto citado, que eu também não sou “esse”.

    Espero, confusamente, contribuir assim para a felicidade de todos…

  10. Ui, João Viegas, isto complica muito mais: há para aí quem diga que o Valupi é o Afixe, que é o Rogério. Enfim, falta de verbas para o Júlio de Matos…

  11. Este Valupi é um vaidoso, tem medo de cair no anonimato, quando acha que está esquecido, lá vai maus um postzito acerca do seu altergo.

  12. Só a tua lendária generosidade, susana, para se conseguir comentar a alucinação do Ibn. Mas já que abriste essa possibilidade, quero realçar a seguinte maravilha:

    “tem medo de cair no anonimato”

    Ora, é isso mesmo. O meu pânico está aí, cair no anonimato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.