No labirinto da impunidade

Pode não ter havido intencionalidade política no calendário escolhido para a “Operação Labirinto”, sendo que a sua complexidade logística tende a invalidar essa hipótese. Ou pode ter havido e ser impossível de descobrir. Onde não há qualquer dúvida é nos benefícios para Paula Teixeira da Cruz da data para o caso se tornar manchete. E mesmo admitindo sem esforço que as datas policiais são benévolas e só tiveram em conta os interesses da investigação e da Justiça, a ministra tratou de explorar politicamente a ocasião:

Sucinto e sem grandes rodeios: "ninguém está acima da Lei, não há impunidades, independentemente do cargo que se ocupa e seja quem for". O Ministério da Justiça reagiu assim às buscas realizadas pela Polícia Judiciária - e consequentes 11 detenções - por suspeitas de corrupção, branqueamento de capitais, tráfico de influência e peculato, no âmbito de uma investigação sobre atribuição de vistos gold.

Fonte

A palavra fetiche aqui é “impunidade”. Como é sabido, antes de Paula Teixeira da Cruz ser ministra e ter decidido queimar caluniosamente os nomes, as carreiras e as vidas de dois técnicos da Judiciária para tentar escapar às suas responsabilidades reinava a impunidade. Havia gabirus acima da Lei, geralmente em trânsito para a Venezuela carregados de computadores Magalhães. Era o grande regabofe, tudo a sacar bastando mostrar o cartão rosa.

O povo sabe bem que a impunidade acabou, tamanho o castigo que está a pagar.

6 thoughts on “No labirinto da impunidade”

  1. já andam a investigar os vistos há bués e saiu agora porque dá mais jeito, a menistra faz um vistaço, não se fala do orçamento e lá mais para a frente tinha efeitos eleitorais devastadores, assim fazem uma remodelação e começa tudo de novo como se nada tivesse acontecido.

  2. Disse, há tempos, que a Tecnoforma era o periscópio dum submarino que, quando emergisse, atordoaria muita gente !!

    Ei-lo, que emerge e não só atordoa, mas põe muitos KO !!!!

    As virgens, sem mácula aparente, fazem esvoaçar as vestes, põem um ar seráfico e dizem as habituais banalidades !!!!

    A justiça pode tardar, mas não falha !! E aqui não me estou a referir à justiça protagonizada pelo ministério de PTC….!!!
    Vai ser um resto de 2014 e 2015 de surpresas, de acerto de contas, de vinganças, de salve-se quem puder. Afinal havia vários DDT. O Salgado não estava só. O nosso polvo é melhor do que o dos outros !!! Comamo-lo, frio.. ..com a companhia do velho ditado chines !!!! A vingança serve-se……fria !!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.