3 thoughts on “O ridículo não mata, enésima prova”

  1. Ouvi agora, na Antena 1,um comentador de Economia a afirmar que as últimas decisões do Governo sobre algumas particularidades laborais eram,plenamente,a confirmação de um projecto de planificação da Economia !
    Ajudem-me: eu sou redondamente parvo e não devo ouvir mais seja o que for,ou esse senhor é um tão reles provocador que tem de ser mergulhado em alcatrão e depois atirado para um monte de penas de galinha,à boa maneira dos Dalton ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.