22 thoughts on “O que esta esquerdalha inventa”

  1. uma amostra de 136 anos para provar um fenómeno de enorme complexidade e num planeta que tem 4.540.000.000.000 anos.

    seguindo-se esta linha de irracional palermice poderia, por exemplo, dizer-se que alguém foi alcoólico porque, em 29.200 dias de vida, passou 1 dia bêbedo.

  2. mas basta rever aquela completa fraude e monte de merda que é o documentário sobre o al gore , an inconvenient truth. já na altura muitos cientistas diziam que as previsões que lá se faziam eram rotundos disparates. passados 10 anos confirma-se que o al gore é, no que ao aquecimento global diz respeito, um perfeito imbecil.

  3. olha , também se podia fazer um gráfico cruzando população mundial e temperatura global…aposto que há uma correlação positiva forte entre o crescimento da população e o aumento da temperatura :)
    bora lá matar uns tantos :)

  4. iganôncio palhaço publica ai os grandes feitos da hillary para exaltar ou pelo menos nao dar cabo da democracia. tens de certeza aí uns leaks que provem que a criminosa é uma grande democrata…

  5. Algumas sugestões para complementar a leitura do gráfico:

    1. Verificar se a “rede” usada no inicio e no fim das medições é a mesma;
    2. Verificar se os equipamentos usados no inicio e no fim das medições é o mesmo;
    3. Verificar se as condições micro-climáticas nos locais das medições são as mesmas;
    4. Verificar se as metodologias usadas na recolha e tratamento dos dados são os mesmos.

    Caso assim seja, poderemos comparar o que é comparável e retirar ilações.

  6. Pior que o aquecimento global provocado pelo efeito de estufa os cientistas tem vindo a detectar una nova ameaça designada Orangehouse farm – O Triunfo dos Estupidos. O perigoso virus que vive em caixa de comentários e redes sociais é um organismo com dois neuronios de cor laranja devido a um transmutação recente.
    Nao incomodar, a sua extinção e assegurada em monocultura através da interação com organismos exatamente iguaizinhos, por exaustão.

  7. jrodrigues mesmo que se comprove inequivocamente que a tmperatura tem aumentado nos ultimos anos e que o gráfico é verdadeiro, a relaçao com as emissoes de co2 é causal ou meramente correlacional?

    que eu saiba, nao existe prova sufuciente de relaçao causal existindo até algumas que infirmam essa relaçao, mas provavelmente até disso o trump tem culpa.

    a catastrofe nao sao as alteracoes climaticas, mas se olharem para o quão complexa é a situaçao na siria e a dificuldade colossal em derrotar o isis veem uma catastrofe a acontecer em cada segundo.

    as razoes para a estranha invencibilidade do isis nao se traduzem em graficos mas se lerem alguns dos e.mails da criminosa hillary clinton, esta la bem explicadinho.

  8. “jrodrigues mesmo que se comprove inequivocamente que a temperatura tem aumentado nos últimos anos e que o gráfico é verdadeiro, a relação com as emissões de co2 é causal ou meramente correlacional?”

    Que eu saiba, a relação causal que se divulga não está demonstrada.

    Dito isto: nada justifica que se mantenham os níveis de emissão que há por aí e em particular a utilização desbragada de combustíveis fósseis; mas combater esse processo com uma hipótese cientifica por demonstrar, não me parece que sirva os interesses da ciência climática e da sustentabilidade ambiental.

  9. jrodrigues, obrigado.

    é evidente que a poluição é um problema grave, mas de saúde pública, que causa concretas doenças a concretas pessoas e ouros ecossistemas.

    estranhamente a poluição é pouco vista ou considerada sob essa perspetiva, interessando, não se sabe bem porquê, promovê-la ad nauseam como causa (incomprovada) do chamado “aquecimento global”.

  10. Sobre o aquecimento global, convém perceber os seguintes ponto antes de mandar bocas ignorantes. sugiro tentar ler isto http://www.realclimate.org/index.php/archives/2004/12/index/ para uma melhor compreensão dos fenómenos básicos, não faz mal dominar pelo menos estes assuntos:

    1) o que é o efeito de estufa, o que o provoca e a sua importância
    2) qual o grau de aquecimento dos últimos 100 anos e coloca-lo em perspectiva com os ocorridos nos últimos 300Milhões de anos, porque é que 3 º em 100 anos é muitíssimo
    3) quais os principais suspeitos para o aquecimento, qual a % de influencia e qual o real culpado , enetender teorias alternativas e porque é que nenhum consegue explicar o que se pass
    4) com 1,2,3 porque é que temos a certeza que é o CO2 que causa o aquecimento e porque é que se não pararmos a coisa vai mesmo correr mal e como pode correr ainda pior
    5) quais são os estabilizadores da atmosfera , porque é que o aumento de Co2 não é acompanhado de imediato por uma aumento da temperatura, e porque é que isso é ainda pior do que se pensava inicialmente
    6) noções gerais sobre o funcionamento da atmosfera e estratosfera, ventos, nuvens, ciclones, massas de agua, vapor, gases gerais

    Depois de dominarem isto e conseguirem não mostrar uma troglodita ignorância tlv possam tentar refutar a estatística e ciência que sustentam o aquecimento global.

    fia uma pergunta mais de antropologia

    7) porque raios pessoas que não percebem um caracol so assunto são logo as primeiras a questionar a ciência, e será que com irracionais destes a humanidade tem qualquer hipótese de sobreviver à maior ameaça desde a explosão de Toba ( https://en.wikipedia.org/wiki/Toba_catastrophe_theory )

    A minha resposta é não, estes símios hão-de conseguir dar cabo do planeta.

  11. “… porque raios pessoas que não percebem um caracol so assunto são logo as primeiras a questionar a ciência, … ? ”

    Será que não percebem mesmo ? E se forem “pessoas” da área das ciências do clima quem questiona ?

  12. Se tiverem estudos fundamentados publicados, e devidamente publicados em revistas de clima, notar, vale a pena ler as teorias.

    Se for opinião de café nem vale a pena

  13. Strummer,

    A “etiqueta” é excelente !
    Prevejo que, além das utilizações mais óbvias, possa vir a dar imenso jeito ao main-stream para substituir eventuais faltas de argumentos.

  14. Faltas de argumentos? Parece que ha aqui uma inversão do debate. Os contestam e que tem q apresentar argumentos que refutem a opinião da ampla maioria de climatologistas e outros cientistas.

    Nem por acaso quantafica-se em cerca de 1% os críticos da teoria do aquecimento global. Auto-segmentação perfeita 1% a trabalhar para os 1%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.