13 thoughts on “O Carnaval do Rio de Janeiro que se cuide”

  1. é um paradoxo interessante: enquanto disparam os divórcios entre heterossexuais e a resistência ao casamento pelos mesmos, na modernidade, dispara a luta pelo casamento gay. afinal de contas o mundo ainda valoriza o casamento pelo sentido que confere à união, eis a minha conclusão.

  2. O Sporting não acasala com nenhum treinador, devia convidar Depardieu para presidente, devia manter Vercauteren, para poder ver uma saída para ir brincar o Carnaval no Rio.

  3. Eu acrescentaria

    1Jardim distinguido por militares como “homem de honra e de uma só palavra”

    2 CMVM confirma Luís Amado como ‘chairman’ do Banif para administrar o dinheiro dos contribuintes numa perspectiva socialista.

  4. o ignatz reage com bocalidade habitual por que pelos vistos gostava de assumir uma ligaçao homosexual ,mas falta-lhe coragem para o fazer.a olinda como tem nivel (coisa que incomoda certa gente) não desce ao nivel de ignatz habituado andar com a “moca” de rio maior.é uma pena,mas é u m caso de dupla personalidade.já vi intervençoes suas no camara corporativa e nunca o vi chegar a nivel tão baixo.

  5. O dinheiro cair do céu é mais para os crentes.
    Os marxistas acreditam mais na teoria da mais-valia de que alguns se apropriam e entregam a lacaios para administrar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.