10 thoughts on “O sagrado tem muitas formas”

  1. Claro! Nestes últimos dias, tantas alusões à religião, tantas rezas, cantos e invocações de entidades abstratas já enjoa. É estranho que seja a França, de todos os países, a ter de ter a paciência para o fenómeno.

  2. Pois. Só que em regimes totalitários ou teocráticos não há alternativa, enquanto que para o Facebook tu tens milhares de alternativas.

  3. tens milhares de alternativas… que grande falácia. olha lá, e não podes ir viver para outro país também? há centenas de alternativas…

  4. fogu, ca gaja mais male enjorcada. olha-me aquela varriga e dapois o buço em baichu. prefirro bere as kardashians, pequenas peludas e falças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.