O pior cego é aquele que não quer ouvir

Na quinta-feira, duas semanas após a ocorrência, André Macedo escreveu no DN que se tinha enganado a respeito de uma declaração de Passos Coelho em entrevista à TSF e ao DN – Errar e renovar. Errar é humano, o André é humano (consta), ’tá-se bem. Acontece que essa interpretação primeira foi a de vária e boa gente cujas orelhas tiveram o privilégio de acolher os guinchos do láparo. Gente séria, da melhor qualidade, como o próprio PSD institucional que se apressou a amplificar a Verdade:

Passos-PSD Governo roubou e derrubou
(sacado ao Vargas)

Sendo essa a verdade dos factos para o PSD, a de que o actual Governo é ladrão, temos agora que Passos, afinal, tentou foi adulterar os tais factos verdadeiros ao se limitar a dizer que o Governo derrubou a legislatura. Derrubar legislaturas é algo que pode acontecer a qualquer um, geralmente por distracção ou simples azar. Já gamar uma legislatura, surripiar uma legislatura, fanar uma legislatura, subtrair fraudulentamente uma legislatura, pilhar uma legislatura, agadanhar uma legislatura, rapinar uma legislatura, piratear uma legislatura, bifar uma legislatura ou mesmo abarbatar uma legislatura, isso, senhores ouvintes, só se faz por mau carácter, más companhias e más leituras. E implica conseguir reunir no Parlamento uma maioria de pelo menos 116 meliantes para que a roubalheira seja consumada.

Como irá o PSD da Verdade, os únicos que levam Portugal a sério quando o resto da malta já só se consegue rir, lidar com essoutro facto igualmente verdadeiro de terem um líder incapaz de dizer a Verdade? Um líder que testemunhou o roubo de uma legislatura à frente dos seus olhos e vem para as rádios e jornais dizer que tudo não passou de um encosto mais forte, quiçá mesmo sem maldade? É um problema grave, e por isso não tão agudo como aquele que tenho para resolver. É que não encontro a gravação das famigeradas declarações de Passos. O André não a disponibilizou na página onde descreve com detalhe as complexidades e misérias do seu sistema auditivo, certamente porque estava com pressa. Numa outra página do DN cujo endereço continua a expor a Verdade – http://www.dn.pt/portugal/entrevista/interior/o-governo-tem-o-dever-de-cumprir-a-legislatura-que-roubou-5287944.html – encontra-se um vídeo com excertos da entrevista, mas também aqui, misteriosamente, não é possível ouvir a passagem que inclusive deu título ao artigo. E até na TSF, entidade que cedeu o microfone e o estúdio de som para o Pedro poder ajudar os portugueses a entenderem a realidade, igualmente não aparecem os tais segundos de oratória na berlinda. Também eu poderei estar a ouvir mal, pelo que se alguém souber onde se encontram, rogo que partilhem esse segredoADENDA: a gravação está aqui e a passagem ocorre ao minuto 52.30 – é notório que diz “derrubou” e fica o enigma de como tal se transformou em “que roubou” – maravilhosamente, imediatamente antes, Passos reclama nunca ter dito aos portugueses que não deviam ser piegas.

É bem possível que esta não seja a primeira vez que Passos é vítima das deficientes condições acústicas de terceiros. É sabido que a esquerdalha, para além de não querer ver a Verdade, ou que fosse só a verdade dos factos, manifesta uma inveterada alergia à escuta de certas ideias morigeradoras. Pelo que temos todas as razões para suspeitar andarmos a ser enganados. Eis alguns exemplos à espera da devida correcção:

Registado pela escumalha esquerdista que domina a imprensa:
aquilo que se está a passar na véspera de venda do Novo Banco é quase criminoso

Hipótese mais provável para o que foi realmente vocalizado:
aquilo que se está a passar na véspera de venda do Novo Banco é quase leguminoso“.

Registado pela escumalha esquerdista que domina a imprensa:
Despedir-se ou ser despedido não tem de ser um estigma, tem de representar também uma oportunidade para mudar de vida.

Hipótese mais provável para o que foi realmente vocalizado:
Despir-se ou ser despido não tem de ser um estigma, tem de representar também uma oportunidade para mudar de vida.

Registado pela escumalha esquerdista que domina a imprensa:
«Vai tirar os subsídios de férias aos nossos pais?»
«Eu nunca ouvi falar disso no PSD. Eu já ouvi o primeiro-ministro dizer, infelizmente, que o PSD quer acabar com muitas coisas e também com o 13.º mês, mas nós nunca falámos disso e isso é um disparate»

Hipótese mais provável para o que foi realmente vocalizado:
«Vai tirar os subsídios de férias aos nossos pais?»
«Vou. Os de férias, os de Natal e uma série de outras coisas que até já lhe perdi o conto. Vai ser uma razia. Quem sabe disso é uma rapaziada amiga que está aí a aterrar na Portela não tarda. Estrangeiros, hã? Ninguém pia. Mas, enfim, como estou em campanha eleitoral, e hoje, vejam lá a coincidência, até é 1 Abril, vou apenas dizer-vos que se trata de um disparate. É um disparate, ok? Pronto, voltem lá para o recreio... Esperem, venham cá!... shiiuuuuu... Não contem nada aos vossos pais... hehehehe... LOL!»

7 thoughts on “O pior cego é aquele que não quer ouvir”

  1. O pior cego é aquele que só ouve o que lhe dizem que ouviu; o pior surdo é aquele que só vê o que lhe dizem que viu; o pior fretista é aquele que só diz e faz aquilo que lhe mandam dizer e fazer; o pior corrupto é aquele que vende a palavra dada; o pior lacaio é o que se põe a quatro patas logo que o dono o chama.
    Desde há muito tempo que este macedo corresponde integralmente a estas qualidades inferiores.

  2. Tudo são meras circunstâncias, virtude que o traste de Massamá não tem, é o de dizer a
    verdade! Para ser mentiroso compulsivo só lhe faltam as penas, a seu favor joga a sua
    fluência escorreita com a língua portuguesa e, o calor com que sublinha as frases chave!
    O A. Macedo resolveu fazer mais um frete, para finalizar os dois anos em que na direcção
    do DN deu cobertura total, à ainda existente célula laranja que só desprestigia o jornal!
    Já tem assegurado o lugar de director adjunto da Informação da RTP que, se tem trans-
    formado num asilo para muito boa gente que, nada tem a dar aos contribuintes que aju-
    dam a pagar os custos da empresa!
    Alguém, mais cedo ou tarde terá que, fazer voltar o bom senso à estação pública que, no respeitante à informação parece querer alinhar pelos descrentes, utilizando grosseira-
    mente o argumentário da direita ressabiada, inclusivamente, dando de forma despropor-
    cional voz a comentadores sem conteúdo, apesar de alguma melhoria na RTP3!!!

  3. Trump’s Response To Parents Of Killed Muslim Soldier: “Hillary Voted For The Iraq War, Not Me!”

    votem nessa pósnazi, votem nessa luciferiana criminosa, adorem-na…

  4. Passos, Vitor Gaspar, Portas, Maria Albuquerque, e evidentemente, Cavaco, deviam ser submetidos a julgamento em tribunal, por terem lesado gravemente a Nação e o seu próprio Povo . Uma coisa do género crime de alta traição ou de lesa-Pátria .
    Quanto ao figurão em destaque, já nem sei se ele é economista de profissão e aldrabão por opção, ou se é aldrabão de profissão e mentiroso por opção, digo, por imperativo de acumulação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.