Livrem-se

O Livre vai concorrer às europeias. É uma boa notícia, em geral para a cidade, e uma notícia excelente, em especial para aqueles que lhe vão dar o voto nessas eleições.

O Livre recolhe a mesma dinâmica de esperança que o PSR e, depois, o Bloco congregaram até 2005 por força do carisma de Louçã e pela evidência de termos um sistema político bloqueado à esquerda. Rui Tavares não é um líder carismático, porém, o que não é necessariamente mau. Há espaço para modelos de organização partidária onde o carisma resulta não tanto de um monopólio fulanizado como de uma cultura de grupo onde a diversidade seja uma constelação dadora de identidade. Na verdade, carecemos de exercícios organizacionais que sejam inovadores também por essa inteligência colectiva que abomine o colectivismo. O PCP, portanto, não é exemplo, dado o modelo ditatorial que constitui – e sempre constituirá, sob pena de dissolução – a sua essência. O PS e o PSD, por razões diferentes e com finalidades igualmente distintas, são os partidos onde a diversidade está mais presente, contudo correspondem a modelos já anquilosados que cristalizaram virtudes e vícios.

O BE odeia com o mais louco dos ódios, o ódio fraterno, o Livre. Odeia-o porque se revê na sua promessa, e porque sabe que esse seu sonho de outrora perdeu-se no caminho pela megalomania de um líder e a cumplicidade de todos os outros à sua volta. Só que essa magalomania já estava inscrita na lógica que projectou Louçã para a ribalta. Foi assim que se foi impondo como dirigente, prometendo aos próximos que chegaria o dia em que eles chegariam lá – lá, à tirania dos iluminados.

Livre, livrem-se dessa tentação se quiserem respeitar o vosso nome.

23 thoughts on “Livrem-se”

  1. Se existe ÓDIO é do Valupi , e das viúvas de Sócrates em relação ao Bloco de Esquerda.

    O que o BE critica ao Rui Tavares, é o seu não cumprimento dos compromissos assumidos com o BE , quando se candidatou e foi eleito como independente pelo partido.

    E como é lógico o BE tem divergências politicas com o partido que o Rui Tavares criou , Rui Tavares apoiou o Pacto Orçamental, e o Livre não é claro na denuncia desse tratado.

    Para qualquer cidadão minimamente informado, este partido Livre não é mais que um veiculo para o Rui Tavares poder negociar o seu apoio a um governo do PS ou até a sua aderência ao PS, afinal a Ana Gomes defendeu a inclusão do Rui Tavares nas listas do PS á Eleições Europeias, e só porque essa hipotese falhou, é que surgiu este partido.

  2. @Augusto: o ódio é assim… alimenta-se da ignorância. Pode passar na secretaria para levantar o seu atestado!

  3. livres, blocos,… tudo a mesma canalha cujo objectivo é mandar bocas e nada fazer. sentam o cu no banco e mandam umas larachas. como têm o beneplácito das televisões, a única implicação que tem a existência destes crespúsculos parasitas é criar maiorias à direita. é essa a consequência nefasta desta gente. tenho muito mais respeito pelo pc que pelos caviar. o pc ao menos administra câmaras organiza manifestações e combates, estão no terreno. os caviar depois de estarem de cu sentado a mandar bocas vêm à arena só para aparecerem na televisão.

  4. O ódio alimenta-se da ignorância, certamente fala por si meu caro.

    O PS tem levado ao colo esta criação do Rui Tavares ajudou-o a recolher assinaturas para a legalização do partido, e tem apoiado o Rui Tavares de forma mais ou menos descarada, com um único fito enfraquecer o BE, só que pelos vistos o objectivo não está a ser conseguido.

    E o PS deveria aprender algo com o PCP em relação aos partidos satelites, o PCP criou os verdes, mas teve o cuidado de incluir os seus membros nas suas listas, o PS deveria ter feito o mesmo com o Rui Tavares, assim deixa o homem entregue á sua sorte, são uns ingratos.

  5. eheheheh, ó Augusto, santa paciência, isso está assim tão desesperante para os lados da Rua da Palma? Têm que lançar trinta boatos e trinta mentiras diariamente para explicar o vosso ódio visceral? O PS ajudou a recolheu assinaturas pro LIVRE? Ehehe, ca raio? Tem a certeza que o PSD e o CDS não ajudaram? Que o PNR não deu uma mãozinha também? Isso está assim tão mal que têm que sacar do “isto é uma conspiração contra os camaradas bloquistas” a cada ciclo lunar?

    É o LIVRE que apoia o tratado orçamental, é o LIVRE que foi parido no Rato, é o LIVRE que é uma conspiração do grande capital contra o bom povo do bloco… epa, meus, acalmem-se, bebam um copo d’água com açúcar e vão dar uma caminha na praia.

    E gosto da sua fé de como o BE não tem ficado cada vez mais fraco (para não dizer decadente). Gosto, é bonita, é forte, é religiosa, fia-se na virgem e nos textos do Esquerda.net . Nas sondagens, eleições anteriores (como é que correu isso das autárquicas? foi o Rui Tavares e o PS que manipularam aquilo tudo, foi?), nas demissões internas (a Ana Drago também foi comprada pelo PS, ’tá visto), enfim, factos não é consigo. O que importa é o Grande Líder e o Grande Projecto. Ora, já andamos a avisar os camaradas do homemzinho vermelho que nesse estilo, nessa quota de mercado (jasus!), já cá temos os doutores da Quinta da Atalaia, que vos ganham em anos de experiência e de conhecimento das escrituras.

    Prontus, vá, volte pra dentro e acabe-me essa boneca vudu do Rui Tavares & afins. Tanta cegueira e sectarismo só podem ser maus para a garganta.

  6. augusto, já vi mais propostas do livre para estas eleiçoes do que o bloco nestes anos todos.,só vota no livre quem gostar do seu projecto.espero que este partido tenha expressaõ a nivel interno para acabarmos de vez com os suspeitos do costume.essa de dar como bom exp os verdes da-me vontade de rir.augusto quantos anos tens? não chegues tarde a casa porque os teus pais ficam preocupados!

  7. david crisistomo,eu dei o meu nome para a criaçao do livre.qual é o problema? espero que contribuam para um avanço efectivo da esquerda democratica.

  8. Livres e soltos andam todos, não a resolver os
    problemas que nos afligem mas, sim, a tratar
    das suas vidinhas!
    Falta-nos um partido não livre mas, sim compro-
    metido com o Povo, para dar uma vassourada
    na “porqueira” que tem engordado os mais ricos
    desde que, lhes deixem algumas sobras!
    Por muita falta que possam fazer os partidos à
    Democracia, não é com a actual partidocracia que
    se pode reverter a situação … de uma ponta à ou-
    tra eles não presram … por todas e mais que mui-
    tas das razões sabidas e sentidas!
    É urgente acabar com este estado de coisas, o re-
    gime está podre há que mudar o paradigma!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.