Não sejam piegas e saiam lá da vossa zona de conforto, rapidinho

A meio da campanha eleitoral para as legislativas de 2015, tal como o documento acima testemunha, o “primeiro-ministro-presidente do PSD-pafioso-mor” dirigiu-se ao povo para lhe dizer o seguinte:

Que o valor da estabilidade deve ser o critério supremo a comandar a acção das forças políticas responsáveis.

Que ele já sabe que Costa vai chumbar um eventual Governo nascido de uma maioria relativa da direita.

Que sem maioria absoluta não há condições para esta direita se manter no poder, sendo necessário ir para eleições no mais curto espaço de tempo por não existir alternativa governativa que ofereça estabilidade.

Ou seja, e de forma cristalina, Passos pediu ao eleitorado para se pronunciar sobre o cenário político que se vive em Portugal desde 4 de Outubro. E não poupou no catastrofismo, dando como certo aquilo que veio, de facto, a acontecer – apenas lhe escapando a inaudita dialéctica do PCP. Ora, tal presciência contradiz a retórica da surpresa e do escândalo com que os direitolas têm enchido o espaço público para lidar com a evidência: podem ter ganhado na noite eleitoral, perderam de forma absoluta neste dia parlamentar.

Chama-se democracia, é aguentar no caso de estar a doer.

43 thoughts on “Não sejam piegas e saiam lá da vossa zona de conforto, rapidinho”

  1. O dia mais feliz desde o 25 de abril. Ver esta tralha fascista direitola corrida na casa da democracia é maravilhoso.

  2. Seja qual for o futuro, não é só deles.
    Dum lado pouco mais de uma centena de gente assalariada das agências de CS.
    Do outro mobilização popular – ssaffodda se era mais ou menos radical, da CGTP ou do que quiserem – Zeca e Hino cantado com alma em frente da AR destroça qualquer um com memória.
    E se eles não o respeitam pelo menos percebem.
    Mesmo correndo mal estes lideres partidários fizeram história, é possível. O povo deste país ainda pode!
    Viva a democracia!

  3. Nesse discurso, o gajo insistiu em que o PS iria chumbar o Orçamento e só uma vez, colateralmente, falou do possível chumbo do programa do governo. Descarada manipulação e intrujice, porque se o programa do governo fosse chumbado (como foi), o Orçamento deles já não seria sequer apreciado pelo Parlamento (como não será).

    Não lhe valeu de nada a intrujice. Agora é só fazer as malas, que se faz tarde. Rua com os intrujões!

  4. Entre outras coisas,como dizia alguém:A minha admiração para a malta adepta da PaF que irá trabalhar nos feriados repostos e abdicarão das devoluções a acontecer.? neste aspecto a democracia devia ter mecanismos para evitar isto?

  5. Eram mais de “mil”,dizia o DN feito pasquim,sobre a manifa pafiosa na AR!Vejam a realidade vista de cima no blog Camara Corporativa!E não falo da papagaia de serviço nos “exteriores” notoriamente “estagiária”,porque coitada apenas aproveitava os estertores do pote.

  6. Eleições já! Não foi isto que o Povo votou. Vamos ver os meses que vai durar esta aventura esquerdista e radical. Irei repetir este comentário nessa altura .

  7. Parlamentarismo, semi-Presidencialismo, Presidencialismo .
    Nesta fase, parlamentarismo puro e duro .
    Vamos aguardar pelos próximos capítulos, para ver o que as birras do Cavacodente cessante e dos PAFodidos nos revelam sobre o entendimento de ” semi-presidencialismo ” .

  8. Aqueles do cêgêtêpê a comer COELHO frente à panela do dito mais o garrafão do tinto, com apetite para comer também CAVACO, foi de cabo de esquadra.

  9. na minha modesta opinião este derrube do governo talvez não tivesse acontecido se na grecia,não houvesse uma recente coligação de um partido de extrema esquerda (syriza) com um de direita.em portugal o “sacrificio” era bem menor, um de extrema esquerda a coligar-se com uma de esquerda.daqui vai o meu agradecimento a jeronimo de sousa, que abriu a porta..

  10. E pensar que um gajo que nunca fez nada de válido na vida foi um dia PM de Portugal…

    Ai, Portugal, Portugal
    De que é que tu estás à espera?
    Tens um pé numa galera
    E outro no fundo do mar
    Ai, Portugal, Portugal
    Enquanto ficares à espera
    Ninguém te pode ajudar

  11. O PCP e seus sindicatos vão continuar em 19 e troca o passo!

    Que pariu a era dos dinossauros.

    Coitado do País e do António Costa.

  12. Este Costa, tem que valer muito, e os parceiros também, não é fácil chegar até aquí. Que haja sucesso a partir de agora. Espero que não haja nenhuma cavaquice pelo caminho.

  13. Realmente o sec. XXI tem sido só boas notícias. Com um avanço civilizacional como não havia memória. Bendita globalização.

  14. Dr.ª Manuela há minutos na TVI 24, num debate com o indigente Medina Carreira:

    «O PSD não devia ter-se afastado da social-democracia. Foi empurrado para a direita como se estivéssemos a falar de algum partido fascista.»

  15. Está tudo de boca aberta, menos a Catarina.
    Ninguém segura a mulher.
    As próximas eleições vai ser ela a formar governo com ajuda do Costa.

  16. Os ex-maioritários que ainda ocupam o executivo têm a elaboração do orçamento mais atrasada (e isto é ser muito brando) que PS/BE/PCP. Está agora o Marco António, o Usurpado, a afirmar que “isto é uma usurpação!”, enquanto o seu governo se demitiu — por razões eleitoralistas, para evitar expor-se em campanha eleitoral — da sua mais alta responsabilidade (de acordo com um tratado orçamental que o PSD finge respeitar).

    @Marco António, o Usurpado
    “Usurpação” é um conceito do direito natural; a saber, o “direito natural” de certas classes sociais, a saber, a nobreza e o clero, de exercer o poder absoluto.

  17. Quem viu o noticiário das 20 na SIC pôde ouvir dois trastes ( admira-me que o Miguel tenha descido ao nivel do tratamento que lhe estou a dar agora) a falar das fragilidades enormes do acordo da esquerda (colado com cuspe, cuspiu o M S T) ficou com a ideia que aqueles dois estavam a sugerir a Cavaco que não podia fiar-se e, em consequência, indigitar Costa para PM. Por cauda das fragilidades. Por causa do tapete que, logo-logo, BE ou PCP , puxariam ao governo PS. Esqueceram-se de dizer, aquelas duas sumidades pagas principescamente, que se o fizessem, estariam a colocar de novo no governo a PaF, talvez agora absoluta. Passa pela cabeça de alguém tamanha leviandade, depois de negociações sérias e demoradas, onde todos cenários terão sido colocados? Passa pela cabeça que tanto a Catarina como o Jerónimo estariam dispostas a levar Pedro e Paulo para o governo, depois de terem arruinado o país? Talvez seja isto que atormenta a direita. Talvez tenha sido a percepção de que existe uma esquerda verdadeira em todas as esquerdas, que finalmente se entenderam para fazer frente à direita desde sempre unida. E há muita gente a pensar que este entendimento à esquerda é irreversível. Por esta não estavam à espera. Nem eu.

  18. Paulo Portas não fujas pá, não fujas que é agora que vais explicar aquela coisa dos sobreiros, do Jacinto Leite Capelo Rego, e aquela coisa dos Submarinos irrevogáveis!

  19. Chegou a explicar como não pagou impostos? Ou aquela soberba entrevista, comprada à TVI da boca de cocharro, foi suficiente?

  20. Eu não acredito que o Presidente da Republica aceite este “governo de saque”. Não foi essa a escolha dos Portugueses. OS PORTUGUESES ESCOLHERAM A COLIGAÇÃO PARA GOVERNAR, não estes rafeiros.
    A solução mais correcta é um governo temporário (governado pelo maior partido), até novas eleições. Para assim os Portugueses elegerem novamente a coligação, mas com maioria absoluta.
    Não sou a única pessoa chocada (represento a vontade da maioria dos portugueses),
    Nem tudo vale para chegar ao poder. Nem mesmo atropelar a decisão da maioria dos portugueses.
    (so falam da maioria dos votos de esquerda, eu falo da maioria dos portugueses que não os quiseram).
    Continuo a gostar da frase do mês “três derrotados não dão um vencedor”.

  21. verdadeira anonima, nas proximas eleiçoes,a igualdade de todos os candidatos vai ser uma realidade.com a direita no poder os jornais e tvs tocavam todos a mesma musica.acabou!

  22. Hehehehehe. . Não foi isto que os portugueses escolheram? Lá vem o mesmo discurso. Sejamos transparentes: os portugueses escolheram TUDO (abstenção incluída), menos isto. Tudo menos isto. Tenham paciência.

  23. Maria Abril,
    Não vi o Miguel Sousa Tavares, o jornalista com postura de voz grossa de bagaço bem geladinho a disfarçar o bom uísque que bebeu e com esgar ameaçador de quem quer bater no interlocutor . Desde que a filha casou um membro da família Espírito Santo e o próprio casou com uma deputada do CDS, o sujeito tornou-se num vira-casacas e está numa atitude de direitola .
    Em contra partida, vi a TVI, onde a Manuela Ferreira Leite cascou no enfurecido Medina Carreira, o sempre hiper preocupado com as contas públicas e o cumprimento escrupuloso do défice orçamental e das metas comunitarias . Para rematar, ela disse-lhe, prefiro um país em que as pessoas estão bem e as contas sem estarem em ordem do que um país com as contas em ordem e as pessoas a viverem mal . E concluiu, se as metas do défice não foram cumpridas é sinal de que as regras orçamentais da eurozona não são cumpríveis .
    Muito bem !
    Parece que ela faz um percurso da direita para o centro esquerda, enquanto que o Sousa Tavares, fez um percurso ao contrário, com desvio nítido e ranhoso para a direita .
    Também ainda vi um bocadinho do Pacheco, que normalmente casca forte e feio no Passos Coelho, e desanca de cacete no Portas .

  24. a amante do cavaco diz o que for preciso para inocentar o amado e o necessário para garantir lugar no arco dos elegíveis, na bancada da governação. ela foi asfixias e suspensões democráticas, vêm aí os comunistas dar cabo disto tudo, as ilegitimidades e os golpes de estado do costa, mas depois de enconstada pelo costa, já vale tudo outra vez, até ser governo. esta velha deveria era andar esfregar as partes comuns do prédio onde mora em vez de entrar na casa dos contribuintes para tentar fazer lavagens cerebrais, depois reage mal ao contraditório e pô-la a discutir com palhaço carreira tem o efeito trogolodita dum manel serrão vs pedro guerra naquele pugrama do mesmo canal apresentado por um gajo afectado da voz.

  25. Ó Teodoro, falta pouco para pedires contas a crianças de três e quatro anos pelo que fizeram na vida! Será que a soma dos teus neurónios todos não dá para perceber a diferença entre o percurso de vida de um deputado/a de 21 anos, do percurso de um calaceiro que só aos 40 foi fazer que trabalhava para a empresa de um amigo companheiro de partido? Ai esta direita rasca e estúpida!

  26. O Ignatz está a ficar lelé da cuca .
    Dantes publicava comentários 60 por cento pura lã virgem com 40 por cento de cache mira .
    Agora é lã churra e com etiqueta de polister . Deve ser para enganar as traças .
    Tiques e manias dum salazarista empedernido .

  27. Curiosidade minha, quem é a amante do Cavaco ?
    A fazer fé no comentarista das 12:14 será quem ?
    Será a Maria Aberta de Mais Dequém ?
    O comentarista estará devidamente credenciado pela Ordem dos Comentaristas ?
    Basta ser confrade da Ordem da Murga Da FitEira ?
    Eu pensava que a dita era a Leo Norbelezia, da Fundição de Champ, Limas e mode .
    Mais uma etiqueta 100 % polyester ?
    Por falar em binho, está-me a apetecer um tinto Purca de Morça .

  28. amante = que ama alguém
    https://www.priberam.pt/DLPO/amante
    Ainda que esta não seja uma solução que não agrade à ex-presidente dos sociais-democratas, Manuela Ferreira Leite considerou que Cavaco Silva não tem outra alternativa que não seja indigitar António Costa como primeiro-ministro.
    http://www.tvi24.iol.pt/opiniao/antonio-costa/manuela-ferreira-leite-governo-de-esquerda-e-uma-decisao-controversa-e-muito-fragil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.