Nokiafolia

johanna-julia.jpg

O que se passa na Finlândia tem suscitado a admiração de muitos, e por excelentes razões. Desde o sucesso económico à qualidade da educação, do gosto das vodkas ao gostinho das saunas, passando pela Nokia, actual ex-líbris do país com metade da nossa população. O mais recente escândalo político e social na Finlândia vem, precisamente, do apego ao telemóvel. Ilkka Kanerva deixa hoje de ser o ministro dos Negócios Estrangeiros por se ter revelado na imprensa que enviou 200 SMS para Johanna Tukiainen, uma dançarina erótica. O teor das mensagens abrange tópicos variados, como sejam as temáticas relativas à roupa interior, aos apalpões e à menage com a mana de nome fadista, Julia.

Na imagem vemos Johanna à esquerda e Julia à direita, ambas em roupa interior e mostrando a matéria apalpável. Também se exibe um perturbador copo com sumo de laranja (?), já a menos de meio. E deste inusitado quadro ressalta uma importante lição: quando os problemas de indisciplina com telemóveis atingem o próprio Governo finlandês, talvez seja melhor relativizarmos a perturbação emocional de uma adolescente portuguesa.

15 thoughts on “Nokiafolia”

  1. Podendo optava pela que não sorri. (são poucas as mulheres que sabem sorrir)

    Quanto ao paralelo que traças só pode ter o propósito habitual.

  2. Está tudo doido. E, segundo algumas opiniões aqui expressas, até tu, meu caro Valupi. Mas não contem comigo para entrar no coro. E muito menos para enviar uma sms, coisa que não sei fazer.

  3. ‘um copo de sumo de laranja’

    Que poder de observação!!! Lembra-me os ingleses que notaram que lady Godiva ia nua, mas montada num cavalo branco…

  4. é bom de ver que as raparigas, apesar da sua profissão nocturna, mantêm uma vida saudável, indo à praia regularmente, faça frio ou faça frio. é preciso fibra. bom, e lá fibrosas são elas.

  5. Continuo em plena avaliação do problema, donde se conclui que é necessária uma abordagem mais aprofundada (talvez bebendo da Antropologia o gosto pela observação participante ou assim…).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.