Impressionar sem preguiça, brilhar sem lamúrias, seduzir sem tradições

Some Formerly Cohabiting Couples With Children Keep Romantic Relationship
.
Fasting Weakens Cancer in Mice
.
Fall of Communism Changed Mathematics in US
.
Hearing Metaphors Activates Brain Regions Involved in Sensory Experience
.
What You Need to Succeed—and How to Find Out If You Have It
.
3 Ways To Deal With A No-Win Situation
.
Shyness as illness? Experts blast new mental health ‘bible’
.
High School Students Test Best With 7 Hours of Sleep at Night
.
Controlling Parents More Likely to Have Delinquent Children
.
Tell Me How You Are, and I Know How Long You Will Live
.
Move in Minutes: Smart Tips to Minimize Sitting
.
The Best Medicine For A Stressed Worker
.
Sight Seen: Gene Therapy Restores Vision in Both Eyes

One thought on “Impressionar sem preguiça, brilhar sem lamúrias, seduzir sem tradições”

  1. se se envolvem porque não estão juntos? só encontro uma razão – querem variedade. que rico exemplo de amor para os filhos;

    o cancro também se alimenta de comida;

    a matemática não se rende ao capitalismo;

    as metáforas são adoráveis, imprescindíveis;

    o radar do sucesso, variável endexógena;

    eu voto na triologia, cada uma com durabilidade diferente;

    e depois… lá se vai a indústria farmacêutica;

    o sono não pode ser cigano;

    o medo sempre foi inimigo do respeito;

    será que os mentirosos enganam a morte?

    mexer é o verbo;

    o absentismo é um dos maiores problemas do mundo laboral – não apenas pelas questões de (falta de) segurança por acidentes ou doenças profissionais, estas últimas muitas vezes dificílimas de diagnosticar quando a ponte com o local de trabalho não é óbvia e pelo prolongamento de tempo que exigem para se revelarem, mas, também, por questões de higiene, nomeadamente ruído, temperatura, humidade, radiações, que são muitas vezes o back office das tais doenças. o stress é de facto uma doença, ou um estado gerador de doença, que não tem aquele peso de importância de qualquer outra. e a origem está precisamente, muitas vezes, nas questões da higiene que devem ser amiúde avaliadas e melhoradas. além destas e do que o texto refere, é muito importante proceder à rotatividade do posto de trabalho, pausas ergonómicas – tão simples como esticar as mãos ou os pés – ou pintar as paredes de branco ou, entre muitas outras, encapsular máquinas. na minha opinião, o stress no trabalho parte sempre da (falta de) organização do trabalho.

    que bom, a terapia genética anda de olho vivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.