10 thoughts on “in-tempestivos”

  1. sim, sim, também tenho reparado!
    ora bem. um do fernando, um do nuno ramos de almeida, um do luis rainha, dois do josé carmo francisco.
    mas estás a esquecer-te do do costume: ainda há poucos dias houve reunião do hoquei. mas tá bem, foi ainda em abril.

  2. “Nós não queremos aqui um homem destes (…) é bom que ele perceba que aqui em Portugal ele não conta.”

    (VPV na TVI, em referência a Alberto João Jardim, via 5Dias)

    Muito bem dito, preto no branco, na mouche, pela primeira vez. Alberto João Jardim em Lisboa é como o Herman José em Badajoz: não conta.

  3. O preço dos combustíveis é um roubo!
    Para fazermos baixar o preço dos combustíveis é necessário meter a mão no bolso das duas principais Companhias Galp e BP, por isso é necessário não abastecermos as nossa viaturas nas bombas dessas duas companhias, à semelhança do que se fez em França.
    Eles quando começarem a sentir que estão a ter menos vendas vão ter de mexer nos preços para baixo e aí efectivamente vai começar a verdadeira liberalização dos preços dos combustíveis.
    A bem do consumidor, divulguem por qualquer via este comentário pelo maior numero de pessoas possível

  4. Podes fazer como o Berlusconi,vai a Espanha e diz que as mulhéres sâo estupidas!!?!

    Podes ir a New Yorck,vais ao Bronx e dizes que os nigers thats is a dirt people.Good luck

  5. Luis tens ciumes? Eu dou-te a minha corôa com grande satisfacçâo!Justamente ando à procura d’um Chico espérto

  6. Tenho sim senhor!!!!

    Já devias saber que tenho ciumes da forma como usas a pena desde o primeiro dia em que te conheci. Aquela trica que tivemos sobre o aborto na altura foi só para disfarçar ….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.