57 thoughts on “Juditealização da política”

  1. Antes que venham os malucos que agora enxameiam os comentários do Aspirina, deixa-me só dizer-te que esse título está muito bem esgalhado. Primeira gargalhada do dia. :)

  2. ora aí está mais uma cena para o róró investigar e para o forcado armador de mação fundamentar mais 3 meses de preventiva por conta de evasões fiscais expectáveis. no fim da novela não sei se o estado português terá dinheiro para indemnizar o sócras sem agravar o défite e refoder a confiança nos mercados de moedas e outros trocados em miúdos.

  3. pois pois, e o saco azul rende … rende …

    Duas fachadas criadas num ápice, o Simplex dá para estas maravilhas .

    E o escarro Inácio saltita como uma pulga, solicito dum lado pro outro. Agora é casal relvas.

    Ele, o filho do espírito da negação, o associal anti-social.

    Tem remédio e solução : internamento compulsivo, por ser uma ameça à Sociedade.

  4. macaco relvas contrata manicure do centro comercial tvi para lhe tratar dos calos no cu durante as férias por 675 euros por mês. durante o ano faz broches ao marcelo e nas férias lambe o cu ao relvas.

  5. Sou eu o Pimpaumpum

    O escarro Inácio, o que trabalha na agencia que trabalha pro PS, é arrumador de posts.

    Ele exprime-se assim :

    Bu bubu bu, dab da, da dbdu, bada, dada, dubu, debu, bdubdu, duba, ba bu, debdu, bdubdu, du

    Exprime-se bem não acha ?
    E é eloquente também :)

  6. Sócrates vendeu a casa por saber que já não vai precisar mais dela. Na falta de provas, será condenado à pena máxima por “ressonância de verdade”, De modo que, quando acabar de cumprir a pena, vai direitinho para um lar de idosos. Sinceramente, tenho pena do homem.

  7. Ora boa tarde sr. Valupi

    Há matéria para investigar.
    Na parte fiscal, e assim :
    Se da venda do imóvel, resultam ganhos, mais-valias, sujeitas a tributação.
    Vê-se a escritura da compra.
    Ao valor da compra, aplica-se o factor de correcção aplicável e que consta da Portaria que contém o Coeficiente de desvalorização da moeda.
    Olha-se para a escritura de venda.
    Se o valor da venda for inferior ao do da compra, ocorre uma menos-valia e não está sujeito a tributação. Se fôr superior ao da compra, há lugar a tributação. O sujeito passivo, tem que declarar, no Anexo proprio, na declaração de IRS.

    Quanto ao fulano paquistanês, tem que pagar Sisa. Um imposto abolido portanto.
    Paga esse, abolido, e aquele que o substituiu, também.
    É bem feito que é pra não ser palerma, e por ser paquistanês.

    Quanto ao seu sobrinho Inácio, está cada vez pior, uma lástima, bdu, dabdu, debdu, dadu.
    Já não se percebe nada do que ele diz.
    Dantes, só balbucionava palavrinhas que aprendeu no infantário, roró, pó pó, manholas, vidaleira, alex, calex, depois deram-lhe um relógio e aprendeu a dizer rolex.
    Mas agora está pior.
    Veja lá esse problema se f.f.

  8. “José Sócrates vendeu apartamento que tinha no centro de Lisboa ” Homem avisado este sócrates, uma casa que iria ficar desabitada por largos anos, pelo menos dá para pagar honorários.

  9. Caro Bloguer,

    Esclareça-me, por favôr: qual é exactamente o motivo pelo qual permite a permanência neste espaço de comentários de “contribuintes” que, além de se insultarem reciproca e metodicamente, em nada contribuem para o debate das ideias que nos propõe?

    Obrigada!

  10. alvorada, as caixas de comentários são de quem as ocupa desde que não violem alguns princípios, é essa a minha doutrina. Repara que estes taralhoucos não impedem os comentários de terceiros, pelo que o teu tem igual destaque ao dos deles. Por outro lado, esse grupo anda entretido por aqui a brincar como se tivessem 10 anos, ou 100, e com isso talvez se esteja a prestar um serviço público e a evitar alguns acidentes na via pública, quem sabe se até alguns crimes.

    Quem quiser debater ideias pode fazê-lo. É o que estamos neste momento aqui a fazer, tu e eu. Se mais quisessem fazer o mesmo, a importância dos taralhoucos diminuiria. Eles próprios talvez se sentissem deslocados caso o ambiente das caixas mudasse de pátio de recreio no asilo para outra coisa qualquer armada em séria e a exigir esforço do intelecto.

    Em suma, não fui eu que os convidei, mas também não serei eu que os expulsarei. Prefiro o culto da liberdade ao meu gosto a respeito do que se deva passar nas caixas de comentários do Aspirina B.

  11. cara querida alvorada,nesta casa há pratos variados.uns mais elaborados para os que nunca provaram outra coisa na vida ,e outros para o povo, que tem que comer mesmo do que não gosta!
    .

  12. há gente que precisa de apoio medico .outros de vigaristas.! ,mais um sintoma da doença que a judite sofre.outo dia era titulo de uma revista a seguinte frase “a irmã secreta de judite de sousa” julgo que a secreta é a propria judite. e não a meia irmã.

  13. sr. alfornada, quando o debate de ideias proposto é a capa do manhólas, tá tudo dito. depois, há uma outra questão que lhe deve ter passado de raspão, a quantidade de cliques subiu exponencialmente em função do número de comentários dos postes ou seja o sr. valupi reduziu a produção e aumentou facturação à custa daquilo que depois chama pátio de recreio do asilo, cópia ranhosa do maradona.

  14. Há gente que mesmo tendo espelhos em casa não perde cinco minutos diante dele e vê as misérias que mostra aos outros. Esta Judite faz-me ter dó dela.

  15. ora cara Alvorada, que pergunta mais desparatada, pois não sabe que os contribuintes é que pagam ?
    Pagam tudo, pois.
    E se pagam, têm direito A ESTAR .
    E demais a mais, haja variedade e animação.
    Vocemecê, por exemplo, deu alguma contribuição?
    Disse alguma coisa sobre factos, não-factos, criações e encenações ?
    Ora quem cria factos, cria-os, e deixa prós outros, as interpretações .
    E depois o snr. Valupi, não cede a apelos pidescos.
    Mostra que tem Grandeza de Alma, e grande Elevação .

  16. Caro Bloguer;

    Obrigada pela sua resposta.
    Compreendo o que diz. Eu própria já considerei “serviço público” a oportunidade de descobrir neste espaço a facilidade com que uma sexagenária reformada pode ser insultada por cobardes anónimos pelo simples facto de discordar da contra-informação de direita com que fazem questão de desmotivar a participação civica no debate de ideias neste espaço. E aceito que, como cidadã que teve responsabilidades profissionais no sector da educação, alguma quota-parte de responsabilidade devo ter neste lamentável estado de coisas. Ainda assim julgo que há limites, não à liberdade de expressão, mas à postura caceteira de certos autores. A casa é sua, são suas as regras. Nenhuma dúvida quanto a isso. Mas espero que compreenda que nem todos tenham a capacidade de abstracção necessária para ignorar o que aqui se passa e por isso se inibam de participar.

  17. a grande elevação é “vocemecê” dizer “desparates” e grandeza de alma é o vasculho pidesco em busca da identificação dos outros. o que rói o teu estatuto de pantomineiro-ò-pedante é não saberes com quem falas e dás troco porque te imaginas a discutir com dótores em leis, menistros, subsecretários de estrado, chefes de repartição, directores de serviço, judites de soiza e demais merda alojada nesse cérebro de ervilha formatado para lamber botas ao poder e pisar desgraçados com as botas que o poder te emprestou.

  18. Não sei de quem hei-de ter mais pena, se da Judite que vê a sua vida vasculhada, se do Sócrates, que embora já habituado, continua a ver escarrapachado nos pasquins aspectos da sua vida privada, se das dezenas de colaboradores que trabalham naquela cloaca malcheirosa, e que devem ter vergonha de ter de aguentar porque a vida está má e os e,pregos rareiam.
    Infelizmente ainda há quem se excite com tais parangonas e ainda pague para o levar para casa.

  19. “… da Judite que vê a sua vida vasculhada…”

    a gaja paga-lhe o almoço para lhe vasculharem a vida. mas a coisa tá difícil, a cabeleireira veste mal e despe pior, a malta quer é cristinas ferreira a mostrar o pernão e já não há pachorra para princípes encantados tipo seará.

  20. alvorada, neste momento em que te escrevo estão registados no blogue 152.602 comentários. Quantos deles é que achas que passariam no teu crivo caso fosses tu a mandar nisto? E como é que concebes algum modelo de selecção de comentários que não acabe por ser uma limitação à liberdade de expressão? Por acaso concebo um, mas nesse caso seria preciso que alguém me pagasse e não faria mais nada na vida a não ser estar a pastorear estas caixas de comentários.

    A razão pela qual existe um grupo de 4 ou 5 pessoas que passa o dia aqui enfiada a bolçar alarvidades não está separada dessa outra razão, ou conjunto de razões, que levaram daqui para fora os comentadores que estavam interessados em discutir algum assunto de forma a ter interesse para algum leitor. Foram-se embora, há anos, e ficaram os palhaços e os malucos com o recreio todo para eles – que sempre os houve. Se alguém quer reconquistar este espaço para outro fim, pois é simples: que introduza outras conversas, que lute pelo seu protagonismo e, com isso, que chame outros participantes.

    Quanto à questão das posturas caceteiras, elas só incomodam quem se deixar incomodar por elas. Não passam de pedidos de atenção, feitos de forma primária ou maníaca.

  21. O comentário anterior ficou truncado.
    Assim é que é:

    Sócrates vai usar uma parte deste dinheiro para liquidar a dívida que tem para com o amigo Carlos Santos Silva.
    Enorme CHAPADÃO de luva de pelica a todos quantos diziam que ele não tinha como pagar os empréstimos do amigo ! com todas as consequências óbvias que daí advêm, quer do ponto de vista criminal, quer do ponto de vista moral.
    Nada que já não me tivesse ocorrido que ele poderia fazer a qualquer momento.
    Mas tem mais !
    Se estavam a pensar em armar um circo mediático no início de Setembro, mandando-o para prisão domiciliária, com o estardalhaço da polícia à porta na Rua Brancaamp, e com isso mais uma vez desviar as atenções (desta vez do debate televisivo entre Passos e Costa), ficaram sem argumentos. Sócrates antecipou-se !

  22. olá Olinda, olá. :-) sabes o que são palavras intuitivas, não sabes? porque não arranjas uma tão boa como a que está a caracterizar a política lá em cima para descreveres com perfeição o que sentes?

    alvorada, o convite também serve para ti. :-)

  23. esqueci-me de dizer, caso vejam preconceito nisso, que em nada o pensamento intuitivo fica atrás do pensamento analítico. prova disso é a poderosa aliança constatada do título com o texto que lhe seguiu.

  24. Presunção e água benta cada um toma a que quer.
    Alguém me explica onde estão os portugueses incansáveis e inteligentes suscetíveis de recuperar o País?

    Naturalmente que há aqueles que aceitam a máquina partidária e a ditadura da mesma e os que nessa esteira, até dizem que os Xuxas têm 4 meses para convencer o eleitorado. Serão esses os salvadores da pátria? Bem, lá que palram, palram e adoram manter-se de dedo apontado aos outros. A culpa é sempre dos outros, os inteligentes são eles, mas só perante alguns – carneiros com vocação para aplaudir.

  25. a caminho da califórnia
    vai o cegueta aos trambolhões
    a carroça não tem rodas
    e o burro não tem colhões

  26. Olímpio
    Parece-me obvio!
    Já pensei várias vezes no que eu faria se estivesse no lugar dele. E a resposta invariavelmente era ISTO.
    Mais uma boa razão para não ter aceitado ir para casa com a pulseira. Já tinha o plano de vender a casa para liquidar a dívida que tem para com o amigo, e que segundo o advogado seria abaixo dos 500 000 euros.
    Mas creio que ainda poderemos ter mais algumas surpresas.
    Não só para quem o tem acusado de criminoso, mas também para quem o tem acusado de irresponsável por contrair dívidas que supostamente não poderia pagar, aqui está uma parte da resposta.

  27. Portanto, eu arrombei a casa do outro, o polícia apanhou-me e eu fui lá dizer que não é nada disso e até pus uma fechadura nova. Vá agora soltem-me.

    Eheheheheh. Como é que se pode ser sério neste espaço? hum? Anyone, please?

  28. Hum, será que de facto houve tentativa e consumação de algum tipo penal? Quando se deu tal consumação? Isto é pouco como ir comprar alimentos e passar a caixa sem pagar…é que não posso alegar que pensava que era de graça e, por isso, não paguei. É assim a modos que, tão a bere?

  29. ouvi ainda agora no telejornal o soares de penacova dizer que há mais incêndios por causa do período eleitoral, deixando no ar suspeitas de fogos postos pela oposição. este filho da puta merecia uma maçã na boca, uma cenoura no cu e ser largado, pelo kamov que sobra, no meio dum incêndio com um frasco de molho de churrasco no bolso.

  30. O problema é que ninguém ainda mostrou factos e muito menos provas de qualquer ilicito!
    Estava, e continua, tudo na base do “suponhamos”, da teoria presuntiva, estão a ver ?
    Esse é que é o verdadeiro e insolúvel problema. E isto assim não ajuda nada a que se continue a supor ….

  31. Ai, ai, ai, que graça. Olha já não me lembrava do «suponhamos». Tão abere, consultem a PIMBA JASMERDIM que ela explica a defesa do PRUXEXXO. Uh, não há factos, tão a bere, num há prova, e vamos deixar apodrecer o homem no Xilindró. Bá, que a pide anda por aí e pode prender alguém…

  32. Olha, olha, bale tudo para não largar o Pote! Olha! Até bale bendere casas aos paquistaneses pá, atãoe, isto quem tem olho é rei, pá. Tá beie? Tá.

  33. Casal Relvas apoia Judite

    Olha não sabia que a Judite também era candidata …
    Ou será o Relvas quem se quer candidatar e precisa de alugar uma jornalista, hum ?

  34. Receita para a azia:
    – Omeprazol 40 mg 1x/dia meia hora antes do pequeno almoço, durante 8 semanas.
    Senão melhorar é melhor fazer uma endoscopia, não vá dar-se o caso de ser algo de maior gravidade.

  35. Boa noite Numbejonada

    Há boa jurisprudência no quadro de comentários O PS EM CARTAZ a partir das 2:48 da madrugada.

    Ouviu no noticiário que a empresa que fez os cartazes marados para o PS, detida por um tal Vitor Tito, já facturou com adjudicações por ajuste directo, 800.000 euros, pagos pelo Costa ?

    Agora é tudo para deitar ao lixo.
    Os novos cartazes já foram feitos.
    Têm apenas o rosto do Costa.
    Parece que já os estou a ver :

    Costa, um desempregado há 5 anos, sem subsídio de desemprego.

    Costa, um estudante licenciado, há 8 anos sem emprego.

    E por aí adiante.
    : )

  36. Castro !
    Porta-te bem.
    Já te topei lá atrás.
    Mas também pode ser o Caralhácio, o escarro.
    Ele também copia. Quer ser gente.
    É um anseio legítimo, mas ele não consegue.
    Resvala na valeta e copia de lambreta.
    Depois leva na trombeta.
    De moi, e de monsieur Hédoi. Quem será ?

    Pausa pra carregar o caralhato do mobilai .

  37. Dona Alvorada,

    Minha senhora.
    Concordo inteiramente consigo.
    Eu, se quizer tratar de assumptos sérios e instructivos, estou, neste espaço limitadíssimo.
    Por exemplo, eu gostava de saber algo sobre os Cónios, e a sua escrita. Como sabe, os Cónios eram um povo e uma civilização que subsistiu no território a que corresponderá, no presente, o Alentejo. Nunca ninguém conseguiu decifrar a escrita dos Cónios.
    Ora existe aqui um archeólogo reputadíssimo, o Snr. Dr. Castro Nunes.
    Mas se eu mencionar a palavra Cónios, logo virá algum ordinário brejeiro, que no geral tem vários nomes, mas na especialidade, se chama sempre, Ignatz, simplificando, Inácio, também conhecido por Farinácio, Pancrácio, Pascácio, et cetera.
    Virá logo alegar que eu estou com conices. Coisas dos Cónios. Veja a este subjecto, o comentário das 14:46. É dele, o Inácio, nas vestes de relvas.
    Portanto minha senhora, quanto a respeito, mais vale ir a algum site católico, ou à missa.
    É certo, que este site, já foi sério, mas isso foi no tempo do Marcello Caetano. Depois veio o 25/4.
    E com as amplas liberdades, perdemos todos esses direitos adquiridos.
    E note V. Exa. que a creatura acima referida, nem sequer é um direitola, é sim, pessoa semtola.
    Levanta V. Exa. outra questão pertinente : queria então limpeza étnica, puros para aquí, impuros para alí ?
    Olhe tem boa solução.
    Deve haver muitos blogs em Srebenica e arredores.
    Volto já para rematar.

  38. Dona Alvorada,

    Quanto aos esclarecimentos que o insigne proprietário deste site lhe dá, mais vale seguir o ditado, ver para crer.
    É que eu fui ver 3 vezes e 3 dos comentadores que sairam, pelo aquilo que eu concluo das reacções dos comentadores, sairam por causa dele, não dos comentadores e dos comentários da caixa.
    Quanto à falta de boas maneiras e de educação, veja V. Exa. o seguinte quadro de comentários e aquilate do modo bem educado como o proprietário do site se dirige ao sr. Dr. Cristóvão, tratando-o por animal, e, veja também o comentário do Ignatz, em que ele fala de broches.
    Mas este fórum é para falar de ourivesaria ?
    Enfim …
    Talvez que se o sr. Valupi tivesse sido seu alumno, escrevesse pior. Quem sabe …
    Espreite então aqui

    https://aspirinab.com/valupi/portugueses-nao-seremos/

  39. D. Alvorada,

    Outra questão intrigante se levanta :
    O proprietário do site diz que ninguém lhe paga, mas o Ignatz diz que ele factura.
    Factura o quê ?
    Comentários ?
    Coleciona comentários ?

  40. Ora atão muita boa noute.

    Já estou maiz ou menos açordado.

    Inpõe-se uma nóta pérvia, como é lójico :
    Abaicho o Inácio!
    Fóra! Búuuuu !

    Atão boua note a todos, com eiscepsão do Inássio, e uma expecial saúdassão à holinda, minha actual musa, inspiradora de fantazias com bovinos.

    Aão vou cumer qualquer coizinha.
    Que é que há ?
    Paré-se que é kibe de alheira de bacalhau com queijo da serra, espuma de couve-flor crocante, ovo de cordoniz em manteiga rançoza de burro e farinácio de batatas quezidas, coisa levesinha pra noute.
    Hora á melão e melância. Tem tomates de carneiro em emulsão de cuentros e mais qualquer coisa. Sobremesa musse de sardinha assada em cama de pupino, não como à noute. E sôpa de cónios também não.

    Bom, expero que aja abundante jurispurdência intelectual, e da boa.
    Logo mais, volto para dar os vistos gold.
    Agora vou cumer descansado e com calma e depois fumar um gôluáses peitoral. Faz bem aos pulmões, ajuda a espulsar os àcaros e as baratas alojados dos brônquios.
    Até já, com licença.

  41. “Outra questão intrigante se levanta :
    O proprietário do site diz que ninguém lhe paga, mas o Ignatz diz que ele factura.
    Factura o quê ?
    Comentários ?
    Coleciona comentários ?”

    tás quase lá, oh pimpas! se lesses as notícias sabias já tinhas descoberto que o valupi é o camionista procurado pela interpol e eu sou o ignatz abogados. cada vez que aparece aqui um tanso a clicar empochamos 25 cêntimos e 10 cêntimos por linha de comentário que são debitados numa conta do google que abrimos em teu nome e que são transferidos automaticamente para o nosso porquinho-ófechore. andamos a gamar os créditos de todas as visualizações na internet que tu e demais otários ceguetas & básicos teriam direito se não fossem tansos. apresenta queixa ao maçaneta que o gajo põe o rosmaninho a investigar os indícios e vai tudo de cana por crime de aventura & evasão fiscal.

  42. Ó PIMPAMPOLAS ridículo!
    Eu sou o único identificado aqui. Não preciso nem nunca precisarei de comentar aqui encoberto, a não ser por ironia para parecer o cegueta ou o pimpampolas, para por a nu a sua vacuidade.
    Sempre que, por ironia e sarcasmo, comentar com o anexim do cegueta ou do pimpampolas, tu vais logo perceber, a não ser que não te revejas nas figuras ridículas que fazes.
    Quanto ao post e à capa do Correio da Manhã, penso ser óbvio o propósito e o estado desesperado de espírito de quem o publicou. Quando li de relance o título do post, antes de ver a notícia em espectro sobre a Judite, pensei que se tratava de uma referência à ”judite”, aquela, a tal, que por via dos caminhos tortuosos dos super magistrados anda a ”juditealizar” ou judear a política portuguesa.
    Consegues entender o que quero dizer, pimpampolas?
    Eu logo explico-te. Vou trabalhar.
    Beijinhos a todos.

  43. O IGNARATZ dos IGNARALHOS tem de provar a afirmação de que o dono do blogue FATURA. Há prova? Se ele não conseguir provar a afirmação, não deveria, então, ser posto em «hold»? Hum?

    Como ficamos? Hum? Fatura o quê? Porquê? Com o quê?

    O CASTRETA rumina que pode imitar-me!Já biram? Hum? Já biram?

    BADALHIGNATZ vem cá explicar: quem é que ganha com o quê.

  44. Quero saber essa história da FATURAÇÃO, como deve ser, senão pá, vou dizer que és um CALUNIADOR, pá. Allez, allez…

  45. E pronto, está CONFIMADO pela voz do seu advogado!
    Sócrates vai usar parte do dinheiro da venda da casa para LIQUIDAR toda a sua dívida para com o Eng. Carlos Santos Silva.

  46. E assim sendo, de acordo com mais um PAREXER brilhante da de cima, temos que o recibo de quitação implica o arquivamento do PROXEXO. Pimba, tá resolvido.

    Se o ladrão pagar o furto, o gajo não é punido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.