2 thoughts on “Malangatana”

  1. Ontem foi o “cinco dias”, hoje é este. É só depois de morrermos que toda a gente fala de nós. Triste sina. Valha-nos o Pacheco Pereira que tem tempo para a arte mesmo em dias de crise e falatório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.