Não é o Regime, sóis vós

A última crónica de Vasco Graça Moura, A porcaria, não é apenas mais um dos sinais da sua decrepitude individual. Há ali outras notas de muito maior interesse. Por um lado, assistimos à queda de uma geração, que chega ao fim da linha com o papo cheio e a alma vazia. Mas, por outro lado, o que ele diz, e o modo como o diz, é transversal a várias idades, até a jovens adultos. Há exemplos de escritos de pessoas na casa dos trintas e vintes a expressarem a mesma raiva, a mesma impotência, a mesma distorção cognitiva.

Esta maralha olha para os seus representantes de classe, carreiras, negócios e ideologia, no PSD e CDS, e assusta-se com a decadência que encontra. Então, no descalabro da auto-estima, dizem que o fim do Regime está perto, que isto bateu no fundo, que não se suporta mais tanta porcaria.

Precisam de alguém que lhes tire a porcaria que lhes desce da testa e cobre os olhinhos. O Regime, esse, não vos irá ser entregue na bandeja, seja lá qual for a porcaria que tentem fazer.

31 thoughts on “Não é o Regime, sóis vós”

  1. Todos aqueles que não são xuxas recebem um conjunto de adjectivos bastante elogioso, a maralha versus os puros e brancos, mais imaculados que o OMO, pena é que andem sempre com as moscas à volta da…

  2. Alunos vêem porno no Magalhães
    Vários alunos de uma escola básica da Maia foram vistos a navegar em sites com conteúdos pornográfico. A password do controlo parental foi descoberta no Google.

    A Câmara Municipal vai avançar com uma formação para pais e encarregados de educação. De acordo com a notícia do Jornal de Notícias, a situação alarmou a comunidade escolar.
    Os códigos e passwords para os Magalhães são iguais para todos e qualquer criança familiarizada com a Informática consegue encontrá-los rapidamente na Internet.
    Para já, os professores tiveram uma formação sobre os riscos inerentes à utilização do Magalhães. Cada docente tem também agora a responsabilidade de dar uma formação gratuita aos pais. Vão ser marcadas ainda formações sobre blogues, telemóveis e e-mail.
    A verdade é que muitos pais vêm à redacção da Exame Informática com um pedido comum: “desbloqueiem-me aqui o computador para o miúdo poder navegar à vontade na Internet”.

  3. “A verdade é que muitos pais vêm à redacção da Exame Informática com um pedido comum: “desbloqueiem-me aqui o computador para o miúdo poder navegar à vontade na Internet”.”
    Portanto, só há uma única conclusão lógica: a culpa é do governo que andou a distribuir os computadores às crianças…

    Balhamedeus!

  4. Pelos vistos, as nossas crianças estarão melhor preparadas para lerem ” O Crime do Padre Amaro”, “O Primo Basílio” ou “A Relíquia”.
    Bem feito…

  5. A última crónica do Vasquinho é uma porcaria. Os problemas que ele aponta ao Governo actual são problemas que não são só característicos do nosso país, que ele diz ser tão afeito à porcaria, mas sim de muitos países que sofrem actualmente uma crise a todos os níveis. Choca-me a maneira leviana como ele caracteriza o país no qual vive. Muitos se queixam do Saramago e até lhe pedem que abdique da sua nacionalidade, mas este nunca escreveria semelhante porcaria. Como pode este oportunista dos tempos actuais estar aqui, em Portugal, a escrever tamanhas asneiras? É apenas para encher a página branca? Só para dizer que tem opiniões? Uma opinião oportunista destas, sem argumentos válidos, assemelha-se ao grito do fanático, do radicalóide com falta de ideias. O comportamento dele está em profunda contradição com o que diz nesta crónica. Espero que as pessoas tenham suficiente sentido crítico para entenderem que estão perante uma imundície de crónica.
    Eu só queria que esse Vasquinho comesse e ingurgitasse toda esta merda que debitou só por se armar em opinion maker inteligente e aproveitador.
    No Natal, ofereçamos uma bosta de merda ao Vasco para que ele se besunte com ela.

  6. o podre do Regime são eles, esse bando de travestis que ora são deputados, deputados europeus, comentadores políticos e manobristas de saguão, hienas pintadas de louras a caminho de múmias. E no entanto não desandam, antes agravam, comeram-nos a carne e ficaram viciados em medula, em tutano.

    Para quando uma manif ou uma marcha convocada por blogs a pedir responsabilidades à Justiça ou algo de parecido – não chega pedir decência, não vale a pena pedir decência a quem não tem vergonha – que saia fora da influência imediata dos partidos?

  7. as escutas ao PM foram ilegais por não terem sido autorizadas pelo Presidente do Supremo, certo?

    a ferrugenta e o staff vêm dizer que o PM está sob suspeita, mas quem está sob suspeita acabada são eles, de que tiveram conhecimento ou acesso a escutas ilegais, enquanto se queixavam de que estariam eventualmente a ser escutados. Não há palavras para descrever tamanha perfídia, tamanha perversão dos valores democráticos. Inferno com eles!

    A loira fala em defenestrar, pois defenestrados deviam ser eles. Nojo, e mais nojo, e mais nojo, e mais nojo, sobre a direita: escorreguem no seu vomitado e escavaquem-se por aí.

  8. &,
    Muito bem visto e bem dito!
    Quais vão ser as consequências das denúncias feitas em tribunal por um tal
    Lima de Carvalho, accionista maioritário da empresa detentora da Universidade Independente, que disse hoje em tribunal que o dinheiro do estabelecimento de ensino serviu para:
    • Financiar uma campanha política do PSD;
    • Pagar uma campanha da Associação Sindical dos Juízes Portugueses;
    • Eleger um antigo bastonário da Ordem dos Advogados; e
    • Pagar viagens de deputados
    E já agora como é que se pode sancionar a porcaria das escutas fantasmas inventadas em Belém?
    Esta é que é a questão.
    E a porcaria que escorre dos gabinetes dos tribunais e dos sindicatos dos magistrtados , travestidos de gente com seriedade e democracia para dar e vender?
    Quem me responde?
    MFerrer

  9. Nesta vida nada é o que parece.
    Mas o que parece é que andamos todos a falar de factos que não interessam a ninguém e as coisas importantes ficam por discutir. Alguém esta discutindo isso por nós. Quando acordarmos… já era!

  10. muito bom o teu texto. tem uma falha : esqueceste de adicionar os PSessistas. papo cheio e alma vazia ( lindo!!) é sempre o resultado de se querer poder sobre os outros – o poder é solitário-, no meio da festa o “eu partilhado no meio de nós ” fica para trás. e não há nada melhor que isso.

  11. Lá que este PS cheira mal cheira

    Ó inteligência mdsol o post dos magalhães é um artigo de Jornal, nem ler sabes???

  12. Este Vasco sem graça (e sem moura?) está apoplético de ódio porque queria ser ministro da Cultura à viva força, mas fodeu-se.

    Agora, a última esperança dele, antes de gangrenar, é o Cavaco dissolver a AR e convocar novas eleições, já que a tropa não pode sair dos quartéis.

    É dos comentadores mais desprezíveis que na nossa praça vêm uivar à praça pública. Tem tiques de fascista, como essa de mandar o povo à merda por ter escolhido este governo. E depois de mandar uma posta/bosta dessas, ri-se mostrando os 27 dentes podres que tem na boca. É lindo de se ver.

    Nunca tem uma análise válida, nunca emite uma opinião fundada, nunca faz uma crítica justa. Só regorgita ódio aos socialistas.

    A porcaria é ele. Nem precisa de se besuntar nela, é-lhe consubstancial.

  13. “Estou, aliás, convencido de que muitos daqueles que votaram PS nas últimas legislativas não comprariam a Sócrates um carro em segunda mão.
    Nem sequer uma bicicleta.”

    Esta frase de outra ave siamesa do Graça Moura resume toda uma profundidade política e exuberante postura de estado destas elites da linha.

    Vendedores de automóveis e rodagem das novas viaturas, finanças de mercearia lado a lado com balcões bancários virtuais ou malas de notas, perdões fiscais e posteriores administrações não executivas. Isto está tudo ligado e isso sim, é governar e governarem-se. Com os amigos certos nos lugares certos.

    Pois parece que essa era já era. Até dentro do próprio partido. Veja-se o que ainda agora aconteceu na distrital de Lisboa com o Bacelar Gouveia e aquela tropa toda. Como está difícil de engolir, vá de cuspir até à bílis para cima dos cidadãos. Esses brutos inconvenientes.

  14. O VASCO GRAÇA MOURA QUE VÁ PRÓ CARALHO! ESTOU FARTO DE GAJOS DESSA LAIA .BASTA!
    Publiquem se quiserem estou-me cagando.

  15. E’ natural que estas sopeiras do marcelismo não suportem a democracia para a qual nada fizeram. Se dependesse de estes merdas o povo deixava de votar e voltavamos ao tempo da velha senhora (!!! essa mesmo, a da suspensão da democracia). Não passarão. E desta vez nada de cravos. Ir até ao fim e defenestrar o palhaço de boliqueime.

  16. enfim, eles estão a tentar induzir eleições antecipadas de várias maneiras, espero que o PS resista à tentação. Creio que voltaria a ganhar, e com o meu voto, mas sem maioria absoluta novamente e a democracia ficaria a perder com um atestado de menoridade cívica.

    A luta pelo poder é normal, em democracia e não só, agora os métodos dessa geração que tem setenta anos é que dão cabo de qualquer esperança de que as pessoas com a idade se tornem mais éticas e honestas. A ética política é a grande derrotada neste sururu, e era bom que houvesse efeitos adversos para os praticantes desta perversão para que não se possa dizer que vale tudo no reino dos inimputáveis.

  17. não sei, vejam lá se para os lados do Carnaval não dava para fazer uma coisa engraçada convocada por blogs com máscaras nas ruas,

    o pessoal de cadeirinha de rodas e oxigénio também é bem-vindo para a chaporrada, eu empurro, a minha máscara veneziana tem uma pena partida mas que se lixe,

    :))

  18. Eu não votei no PS,mas não me parece que a opinião da maioria dos eleitores considere que o 1ºministro esteja sobre suspeita.De facto eu não frequento os mesmos salões que os comentadores,jornalistas e politicos da oposição que o afirmam.Convivo mais com quem trabalha,com quem está desempregado,com os reformados,no fundo com a maioria dos que votam neste País,aqueles que esses intelectuais de meia-tigela consideram burros,iletrados e outros mimos mais ordinários ainda.Aquilo que me preocupa mais é que a luta partidária entre os eleitos,Governo e oposição,se tenha centrado no diz que disse,no li em tal jornal,nos insultos,nos ajustes de contas desde que o Governo tomou posse e a AR começou uma nova legislatura.Nós contribuintes que pagamos aqueles Srs.votamos neles para enfrentarem no consenso possível os problemas económicos e sociais que apoquentam aqueles que nada mais tem que a sua força de trabalho para ganhar a vida.Como é possível que alguem pense que estamos disponíveis para irmos a votos quando ainda só passaram dois meses e pouco,e nem sequer ainda começou a discussão do orçamento de Estado?.Esses iluminados já pensaram qual seria o resultado?.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.