39 thoughts on “O problema com este cartaz não é ser ofensivo, é ser estúpido”

  1. então porquê?
    acho que tenta desdramatizar um dos maiores “contras” apontados à adopção por casais homossexuais e fá-lo bem.
    já agora e como não temos muitas explicações, é mais ou menos estúpido que aquele do PS que punha a menina a virar a página às nuvens da austeridade?

  2. jesus crasto, é estúpido porque desvia o foco da causa que supostamente promove para uma questão religiosa que não tem comparação possível com o análogo profano. E é estúpido porque as categorias de paternalidade invocada pela figura incluem um ser divino, dessa forma disparando a mensagem para o campo da irracionalidade. É estúpido, por fim, porque não passa de uma tentativa de humor sarcástico oportunista e sem originalidade.

    O cartaz do PS com as nuvens era muito menos estúpido do que este, quase parecendo inteligente na comparação.

  3. “É estúpido, por fim, porque não passa de uma tentativa de humor sarcástico oportunista e sem originalidade.”
    Concordo totalmente. Até parece que foi buscar inspiração a Paris…

  4. obrigado.
    permite-me acrscentar só que quando se ameaça ou amedronta com “os problemas” que uma criança poderá ter por poder ser educada por “2 pais” também se entra no dominio da irracionalidade e não é por isso que essa “política” não faz caminho.
    o humor é das melhores formas que conheço de passar conhecimento e valores aos outros. uma pessoa aprende e apreende quase sem dar por isso.

  5. sou agnóstico,mas também acho este cartaz estúpido. andaram anos a espalhar irresponsabilidade pelo pais,agora que resolveram ser um partido ÚTIL,surgem com esta piolheira! a ideia deve ter vindo do pai espiritual do bloco,depois de o ter visto em qualquer lado.

  6. Concordo, é estúpido. E contraproducente: vai atraír uma onda de antipatia no momento em que o Bloco estava a assumir credibilidade e seriedade. É uma pecha nacional: não sabem fazer humor sem meterem a religião católica ao barulho. Curioso é não se meterem com outras religiões praticadas no país. Com isso apenas afastam as pessoas.

  7. Sim de facto, como piada até pode ter interesse, mas, tendo em conta o proposito e o objectivo é, no minimo, infeliz, ou desastrado e, nesse sentido, o qualificativo “estupido” é amplamente merecido.

    Para além disso, deu-te uma ocasião de fazer um post com tino. Outra razão para lamentar esta parvoice.

    Boas

  8. Sousa Lara, agora condecorado pelo seu serviço relevante à Pátria ostracizando Saramago, exactamente por causa de Cristo, tem mais apoiantes do que parece, O romance de Saramago era bem mais estúpido e ofensivo para a “Naçâo Fidelíssima” do que este singelo cartaz.
    Apesar disso, confesso que não gostei. Temos coisas tão mais importantes e urgentes a resolver. E BE, agora, faz parte da solução.

  9. Este cartaz é estúpido. E brejeiro. E cobarde. Fraco serviço a quem quer atribuir ao Bloco de Esquerda características de inteligência cívica e responsabilidade institucional.

  10. Há um procurador do Ministério Público PRESO PREENTIVAMENTE em ÉVORA por fortemente indiciado de corrupção (alegadamente corrompido pelo nº 2 do governo de Angola), factos ocorridos em 2012 durante o governo PAFúncio, a excelsa PGR Joana Marques Vidal vetou que o dito cujo fosse questionado para onde ele ia quando pediu uma licença sem vencimento no dia em que arquivou processos “quentes e polémicos”, e vocês aqui nos Aspirina PERDEM TEMPO com merdas de cartazes ????

    Leiam isto e vejam lá se não estão a deixar passar o VERDADEIRO ASSUNTO que deve ser discutido e amplificado !
    https://vaievem.wordpress.com/2016/02/26/o-caso-do-procurador-detido-e-um-escandalo-de-proporcoes-incalculaveis/

    Deixem de ser caixa de ressonância da Direita fascista e vejam lá se abrem os olhos e começam a cumprir a vossa função !
    ARRE !

  11. é estúpido por bués de razões:

    . dá ideia que o bloco acredita nessa treta do jesus e paternidade.
    . inoportuno, depois da lei aprovada é que reagem com cenas destas.
    . revanchismo quando deveriam ser magnânimos, não estão habituado a ganhar.
    . plágiaram a ideia e adaptação manhosa.
    . arrumaram de vez com a eutanásia.

  12. ignatz,

    mas na eutanásia ainda podem fazer cartaz a dizer “Jesus também escolheu morrer por nós”
    parece-me um argumento de peso

  13. Ó valupi

    Por vontade de muitos é para varrer para debaixo do tapete, sim.
    Já reparaste na cara de dor de barriga dos jornalistas e comentadores Manholas quando se referem a este assunto ?
    Já reparaste nos termos do artigo do mano Costa sobre este assunto ?
    Já reparaste que as Tvs em canal aberto (e fechado) falam nisto ao despacha que parece que isto tem sarna e não convém fuçar muito ?

    Há pressa de começar a bater nisto, SIM, porque há-de haver quem queira abafar e eu não quero !

    Isto é a Francisca van Dunem a arrumar a casa ?

  14. Sem ser motivo para não tomar boa nota das parvoíces que caiem na praça, o Jasmim tem alguma razão. Manda o interesse público que seja divulgada a fundamentação com que a Procuradora Geral da República justifica o voto de não prosseguir a investigação a um Procurador “especialista” em casos de corrupção que abandona a função fazendo questão de não revelar qual o seu futuro patrão.

  15. Valupi, olhando para a peça, cores e lettering (quase comic sans) nota-se q o tom da comunicação não é institucional e pede que o nível de leitura deve ser adequado para um nível mais ligeiro q o tema talvez não mereça mas não que não deixa de ser uma abordagem funny embora datada e pouco original. No geral o ex-cartaz até e conservador porque ao juntar e comparar o profano e o “divino” desta forma acaba por remeter ainda mais para a família, a sagrada familia ou a sacralidade da família, única diferença é o lifestyle. Apenas provocador e nada subversivo.

  16. ai que riso! :-) a estupidez também pode ser engraçada. de facto, só recorrendo ao espírito santo para não perceber que também há, na biologia, uma grande sabedoria: a de que a concepção, assim como a educação, precisa dos opostos. e não há volta a dar. :-)

  17. Dizem os gajo e as gajas da liga que foi humor.

    A paneleiragem sempre foi muito alegre, muito gay.

    De um fino gosto.

    E se aparecessem uns cruzados armados em justiceiros, sem humor?

  18. Ó Bombinhas

    Se calhar és do Sporten, pá !
    Olha que o Jesus também teve 2 finais ! e o parlamento aprovou o mesmo esquema táctico para 2 clubes da mesma cidade !
    uhuhuhuhuh ! ahahahahhahah

  19. Eu estou com quem me apetece !

    E acabo agora de ouvir o imbecil do Francisco Louçã dizer na Sic Notícias que ter um Procurador português preso preventivamente por suspeitas de corrupção “provavelmente é mais um problema da Justiça angolana do que um problema português” !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    A SÉRIO ?????

    E por outro lado leio na Sábado a crónica do palhaço Dâmaso a dizer que a culpa do procurador preso é da “hierarquia da altura, composta pela Dra Cândida Almeida e pelo Dr Pinto Monteiro”.
    Esquece-se convenientemente de dizer que a sua excelsa Procuradora Joana Marques Vidal (a quem ele engraxa) foi quem vetou o pedido do CSM para obrigar o dito procurador agora leproso (perdão, preso) a dizer para onde ia trabalhar. Ou seja, era Joana Marques Vidal quem estava no cargo quando o leproso (perdão, o preso) arquivou o caso e se pôs a milhas.

    Ó Valupi
    Demora muito ? Isto é GRAVE.
    Estás a ver a maralha do Manholas a varrer o lixo para debaixo do tapete e a atirar um salpicos para cima dos gajos do costume ?

  20. Eu só consigo ver uma provocação a afrontar os crentes cristãos. Ainda se tiveese piada…

    Apanham-se com um bocadinho de poder e, zás! desatam a mostrar que são gente!

  21. Como é que o Costa, preso pelos tímbalos pela CGTP e pelos Lésbicos, consegue passar também ao lado desta polémica de um partido que o apoia?

    Evidentemente que o PS não se revê neste governo/geringonçado.

  22. Pedro Nuno Santos tem no seu longo currículo, que o avô é sapateiro.

    Ainda tão novo e já neto de sapateiro.

    Ele não quer dedicar-se ao ofício.

  23. O cartaz até pode ser estúpido mas tem todo o direito de existir. Quem não gosta tem bom remédio não vote no BE.
    Se bem que me parece que quem não gosta do cartaz já não vota no BE. Não se entende tanta celeuma em torno do que é essencialmente uma simples frase. Os palermas que estão contra e que vociferam alto há pouco tempo vestiam se de je suis charlie. A hipocrisia do fundamentalismo. O meu deus é melhor que o teu.

  24. Foi uma “argolada” e, que a Catarina Martins assumiu a responsabilidade!
    Só veio colocar em evidência a fragilidade cultural de muitos dos jovens que
    animam o BE por outro lado, mostra a falta de fiabilidade da ex candidata à
    Presidência da República que rápidamente quis por-se de fora numa demar-
    cação inversa, à unidade que procurou obter na sua anterior acção!!!

  25. Oh nacional palerma a geringonça faz o seu caminho já o mesmo não se pode dizer da caranguejola fascista que já perdeu o guarda freio e já só sobra o maluco de massama que era enebriado de tantos euros que roubou ao povo.

  26. Não vejo mal nenhum no cartaz. Quem não gostar da mensagem, da estética, da falta de gosto ou o que quiserem, paciência. Afinal onde é que fica aquilo de sermos Charlie?!

  27. Segundo ouvi dizer, a ILGA também protestou. Portanto vamos ter, por exemplo, o grande oficial Sousa Lara e, por exemplo, Eduardo Beauté na mesma trincheira. E tudo por causa de um e-cartaz que nem sequer se destinava à rua. Imagino o que não seria se esta moda londrina pegasse.

    É interessante notar que a versão original do slogan acrescentava “… and he turned out just fine”. Ou seja, qualquer coisa como «… e o resultado foi excelente», mas o bloco resolveu atenuar a parte encomiástica.

    Acho que a minha versão seria “… and he turned out queer”. Ou seja, qualquer coisa como «… e o resultado foi esquisito, peculiar». Mas acho que toda a gente ia interpretar mal e levar a coisa a peito: anais, catódicos, transsexuais, cissexuais, todos, todos ao monte sem excepção. Além disso não existiu Jesus histórico nenhum, mas que diferença faz isso quando «toda a gente sabe que…»?

    Perdoa-lhes, Pálas Atena dos Olhos de Mocho, que não sabem em que acreditam…

  28. BANDALHEIRA: pessoal que não se preocupa com a construção duma sociedade sustentável (média de 2.1 filhos por mulher)… critica a repressão dos Direitos das mulheres… todavia, em simultâneo, para cúmulo, defende que… se deve aproveitar a ‘boa produção’ demográfica proveniente de determinados países [nota: ‘boa produção’ essa… que foi proporcionada precisamente pela repressão dos Direitos das mulheres – ex: islâmicos]… para resolver o deficit demográfico na Europa!?!?!
    .
    .
    AUTARCAS EM GRAVE DESLEIXO
    Uma riqueza que as regiões/sociedades não podem deixar de aproveitar
    .
    -» Muitas mulheres heterossexuais não querem ter o trabalho de criar filhos… querem ‘gozar’ a vida; etc;
    -» Muitos homens heterossexuais não querem ter o trabalho de criar filhos… querem ‘gozar’ a vida; etc;
    CONCLUINDO: é uma riqueza que as sociedades/regiões não podem deixar de aproveitar – a existência de pessoas (homossexuais ou heterossexuais) com disponibilidade para criar/educar crianças.
    .
    —» Já há mais de dez anos (comecei nos fóruns clix e sapo) que venho divulgando algo que, embora seja politicamente incorrecto, é, no entanto, óbvio:
    – Promover a Monoparentalidade – sem ‘beliscar’ a Parentalidade Tradicional (e vice-versa) – é EVOLUÇÃO NATURAL DAS SOCIEDADES TRADICIONALMENTE MONOGÂMICAS…
    {ver blogs http://tabusexo.blogspot.com/ e http://existeestedireito.blogspot.pt/}
    .
    .
    .
    P.S.
    Tal como eu explico no blog «http://tabusexo.blogspot.com/» – o Tabu-Sexo não se tratou de um mero preconceito… foi, isso sim, uma estratégia que algumas sociedades adoptaram no sentido de conseguirem Sobreviver… leia-se: o Tabu-Sexo tinha como objectivo proporcionar uma melhor Rentabilização dos Recursos Humanos da Sociedade… leia-se, o verdadeiro objectivo do Tabu-Sexo era proceder à integração social dos machos mais fracos!!!
    .
    P.S.2.
    Uma sociedade/região, para sobreviver, precisa de (como é óbvio ) possuir a capacidade de renovação demográfica.
    .
    P.S.3.
    Existem autoridades de sociedades/regiões (que estão sem capacidade de renovação demográfica) em desleixo:
    – não monitorizam/motivam/apoiam uma riqueza que não podem deixar de aproveitar -> a existência de pessoas (homossexuais ou heterossexuais) com disponibilidade para criar/educar crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.