7 thoughts on “Losers”

  1. Aristes, querem a mesma coisa? Talvez nos possa esclarecer acerca do que quer o PSD, é que além de atacar Sócrates e o Governo é difícil perceber o que querem. Eles próprios acusam-se uns aos outros de total falta de ideias para o partido e para o país.

  2. Um partido em que o menor dos males se chama Santana Lopes, fala por si.
    Não sabemos o que fará no futuiro. Mas a valiar pelo passado, podemos estar tranquilos.
    São muito certinhos.
    Nunca se desviam do caminho traçado.
    Olham o futuro na linha do destino,
    Acreditam no destino do poder, na frugalidade dos bens materiais e na inocência dos administradores do BPN…
    É uma espécie de paraíso terreal.
    Podemos estar tranquilos.
    Eles dizem ser gente honesta.
    Amen.

  3. Aristes, precisa mesmo do que o comendador escreveu em Abril (bem antes das três eleições e respectivos Programas eleitorais) para justificar as semelhanças entre PS e PSD? Não sei porquê, soou-me a cassete…

    Olhe que não sou só eu que vejo diferenças, veja o resultado das eleições. Diga-me lá, acha mesmo que o que quer o PSD da Ferreira Leite (parece que há vários PSDs, segundo os próprios, são vários sacos de gatos com gostos diferentes) é o mesmo que quer o PS? Creio que nesta altura há mais semelhanças entre todos os partidos da oposição do que entre qualquer um deles e o PS, mas isto sou eu que sou muito distraída e não dou conta do que se diz por aí… :)

  4. Esse Machete não é grande rês, vide a sua responsabilidade no escândalo do BPN, a que parece querer escapar por entre as gotas da chuva.
    Bom ou mau, se Machete chegasse a líder do PSD era tragado em cinco dias pela laranja mecânica, como em 1985 foi, quando foi fraco líder do PSD no Bloco Central, sucedendo a Mota Pinto. A oposição ao Bloco Central tinha então vários rostos laranjas da primeira linha: Santana, Marcelo, Júdice e sobretudo um tal Cavaco. Destes, o maior inimigo prático do Bloco Central continua a ser o tal Cavaco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.