11 thoughts on “Isto é lindo”

  1. qual é o problema? por cá servem-nos justiça fascista com mais de 40 anos e não há estômago que se indigne, pelo contrário até há uns cardosos que vão à têvê fazer propaganda dessa merda e ninguém lhes atira tomates.

  2. «justiça fascita com mais de 40 anos » ?! E eu que julgava que era mais antiga, do tempo da inquisição….Aliás, ainda há dias Costa Andrade disse isso mesmo na RTP1.

  3. 44 passa legislação que reve, entre outras coisas, o enquadramento da prisão precentiva => justiça e boa
    Milhares de pessoas passam anos de preventiva até ao julgamento => justiça e boa
    Oliveira e Costa passa mais de um ano em preventiva, a aguardar julgamento e enquanto se investiga o BPN => justiça e boa
    44 é preso preventivamente => justiça e ma, PS diz que um ex PM não deve ser preso preventivamente, precisamos de duas justiças, uma pro PS, outra pro povo
    44 permanece dentro apesar de diversos requerimentos => justiça e ma, o 44 jamais tentaria influenciar o curso da justiça ou perturbar a investigação. Entretanto, cartas para os jornais a pressionar os juízes, portáteis apagados, quadros movidos para casa da empregada, etc. Segundo o PS, não há qualquer risco de intromissao no processo.

    Conclusão

    PS incomodado pela justiça => justiça é ma
    PS salvo pela justiça (casa pia) => justiça e boa

    Quem se mete com o PS, leva.

  4. Basico,

    Errado! Sou socialista e não me importo se o arguido se chama Sócrates, Portas, Leandro, Oliveira, ou Basico, como tu ! Prisão preventiva sem culpa formada fora do espirito do Direito Positivo que devia presidir à aplicação da Lei, é um abuso e a negação do Estado de Direito ! Ponto!A coluna dorsal dos socialistas de liberdade, pluralismo, democracia. Percebo a argumentação Jesuita a que dás forma. Mas ao menos assume-a pelo que é e deixa-te de gincanas para tentar branquear os teu ódio de estimação à liberdade, à democracia, ao pluralismo.

  5. oh burro do caralho, o oliveira e casca esteve 6 meses na pildra, depois foi para casa em regime de prisão domiciliária de onde se ausentava todos os dias, chegando ao ridículo de não poder ser notificado pelo tribunal. de pois existe uma pequenina diferença entre um assalto bancário que custou aos portugueses cerca de 10 mil milhões de euros e a suspeita de que o dinheiro(20 milhões???)-do-outro-tem-de ser-dele, porque o correio manhólas andou a investigar a vida de luxo do ex-primeiro.

  6. o olveira e casca era o gerente dum grupo de gangsters que assaltou o bpn, cerca de 10 mil milhões de prejuízo nacional do qual beneficiaram a fina flor do entulho psd, do cavaco ao careca. todos com desculpas esfarrapadas, gozaram com as audições no parlamento e anda tudo à solta a gozar dos rendimentos, alguns já são exemplo de empreendedorismo e rigor, lóreiro, na boca de passos e até há um que pediu para o manterem preso em portugal por ser perseguido pela polícia brasileira.

  7. Good day everyone !
    Mau mau Maria!
    Mas então como é ?
    Retorno a este local e reparo que o Ignatz ( _!_) passou a utilizar um pseudónimo que por aproximação ao meu, se presta a confusões ???

    Como é, esse lentíssimo senhor Valupi, Pontifex-Mor cá do sítio ?
    Vale tudo ?
    A batota já chegou a este ponto ?
    Dá permissão a que eu passe a utilizar o pseudónimo de Valupii, por acréscimo de um i ao seu ?

    (_!_) ignatz sim, porque o discurso o denúncia, continua a utilizar o indisfarçável vernáculo ” Ó burro do caralho “.
    E nem sequer se dá ao trabalho de, de quando em vez, ir colocando uns posts como Ignatz, para disfarçar e encobrir a batota. Tal é o despudor !

    COMO É ?
    JULGAM QUE É ASSIM QUE ME SILENCIAM ?

  8. E enquanto aguardo decisão à minha petição/reclamação,
    Não esquecer que a referência que você, com relação ao “Princípio da Isenção da Justiça” denunciou e bem, como grosseiramte aferido na óptica do destinatário, com recurso a óculos com lentes de graduação variável, “Favorável para mim, é boa, desfavorável é má “, deve ser compaginado, com o PRINCIPIO DA CONTINUAÇÃO DO ESTADO, na vertente, PRINCIPIO DA CONTINUAÇÃO DA BANDALHEIRA, na sub-vertente, PRINCIPIO DA CONTINUIÇÃO DA ALTERNÂNCIA, NO DIREITO AO GAMANÇO, a este título consultar cartaz de propaganda eleitoral, AGORA NÓS.

    IGNATZ, o seu oponente, agora na indumentaria de sabonetes, continua a
    utilizar a jurisprudência do sapateiro de Braga, sob a forma de COMO NÃO HÁ
    MORALIDADE, TODOS TEMOS O DIREITO A COMER, subtenda-se, GAMAR, apontando a grave injustiça e violacão da impunidade geral, por via da violaçao selectiva dirigida aos do partido dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.