Nuno Melo by João Galamba

Nuno Melo é um populista que se dedica ao seu trabalho com zelo e entusiasmo. Para ele, está em causa despachar serviço e chegar a tempo ao jantar, o resto é folclore e paisagem. Estamos perante um político que faz na cidade o que os advogados fazem nos tribunais: maximizam os ganhos dos seus clientes sem qualquer consideração pelas perdas que daí resultarem para terceiros. Por exemplo, quando Nuno Melo diz, na cara de Zorrinho, que os 6 anos de governação de Sócrates foram piores do que as governações de Vasco Gonçalves, Marcelo Caetano e Salazar (pelo menos), ele tem a certeza de que a sua ofensa a milhões de portugueses, e sem que castigo algum lhe caia em cima, pode ser usada para o seu ganho imediato: achincalhar o infeliz que está à sua frente, o qual comeu e calou. A técnica em que é perito consiste em começar por largar o insulto mais soez, a demagogia mais obscena e/ou a mentira mais crassa e depois continuar a falar de outros assuntos num registo convencional. Dessa forma, pretende que o interlocutor só responda à parte final da sua intervenção e que insultos e deturpações fiquem gravados na memória da audiência. Insultos e deturpações que não geram sequer uma manifestação de protesto ou um exercício de refutação; logo, quem calou consentiu. Nuno Melo pertence ao grupo que domina a actual direita portuguesa, um grupo de homens e algumas mulheres que respiram o mais feroz cinismo e para quem a política nada mais é do que a luta pelo poder sem olhar a meios para o alcançar. Daí, quando estão na oposição, ficarem tão excitados e paranóicos com os adversários que pintam à sua imagem e semelhança – os quais, portanto, terão de ser uns bandidos do pior.

Porque Nuno Melo voltou a disparar sobre Vítor Constâncio, uma espectacular operação de encobrimento das responsabilidades no BPN que é feita à vista de todos e sem que alguém na sociedade portuguesa tenha vergonha na cara e confronte os escroques, e porque Sócrates continua a estar na berlinda pelas razões mais esdrúxulas, até porque o próprio também gosta deste circo, recupero um debate que ocorreu em Fevereiro e onde o Galamba mostra como se deve tratar um crápula: dizendo-lhe, com a frontalidade de quem se sente, o que se pensa dele.

Debate completo aqui.

19 thoughts on “Nuno Melo by João Galamba”

  1. – socrates não corrigiu o déficit.

    – se por acaso o tivesse feito, não seria a primeira vez.

    – socrates fingiu que tentou corrigir o déficit, e mesmo com os números deturpados, o déficit continuou – se bem que menor do que nos anteriores anos de recessão/estagnação da economia, a europeia primeiro, a portuguesa depois.

    – o deficit baixou realmente durante um par de anos a custa do aumento brutal dos impostos e redução das prestações sociais. De resto, a despesa publica não baixou, ou seja, socrates esbulhou os portugueses enquanto a gestão da coisa publica era tão miserável como antes dele.

    – mas o mais grave esta no fingimento: socrates usou e abusou de expedientes macacos para aldrabar as contas. A despesa que antes era corrente e financiada por divida publica – contando portanto para o tal déficit e para a divida – foi substituída por despesa em múltiplos esquemas que fugiam a sua contabilização: PPPs, divida das EPs, EPs criadas exclusivamente para esconderem determinadas despesas (ex: compra de equipamento militar), fundações publico-privadas – com o mesmissimo propósito e efeito de esconder despesa e endividamento públicos, etc.

    E não entrei sequer nos últimos 2 anos e meio de governação. Porque nesse período o desastre foi total, ao nível do criminoso.

  2. ó coisinho não te acanhes entra lá nesses dois anos que foram ao nivel do crimonoso, esclareve aqui a malta…

  3. a valuTRETAS:
    “se por acaso o tivesse feito, não seria a primeira vez.”
    ok, miúda, não precisas de dizer mais nada. só precisas de acrescentar que esse caminho foi quebrado pela crise de 2008/2009 que atirou todos os défices (todos!, minha) muito para cima.

  4. Comemoremos, porque hoje é dia de: valutretas, passos, portas, melo, sopeira swaps, grilo falante, o que range, marquito, monte negro, bando institucional de bajulação nos jornais, sic, tvi, rtp, e etecetera como um rio que corre num chorrilho infindável….

  5. valutretas,o teu partido teve uma grande hipotese de brilhar se tivesse aceitado negociar com socrates a participaçao no governo, ou a concretizaçao de um acordo de incidência parlamentar . tinha imposto algumas medidas favoraveis aos trabalhadores como contrapartida do “enorme esforço” de livrar o pais de um governo de direita.se isso tivesse acontecido, hoje não tinhamos a troika a mandar no pais , com um governo a superar a austeridade por eles imposta, e o bloco não tinha ficado reduzido a 50% dos seus deputados,e com o fim à vista nas proximas eleiçoes. estás muito preocupado com a divida deixada pelo governo anterior e por isso mentes. o governo do ps deixou menos divida nas ppp do que aquela que recebeu do governo de direita. isto foi dito e redito na comissaõ parlamentar sobre esta materia. as ppp de socrates foram todas construidas no interior que paga impostos como o litoral, e por isso teêm o mesmo direito de deslocar-se mais rapidamente aos hospitais centrais,que por “mero acaso” estaõ todos no litoral! por ultimo as ppp são um crime para as gentes do litoral,mas que bem que sabe reduzir em mais de 50% o tempo de viagem quando para lá nos deslocamos.só os pulhas podem dizer mal destas obras,com custos identicos a um centro cultural de belem e muito menos, do que mais uma ponte sobre o tejo como a vasco da gama!

  6. – socrates foi o único PM da história a reduzir a dívida e a despesa pública.

    – Quanto ao deficit dizes que não baixou , depois dizes que se tivesse baixado não era o primeiro e depois dizes que afinal até baixou mas que foi à custa de um aumento brutal de impostos que nunca existiu e de uma redução de prestações sociais que é diametralmente oposto aquilo que se passou.

    – Antes foi uma miséria, nisso tens razão, e aqui denuncias de onde vens: da esquerda ranhosa.

    – Depois debitas um chorrilho de disparates em que dizes que a culpa foi das PPP (que representam 0,02% do PIB, sabias??? ROFL ) e uns negocis de armamento fechados pelo PSD/CDS.

    Enfim és um ignorante recheado de ódio e recalcamento.

  7. As arrastadeiras já nem se dão ao trabalho de defender
    o “sobrinho” do cónego, também conhecido como o
    “dandy” do Joane! Não tem ponta por onde se pegar
    pois, nunca mostrou ter qualquer idéia sobre política
    é sabido que, será um grande admirador do seu irrevo-
    gável presidente do PP, gosta da peixeirada bacoca co-
    mo se viu na famosa comissão de inquérito ao BPN em
    que o seu único alvo era o governador do BdP e, mais
    uma vez, já pegou no osso que o cherne borroso voltou
    a por na ordem do dia!
    Ele e o seu lider de lista, o “pézinhos de garrafão” rangel
    estão todos borrados, sabem que serão eleitos mas, en-
    cerram a sua carreira na chafurdice da política … não
    merecem a menor atenção da parte dos portugueses que
    os topam de gingeira!!!

  8. nuno melo na sua ultima intervençao sabia que não havia contraditorio,começou a despejar o saco com a narrativa escabrosa protagonizada pela direita.foi um canalha!

  9. Nuno Melo é apenas o candidato da boçalidade, da direita mais retrógrada e atrasada que este país cada vez tem em maior quantidade, um serôdio mal educado, quezilento, cheio de bravata e que há muito já devia ter levado umas bengaladas naqueles costados como se fazia no séc. XIX.
    Tentar tirar daquela anormalidade qualquer coisa de válido é tarefa vã. Gabo a pachorra e o sentido do dever daqueles que conseguem sentar-se à mesma mesa com ele.
    Eu nem na mesma sala consigo estar, e, felizmente, nunca me cruzei com o personagem pois não sei se conseguiria que a minha habitual bonomia não se esfumasse como por encanto.

  10. Uma só observação já que pergunta ficava sem resposta á semelhança do execrável “beto”do cds,que comeu forte e feio do Galamba e nem conseguiu armar a encenação que aprendeu nas alfurjas dos jotas,prosseguir em tom cordato como se não tivesse levado a mentira,o insulto e a demagogia aos limites em que a direita é perita.Ora a não pergunta é.que tratamento mereceu na comunicação social este arraial que em boa hora o João Galamba ministrou?Pevas,não foi?O costume.E já agora,os Zorrinhos e pandilha,aprenderam algo da atitude desassombrada do J.Galamba ou como de costume,assobiaram para o lado?

  11. Apenas vi a primeira intervenção do melo que se apresentou igual a si mesmo: um traste. Por outro lado o Galamba esteve, como já vem sendo costume, impecável.

  12. Desde falinhas no Expresso, até jogadas de bastidores.
    Falam de Nuno Melo com uma inveja enorme.
    E, by the Way, aqui vai o desmascarar daquilo que é Joao Galamba no frente a frente e contraditório de João Galamba. O democrático que agora não permite comentários no seu blog, mas apenas no texto em que fala de Nuno Melo,
    Fica o vídeo para apreciarem a dignidade e hombridade de um homem como Nuno Melo e um traste político como Joao Galamba…
    http://youtu.be/sooag2PyaxY

  13. Ó Rita Soeiro, hombridade e dignidade são atributos que, infelizmente, não é costume estarem associados a Nuno Melo.
    Interessante o videozinho de um pedante licenciado em direito que se arvora em conhecedor profundo da supervisão bancária, como se fosse possível que uma comissão de inquérito o tivesse iluminado.
    Seria bom que o sr. Deputado nos esclarecesse o que é que ele tem feito no sentido de evitar que os processos judiciais dos senhores prevaricadores caiam no saco da prescrição. Talvez assim eu acreditasse que ele quer mesmo castigar os culpados…

  14. O Nuno melo é muito bom, uma excelente pessoa um profissional sem mácula!!!…..
    E se ele é tão bom, até me admira porque é que não falou ainda da “mentirinha” do Machete que espetou na dita comissão de inquérito em que o Melo é o maior e não se deixa enganar por ninguém?!?!Porque será???? E já agora que fale com o cherne sobre isso porque parece que esse peixe sabe muito sobre essa água porca, choca e fétida…Aliás, vindo desse “peixe” em questão, só poderia ser assim….

  15. … e o cherne, no outro dia, veio dar à lusitana praia com comissários EUROPEUS e mais o indefectível presidente Cavaco. Já agora, ele trazia tanga? É que não ví a apresentação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.