7 thoughts on “Máximas para os mínimos”

  1. acho que não. os optimistas afogam-se 1º. os pessimistas sensatos é que se munem logo com bóia (ou colchão ) quando percebem que os optimistas tolos da pub se andam a endividar todos a 30 anos , jesus! e reforçam a cenita quando vêm que as gaivotas se dirigem para terra.

  2. mesmo bem visto. mas esta pode ser a perspectiva pessimista da coisa – numa outra optimista: perante a morte que é certa, bebê-la de golada sem doer são tragos de felicidade – ao invés, de sofrimento com chá, ficar a bebê-la no convés. :-)

  3. discordo, :)). a felicidade é interessante em pleno estado interessante de felicidade. e será pessimismo considerar que esta, em grande percentagem de taxa de ocupação, bem gorda, afunda primeiro. :-)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.