Justiça popular, pede Rangel

Acresce que nem todos terão percebido, mas o programa de ajustamento, com o seu tremendo rigor, criou um clima de exigência e de moralização na sociedade. E isso deu força aos cidadãos para reclamarem um comportamento exemplar e a punição de todos os abusos. E com isso, criou um ambiente e uma cultura favoráveis a uma actuação mais vigorosa das magistraturas. A par disso, a atitude de reserva e neutralidade do Primeiro-Ministro, o apego da Ministra da Justiça à autonomia da investigação e da independência judicial criaram um clima de desanuviamento. Insisto: a perseguição dos poderosos na política ou na finança não é obra do governo, mas o clima social, a disposição popular e atitude dos responsáveis políticos criam um ambiente favorável a um exercício são e pleno da justiça. Foi isto que disse e é isto que reitero.


Apenas mais um pulha na cultura da pulhice a que está reduzida a direita portuguesa

10 thoughts on “Justiça popular, pede Rangel”

  1. só um sabujo,pode ter uma intervençao deste calibre.foi a formula escolhida para garantir lugar no proximo parlamento europeu. para ganhar eleiçoes recomendo o livro da gradiva com o titulo “como ganhar eleiçoes” de quinto tulio cicero,um guia classico para lideres actuais.

  2. “… mas o clima social, a disposição popular e atitude dos responsáveis políticos criam um ambiente favorável a um exercício são e pleno da justiça.”

    não tarda temos julgamentos de olhos vendados e contra a parede no campo pequeno. a procuradeira vidalina faz de matos maia a atender pedidos de julgamento telefónicos.

  3. as prescrições e arquivamentos da submarinada e dos assaltos bancários anibalescos foram exigidos pelo povo na última grande manifestação nacional de eleições com participação do psd, cds, be e pcp.

  4. ….porque o partido dos xuxas nunca subscreveu qualquer prescrição…certo? Expliquem-me lá, para vos ver melhor.

  5. As declarações do homem estão CERTAS.Não se vê de onde se tira a «justiça popular» com o sentido que alguns pretendem imputar-lhe. Qual é o problema? Destrói-se só porque é PSD e não se atenta no seu conteúdo?

  6. ” … a PERSEGUIÇÃO dos poderosos na política ou na finança não é obra do governo, mas o clima social, a disposição popular e atitude dos responsáveis políticos criam um AMBIENTE FAVORÁVEL a um exercício são e pleno da justiça …”

    … ou seja, a chamada CAÇA ÁS BRUXAS.

    Este Paulo Rangel é o palhaço de serviço.
    Obrigada por existires, Paulo Rangel.
    … obrigada, obrigada, obrigada !!!!

  7. Melhor do que o Paulo só um comentador inominável que por aqui andou mas anda ausente porque terminaram as férias judiciais.
    A direita e os salazaristas são os melhores carrascos da justiça. Disso não há dúvida. Mas a justiça é um condenado balbuciante.

  8. Bolas, ó pa ela com as hormonas ao rubro, e implicações ostensivas na pensadura.
    «… a PERSEGUIÇÃO dos poderosos na política ou na finança não é obra do governo, mas o clima social, a disposição popular e atitude dos responsáveis políticos criam um AMBIENTE FAVORÁVEL a um exercício são e pleno da justiça …”

    É EVIDENTE! Sendo que quem esteve antes no PODER foram os xuxas, e Sócrates era intocável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.