9 thoughts on “O povo exige respostas”

  1. Julgo que o que pensa Cavaco, seja lá o que for, é irrelevante, quanto a Seguro seria desejável e de enaltecer que manifestasse o seu apoio a este e ao previsível futuro governo de António Costa, ou seja, do PS.

  2. que saiba , o Seguro largou a vida partidária e tem duas empresas em Peniche, portanto está ocupado a trabalhar e a ser pai e não tem tempo para estas coisas dos que não sabem fazer nada.

  3. Qual é mesmo o interesse? Acusar o Seguro de traição ao PS?

    Os deuses requerem o sacrifício de uma pessoa honesta no altar do poder?

  4. Seguro deixou a vida partidária, agora é patrão e pai, “não tem tempo para estas coisas dos que não sabem fazer nada”.
    Grande e maliciosa tirada (a que propósito?), mas da qual Seguro não é responsável.

    ” Acusar o Seguro de traição ao PS?”
    Mas que pergunta, realmente, tão sem tino.

  5. Cavaco pode pensar o que quizer,porque um zero a esquerda,um defunto político nada vale.
    Antônio José Seguro,perdeu fez o que devia retirou-se,não tem que apoiar ou desapoiar, tem que ser respeitado e nada mais.

  6. António José Seguro perdeu e retirou-se, não por dever, mas sim por opção. Mas deixou de pensar, de ter opinião, de ser socialista, de se importar com a situação do País? Não creio, porque se assim fosse, como ter de o respeitar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.