Montenegro, tem vergonha

Luís Montenegro referiu-se ao vencedor das primárias no PS para candidato a primeiro-ministro logo no início da sua intervenção, a propósito do programa de resgate aplicado em Portugal: «Não, doutor António Costa, este não é o programa do Governo, foi o programa que os senhores negociaram».

Em seguida, o líder parlamentar do PSD citou uma afirmação que o secretário-geral cessante dos socialistas, António José Seguro, dirigiu a António Costa durante a campanha para as primárias no PS: «Tu eras o número dois da direção do PS e nunca te ouvi nada contra o memorando».

«2009, o ano em que se subiram salários e se baixaram impostos para no ano seguinte pagarmos tudo a dobrar. 2009, o ano em que o défice ficou 400% acima do que era previsto. 2009, o ano da satisfação e da coerência do doutor António Costa e do PS», declarou o líder parlamentar do PSD.

PSD associa Costa à governação de Sócrates e ao programa de resgate

__

Para se usar Sócrates como argumento ad terrorem é preciso deturpar, mentir e omitir num registo de absoluta impunidade. É o que faz o PSD, mas também Cavaco, desde 2008 de forma sistemática. E espanta, pelo menos a mim, a inépcia do PS face a tão básica táctica da direita. Já o marasmo do PCP e do BE não surpreende, dado fantasiarem ganhos do permanente exercício de baixa política contra os socialistas.

Luís Montenegro estava no Parlamento e no PSD em 2008, 2009, 2010 e 2011. Vamos admitir que não sofre de amnésia. Excluindo essa hipótese, como explicar que este homem nos fale como se o PSD em 2008 tivesse sido contra o aumento dos funcionários públicos, como se o PSD em 2009 não tivesse pedido a baixa dos impostos, como se o PSD em 2010 não tivesse andado a clamar pela vinda do FMI e como se o PSD em 2011 não tivesse afundado o País e declarado que o Memorando era quase igual ao seu programa, só pecando por não ir tão longe no empobrecimento como Passos, Relvas, Gaspar e Portas queriam ir e foram mesmo?

Acima e antes de tudo, como pode Montenegro ser um dos agentes da maior fraude eleitoralista da democracia portuguesa, enganando os eleitores numa escala colossal, e ainda ter o topete de emporcalhar o debate na Assembleia da República de cada vez que fala em Sócrates, no PS e no Memorando?

Espero que o novo PS encontre rapidamente uma resposta adequada a esta decadência que atrofia e degrada a qualidade da nossa democracia e respectiva governação. Até porque não é difícil, basta querer.

17 thoughts on “Montenegro, tem vergonha”

  1. valupi,os métodos da direita já os conhecemos desde o tempo de salazar.Este quando se candidatou pela primeira vez como deputado pelo e pelo circulo de viana do castelo, obteve nas urnas zero votos, repito zero votos. dito por ele e transcrito nos livros publicados pelo expresso. valupi ,voltando à vaca fria , não esperava outro tipo de intervençao vindo da direita, nomeadamente do seu lider parlamentar.o que o ps tem que fazer antes destes e outros debates é o trabalho de casa.ferro rodrigues na minhapiniaõ devia entrar a matar e desta desta forma: o pm que nos governa é a mesma pessoa que para ganhar eleiçoes usou este tipo de argumentos.mencionava o rol de mentiras (todas) .perante isto ,a deçencia exige mais um pouco de pudor nas suas intervençoes!

  2. a direita falou da telecom e ninguem lhes respondeu.se ainda houvesse a golden share na pt, que a direita retirou,não tinha havido a saida dos 900 milhoes para o bes (maior acionista na pt) nem o negocio com a oi tinha ido avante, dado que o malvado do socrates era contra! trabalhar trabalhar,já dizia o antonio variaçoes!

  3. Uma série de formandos, de Universidades privadas de vão de escada que assaltaram a suposta representação política da direita portuguesa, julgam que usar táctica de agitar o papão Socrates que lhes deu o poder é suficiente para o não perder. Julgam mal. As pessoas não são burras para sempre e, quanto mais falam nisso, mais evidente se torna o arrependimento de quem neles votou.

  4. Desta vez, o Valupi não tem razão! Pedir ao Montenegro para ter vergonha é o mesmo que pedir ao Passos Coelho para dizer uma verdade. É um impossibilidade física! Nem o Montenegro sabe o significado da palavra vergonha, nem o Coelho sabe o que é dizer uma verdade!

  5. lá estão eles ao ataque. e será um erro se costa jogar à defesa. têm que jogar ao ataque. o que de resto nem é difícil visto a incompetência colossal desses moços.

  6. eles tecnica e politicamente são incompetentes,mas na arruaça são do melhor que há. o ps só tem que fazer uma coisa, é ir à luta nem que tenha que chamar colação, tudo o que os possa foder.autarquias regiões autónomas swaps,ppp, roubos a bancos promessas gastos de funcionamento etc.etc.não há trauliteiros no ps?

  7. Penso que o PS não vai à luta. Ferro não é um “tribuno” e Costa também não. Gaguejam muito e a democracia pode voltar a perder para o populismo dos montenegros. Os três anos de Seguro permitiram que se firmasse a narrativa da direita. Eles sabem disso e que é muito dificil de a desmontar, certos de que toda a comunicação social é deles. Os comentadores são deles. O poder económico é deles. E, sobretudo, têm a justiça na palminha das mãos, pornta a condenar qualquer pilha-galinhas do PS e a abolver todos os tubarões da sua cor. Também podem contar com fidelidade canina de todos as esquerdas, desde Marinho e Pinto ao Jerónimo. Portanto, só mesmo um milagre de competência de António Costa e sua equipa. E mesmo assim não sei se vai chegar. A Sócrates não chegou.

  8. Silva Pereira tem os meios,os modos e as ideias mais que bastantes para cozinhá-los a todos, num arroz de cabidela parlamentar. Se é muito ou pouco chegado a Sócrates,só pecará por defeito e nunca por demasia.

  9. O montecoiso vale o que vale, a narrativa da bancarrota,
    a vinda da troika, etc. são fácilmente desmontáveis para
    tanto basta pedir a colaboração a um realizador cinemato-
    gráfico e preparar uns tempos de antena com as enormida-
    des que eles disseram antes, durante a campanha e depois
    de chegarem ao pote! Existe nos arquivos da A.R. , Televi-
    sões e particulares registos do que tem sido dito por esses
    aldrabões! Assim, haja vontade de os confrontar com a tal
    verdade que não é a que procuram inculcar nos eleitores!!!

  10. E o que repondeu Ferro a Montenegro? Nada! A falta de agressividade foi notória. Um tribuno médio tinha trucidado o cooperante da ONG. Tem que mudar muito para provar que foi uma boa escolha. Na primeira fila, exceptuando o Vieira da Silva, era o deserto. Onde param o Pedro Marques , o Galamba, o Silva Pereira, sem falar no Medina que está indesponível? Começamos mal!

  11. Acabo de rever partes do debate na SIC Notícias.
    Tenho admiração por Eduardo Ferro Rodrigues, mas o seu desempenho foi muito fraco. Num debate parlamentar deste tipo levar o discurso escrito? Sem capacidade de reacção, fraca capacidade argumentativa e sem argúcia.
    A sua escolha é um erro. Espero que haja a lucidez de o corrigir rapidamente, senão Passos agradece.

  12. Desculpa lá´Valupi a ignorância do idoso, tenho andado a arrastar o esqueleto pelo Estádio do Restelo, com breves incursões pela Universidade, aquilo por lá também não está famoso, mas pelo menos não me dá “gómitos”- Estou-me a referir ao Restelo. Dizes que alguns dos que apontei já não fazem parte do grupo parlamentar. Se não fazem, deveriam fazer. Com os caeteiros existentes à direita ,,,,, e à esquerda, se não se muda o ponta-de-lança ficamos em branco. Penso eu de que….

  13. Há uma coisinha que me inquieta. Por que é que não referem , com veemência, que o acumular da divida soberana vem dos tempos de Cavaco 1º. ministro.
    Porque é que não afrontam os detratores de Sócrates e dizem, preto no branco, que em 6 anos este não podia ter “gasto” 176 mil milhões!. Até o MST o diz, claramente. O JPP já o referiu e só quem não seja intelectualmente sério, mantém a narrativa !!

    Quando interessa dizem que foi o PS que assinou o memorando !!! Mas quem pediu, exigiu mesmo a troika, foram os ora acusadores. Há uma nuvem de resistência na defesa dos governos PS. Falta a agressividade que os outros têm e usam, intimidando !!!
    Ora só um bom tribuno, de frieza olímpica, pode dar uma resposta à altura. O que me parece é que há muita gente a perceber a “tramoia da direita” com frases feitas, sempre repetidas para parecerem verdades. Alguns desses quiseram mostrar, com as primárias, de que fibra são feitas as gentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.