Molho à espanhola

*

Tive a sorte de estudar numa academia onde o nome José Adelino Maltez era admirado como politólogo e patriota de excepção. E tenho encontrado em Luís Naves exemplos abundantes de decência. Por isso, vocalizei a minha perplexidade com o que podemos ler supra. Francisco Almeida Leite está a pedir ao Carlos Santos para continuar a fazer o que tem feito. E de que façanha se trata? Para o Francisco, é a denúncia de um suposto escândalo que urge esclarecer pela via da devassa, da mentira e da alucinação.

O meu remoque convocou as simpáticas presenças do João Villalobos e do Fernando Moreira de Sá, a que se acrescentaram os comentários do simpático Luís Naves e do labrego do Pedro Correia, para além da infeliz desresponsabilização do Francisco Almeida Leite. E o facto de terem apelado ao histórico das relações pessoais para lidarem com um contexto que se esgota na actividade blogosférica foi má-fé surpreendente.

Vamos lá ver: se até o Albergue Espanhol alinha na exploração do farrapo humano chamado Carlos Santos, e ninguém nessa casa levanta a voz contra esse acto ímpio, vocês não passam de um grupo de carapaus de corrida.

24 thoughts on “Molho à espanhola”

  1. o carlos santos é questão do foro mental. tão importante (ou até talvez mais, pois tem a exposição ao dn) é o fal. esse tipo é um idiota pomposo. o jornalismo para ele (como para outros trastes) não é rigor e isenção mas uma forma de militância politico-partidária. gajos destes acabam com a credibilidade dos jornalistas (a que eventualmente ainda existe) em dois tempos.

  2. mais uma boa oportunidade para apareceres, em carne e osso (o que nunca farás, eu sei) e deixares de ser um “super-herói”, pá.

    não venhas é de saia travada…

  3. eu já te conheço de ginjeira, não tenho qualquer interesse em te ver de novo.

    fiz o comentário porque são cada vez mais os pedidos para dares a cara.

    claro que sei que é problemático para o teu “negócio”, podes ter uma quebra na venda de vinho…

    e não te enerves, não vale a pena, isto é só “html”.

  4. De Espanha nem bom vento nem bom casamento… atenção a Galiza, o País Basco e a Catalunha não são Espanha.

    O Albergue deveria ser mais selectivo e não acolher Delatores/Bufos como Carlos Santos.

  5. Caro luis eme,
    Fica-lhe bem a referencia á vinhaca. Assim fico a saber de q substancia abusou nos últimos tempos.

  6. lol luis eme
    mas que mal faz denunciar quem usa meios governamentais para a coberto do anonimato fazer manipulação politica?
    acho piada a uma certa facção querer matar o mensageiro e esquecer a mensagem

  7. Valupi,

    Se estudaste “numa academia onde o nome José Adelino Maltez era admirado como politólogo e patriota de excepção”, e se tiveste a sorte de o ouvir durante alguma das suas aulas, saberias que tu representas completamente o oposto daquilo que ele defende.

    O prof. JAM, nunca teve problemas de dar a cara por aquilo que diz, e pagou ao longo de toda a sua brilhante carreira pela sua liberdade e independência (mesmo dentro da academia onde lecciona).

    Tu, não dás nem nunca deste a cara, como cobarde que és, talvez por andares atrás do tacho (se calhar já o tens) e assim mais facilmente podes arranjar um em governos do PSD, porque a corja é a mesma. Pelo menos o Carlos Santos, seja por pura honestidade ou oportunismo político, dá a cara. E isso fará sempre a diferença entre um e outro.

    Cheers

  8. JPCM, conclui-se que também não andas a dar a cara por aqui, embora te queixes de terceiros a esse respeito. Mas estou interessado no que dizes. Vamos ao ISCSP fazer o quê? E porquê o ISCSP? E porque dizes que é a minha casa, se eu não estudei lá? E que achas que poderia temer? Conta-me o teu plano com mais detalhes.

  9. “Sabemos o que fazer não precisamos de ajuda”; diz em Bruxelas Sócrates, aos emissá rios do FED, travestidos de agentes do BM. Mas para um grande líder europeu deveria ter acrescentado, ” quero-vos informar de que após esta crise, da vossa responsabilidade, não é aceitável que; 450 milhões de Europeus sejam dependentes da protecção militar e económica de 250 milhóes de Americanos”.

    Se com a primeira o sr Silva ainda ficou mais castanho, com a segunda então, ficaria azul.

  10. Este caso é uma replicação; o sr Silva tem um blog e o sr Sócrates tem outro.

    Agora, por razões que nem o Mossad consegue explicar, andam à blogada um ao outro depois, a tendência dos mais novos é imitar os mais velhos

  11. É pá. Fui lá ver se o imbecil publicava os comentários que tinha deixado, numa boa, a explicar-lhe a diferença entre trocas de nicks e cenas velhas da blogosfera e assessores e tachos políticos.

    Mas o cretino censurou tudo. Até a explicação que o Gibel- quem quer que seja, que não me interessa para nada- é alguém perfeitamente distinto do resto.

    Portanto, este maluco não é só maluco. Está de má fé e a precisar de umas bolachadas.

    Se fosse comigo ia-lhe ao trombil.

    A ele e ao resto da mongalhada que se pendura, como é o caso do mouro Mascarenhas que já tinha sido imbecil com a cena fabricada do situacionista do Jumento.

    Claro que nem vale a pena dizer o que penso do que v.s escrevem e defendem. Mas não suporto intrigas e boatos de gentalha armada ao pingarelho.

    Estes tipos são uns cretinos com esta saloiice de se julgarem mundialmente famosos por conseguirem publicar umas merdas no jornal.
    E depois nem devem saber o nome de nenhum cientista ou de alguém que tenha, de facto, obra a legar à humanidade. Esses são todos “cobardes anónimos” com quem nem se deve dialogar, como disse o labrego que tu identificaste.

    O que eles não conseguiam era ter quem os lesse se não montassem banca na blogo à conta do que lá lhes dá a micro-notoriedade entre anõezinhos.

    Isto, para esta canalha labrega, que nada tem a ver com o espírito inicial, é mais uma rede social como o facebook ou o twitter.

  12. Desculpa lá aproveitar o facto de nunca censurares nada e desta mongalhada vir mais facilmente meter cá o nariz que no meu estaminé.

    Acho que sei o motivo pelo qual censurou outras tretas que lhe disse.

    É que aproveitei para dizer o que penso desse ogre que dá pelo nome de António Nogueira Leite, que fez a maior nojeira de sempre, aqui na blogo, com uma pessoa absolutamente impoluta- o Pedro Picoito.

    Na altura aquela trampa passou-me ao lado mas vai sempre a tempo. É simples- nenhuma pessoa de bem pode dar troco a uma besta que fez o que ele fez com o Picoito.

    Gentalha destas deve ser ostracizada.

  13. Valupi, protege a tua identidade. A fauna de latrina acha que os tribunais plenários vão voltar e anda a recolher nomes. Assim que saibam quem és vão ao posto da gnr para dizer que dissete mal do sr. presidente do conselho, “que deus o tenha”. Nós que te apreciamos, não queremos saber quem tu és. Resiste-lhes até que rebentem.

  14. Primo, é a grande festa do html.
    __

    zazie, estás sempre à-vontade.
    __

    pedro, mas não há segredo nenhum em relação à minha identidade. Quem quiser, descobre esses dados com toda a facilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.