O País é que não presta

Não sei, porque nunca me aconteceu, mas suponho que deva ser tramado: passar meses, anos, numa desvairada campanha de assassinato de carácter, num constante boicote ao Governo apenas porque estão lá os outros, num berreiro imparável contra a colossal inépcia e irresponsabilidade de Sócrates, declarar todos os dias que o abismo onde Portugal se afundará chega amanhã, e depois termos de nos levantar, ir ao banho e ao papo-seco, sair à rua e enfrentar esta sondagem nos idos de Setembro. Terrível, não gostaria nada que me acontecesse.

Claro que os zerinhos não o vão entender, nem ficando a tentar explicar até que o Estoril-Praia ganhasse a Champions, mas aqui segue por descargo de consciência: se Sócrates é tão mau como vocês o pintam, se é esse monstro de incompetência e corrupção, talvez esteja na altura de reconhecerem que há mais onde ocuparem o vosso tempo sem ser a coleccionar humilhações desta magnitude.

Portugal, decididamente, não merece o vosso titânico esforço, a vossa admirável inteligência e, acima e antes de tudo, a vossa salvífica verdade.

11 thoughts on “O País é que não presta”

  1. Valupi, não me parece bem juntar tudo no mesmo saco. Tu resides em Namec? Sugestão: trocar umas palavras do título – “Politiqueiros é que não prestam” -, digo eu. Mas tu é que sabes o que escrever. O resto do texto está nice. Be safe. :)

  2. Esta sondagem até acaba por ser positiva para os sociais-democratas. Coitados, andam tão confusos sem saberem se é melhor provocar uma crise política ou deixar o Governo afundar o País, ainda ontem o Pacheco apelava a que o PSD se decidisse. Com este resultado os portugueses ajudaram a esclarecê-los. :)

  3. Viva meu caro Val,

    Há empate nos partidos e nas lideranças dos dois maiores partidos nestas sondagens, e daí concluis que os críticos do PM são uns tipos de má fé absoluta, alienados da realidade tão luminosa que é revelada pela Eurosondagem ao eufórico povo em festa.

    Parabéns, és o único ser clarividente neste país de apanha bolas, o que dirá a tua brilhante cabeça dos valores negativos de 18% do desempenho do Governo?

    É uma lástima, as linhas com que coses os teus “amores” ao PM não te permitem uma análise crítica da situação da governação, chupa os 18% negativos e revela a que sabem.

  4. bem . grande victória ? da maioria absoluta , com que começou , ficar reduzido a 36% , a 2 decimazinhas dos broncos , acho que é assim victória à Virro , com V , pois.

  5. Os 35,8% devem-se concerteza ao facto de PPCoelho passar (de novo) longas temporadas em recolhimento e aparecer só de vez em quando a dizer 3 frases, rematadas com “Boa tarde, obrigado!” aos jornalistas que o apanham à saída de algum lugar. Essas 3 frases não soam muito mal, não arrisca a pele por isso, e depois vêm reproduzidas nos jornais, porque ainda há jornalistas que querem mostrar que bateram à porta do PSD e estava lá alguém. Visto assim, há quem o ache “educado”, por um lado, e ,por outro, há quem veja o Ângelo por trás e a possibilidade de fazer dinheiro.
    No entanto, vê-se ainda mais de vez em quando o homem na televisão a discursar aos seus, usando mais de 3 frases. God! A última vez que o vi parecia um pai a explicar as contingências da vida às filhas num tom de quem lamenta o comportamento de algumas pessoas (o governo).

  6. Penélope,

    LOL.

    Quanto à faceta de educador do povo, o lúcido Vasco Pulido Valente, já defendeu que é essa a missão deste brilhante líder político.Só não explicou o que temos a aprender com ele…já não cabia na crónica.

  7. Há um pequeno senão no raciocínio sobre lideranças e empates técnicos.
    Atrevo-me a dizer que mais que um senão,é um porém.
    Esquecer o conteúdo do post “…passar meses, anos, numa desvairada campanha de assassinato de carácter, num constante boicote ao Governo apenas porque estão lá os outros, num berreiro imparável contra a colossal inépcia e irresponsabilidade de Sócrates, declarar todos os dias que o abismo onde Portugal se afundará chega amanhã…”, e comentar sem este enquadramento, só pode ser má fé ou falta de inteligência.
    Mas os adversários mais os assassinos de caracter, todos juntos, não chegam aos calcanhares de Sócrates.

  8. este post pode ser endereçado a qualquer meio de comunicação social e aos ditos comentadores que por lá se acotovelam. mas não sei porquê creio que assenta deliciosamente na carnasic. talvez pelo pedantismo de que dão nota diariamente. Que sairá ainda mais reforçado porque o país, indiferente à mensagem quotidiana oriunda de carnaxide, não presta mesmo.

  9. Precisam um do outro, para darem o espectáculo mediático da Democracia de Sucesso. Entretanto, quem manda em Portugal vai classificando a economia do país com AA ou BB, e vai sacando a a fatia de leão do PIB que o país vai conseguindo gerar…
    Você disse “soberania” Poeta Alegre? Ha, Ha, Ha!
    Casaco é menos hipócrita: diz que “é um assunto de Estado”.

  10. Bravo! Este texto é excelente, sr Valupi. Por tudo o que esses pulhas-ranhosos têm feito contra Sócrates ao longo destes anos, levar de chapão com indicadores como este é quase como levar um soco no estômago. Bravo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.