11 thoughts on “Neurose democrática”

  1. agora o relvas processa a jornalista e a erc multa o público. o belarmino despede, com justa causa, as mulheres (jornalista, a chefe e a directora) mais o resto da cambada que andou embrulhado nisto e volta zé manel que estás perdoado. vamos ter de esperar uns tempos para ver se o broges, ex-sachsminor vende goldwing da pt ao sonae-pae.

  2. Enervados ? e quem ficou sem o dinheiro ? então esses estão desorientados e prontos para a luta, não será? Por uma questão de palavras fazem isto, por uma questão mais forte fazem tudo…

  3. Era este Relvas, campeão da verdade e da honestidade intelectual, que, sob os entusiásticos aplausos do Correio da Manhã e da TVI do casal Moura Guedes, publicamente recomendava aos filhos de José Sócrates que rompessem com o pai mentiroso que queria asfixiar a comunicação social, não era?

  4. Felizmente, do outro lado da vossa barricada — a minha é diferente tanto da vossa, como da destes «liberais» mnopolistas de trazer por casa — estão a postos para o combate todos os Zorros, Mascarilhas e Tontos da esquerda social-institucionalista (entre outras). Raio de país este.

  5. oh meu! se a tua é diferente, increve-te no concurso de grafitagem a mijo nas paredes da cuf no berreiro.

  6. alguém devia recordar ao relvas, para seu consolo e equilíbrio mental, que deve encarar as pressões e adversidades como oportunidades para ser mais feliz, por exemplo, bazando daqui pra fora.

    (agora, continuo na minha: a jornalista está definitivamente queimada; quem a mandou fazer o seu trabalho? se quiser ter oportunidade de trabalho efectivo deve fazer como bastamente recomendado: bazar daqui pra fora)

    Aliás, acho mesmo que todos devíamos bazar daqui pra fora, que este país já foi, resta só um ambiente tóxico. E bastou 11 meses, hein? Porra, que estes gajos são mesmo bons a não deixar pedra sobre pedra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.